Minha primeira relação sexual foi com a mãe do meu melhor amigo


Enviado por casado atrevido em 28/03/2015
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Jovens X Mais Velhos | Visitas: 59886
Avaliação: [Votar]
11 Comentários [Comentar]

Quando eu ainda estava no colegial, tive a oportunidade de fazer muitos amigos na escola. E um destes amigos foi o Wesley, que tinha praticamente a mesma idade que eu. Nossa amizade era tão estreita que ele frequentava a minha casa o tempo todo para estudarmos, conversávamos sobre as garotas e muitas vezes ele almoçava ou jantava com a gente. Até que um dia ele me disse que já estava na hora de eu começar a frequentar a casa dele também.

E assim aconteceu. Combinei de ir na casa dele para revisarmos o conteúdo de algumas matérias que eu estava com dificuldades. Quando cheguei ele me apresentou ao seu pai, sua irmã (mais nova que ele) e à sua mãe, dona Márcia. Meu santo deus! Quando vi a mãe do meu amigo tive a impressão que alguém tinha tirado o chão sob os meus pés. Aparentando ter uns 35 anos, ela era uma mulher muito bonita, com a pele bem branquinha, olhos verdes, uma boca bem pequena e a voz mais suave que eu já tinha ouvido em toda a minha vida.

Depois daquele dia eu não conseguia mais tirar a mãe dele da minha cabeça. Eu inventava todos os tipos de desculpas pra poder dar uma passadinha por lá. Com o tempo eles foram me aceitando e eu podia dizer que passava mais tempo na casa dele do que na minha própria casa. E eu sempre de olho na mãe do meu amigo. Não podia surgir uma oportunidade e eu já aproveitava pra dar uma boa olhada nos seios dela, na bunda, nas roupas apertadas que ela gostava de usar. Muitas vezes fui ao banheiro deles só pra encontrar roupas usadas por ela e segurar nas minhas mãos, passá-las no meu pau e depois cheirar, me deliciando com o cheiro gostoso daquela fêmea. Era um festival de punheta que dava até dó.

O tempo passava e ela se tornava cada vez mais atenciosava comigo. Me abraçava quando eu chegava à sua casa, parava o carro na rua e me dava carona e já começava a me contar detalhes mais íntimos de sua vida. Eu, claro, me acabava de tanto me masturbar em homenagem a ela, pensando em como seria bom meter naquela mulher linda e cheirosa. Mas eu ainda tinha meus 18 anos, sem experiência, nunca tinha transado e, para complicar, não queria perder a longa amizade que eu tinha com o Wesley e nem perder o respeito do resto da família. Assim, mantive a minha paixão em segredo sem nunca dar a menor pista do que eu sentia em relação à ela.




Um dia fiquei sabendo de uma viagem de férias de duas semanas que o Wesley faria com seu pai e sua irmã. Por questões de trabalho, sua mãe não poderia ir, de forma que o pai dele recomendou que eu desse uma passada lá de vez em quando para que a dona Márcia não se sentisse tão sozinha. E foi isso que fiz. Todos os dias eu ia pra lá, conversávamos bastante e eu fazia algumas tarefas no quintal para ajudá-la. Na minha cabeça, qualquer hora ela iria aparecer só de calcinha e me chamar para o quarto dela, pra transarmos. Mas era só na minha cabeça mesmo.

Uns três dias antes de eles voltarem da viagem a minha sorte deu uma guinada. Eu estava no quintal aparando a grama quando olhei pela janela e a vi chorando, escostada no balcão da cozinha. Fiquei sem saber o que fazer e resolvi ir até onde ela estava. Quando me viu, ela ficou muito sem jeito e tentou disfarçar virando o rosto para que eu não a visse chorar.
- Dona Márcia, a senhora está chorando! O que foi? - perguntei colocando uma mão no ombro dela.
- Não é nada, André! Obrigada por se preocupar! Só estou triste - ela respondeu e saiu da cozinha em direção à sala deixando algo cair.

Antes que ela pudesse evitar eu me abaixei para pegar e percebi que era uma foto. Olhei a rapidamente e entendi porque a dona Márcia estava tão triste e desapontada. Na foto eu pude ver claramente o marido dela e uma garota nua em uma cama. O rosto dele estava entre as pernas abertas dela, pronto a dar uma boa chupada de boceta. E o incrível é que o danado estava sorrindo na foto, como um fora-da-lei que deixa pistas com o objetivo de ser pego.
- Veja com seus próprios olhos, André! - disse ela tentando enxugar suas lágrimas - Dediquei boa parte da minha vida a esse sem vergonha e olha o que recebo em troca.

Tentei abraçá-la para reconfortá-la e ela aceitou. Como eu já era bem alto na época, a cabeça dela repousou no meu peito confortavelmente e ficamos abraçados por um tempo. Finalmente ela me explicou que estava limpando os livros do seu esposo quando acidentalmente um deles caiu revelando a foto que estava dentro. Ao final da explicação ela voltou a chorar e eu novamente a abracei, dessa vez um pouco mais forte. O contato do corpo dela com o meu era tão gostoso que minha pica começou logo a endurecer e eu não consegui evitar.

Quando a dona Márcia sentiu minha ereção ela parou de chorar imediamente e se afastou de mim espantada.
- Que falta de respeito é essa, André? - ela disse mostrando uma certa irritação - você está se aproveitando do meu momento de tristeza pra tirar uma casquinha! Tem vergonha não?
- Oh, dona Márcia! - eu disse com cara de arrependido - peço mil desculpas! Não consegui evitar! Eu sempre a achei bonita e carinhosa. Eu penso que a senhora é a mulher mais bonita que já vi em toda a minha vida. Não passo um dia sem pensar em como seria bom transar com a senhora.

Eu esperava que ela fosse me dar um tapa na cara ou coisa assim. Mas ela não o fez. Em vez disso ela ficou me olhando de uma forma estranha.
- Eu acho que é melhor você ir embora, André! - disse ela, finalmente, olhando firmemente nos meus olhos.
- A senhora quer mesmo que eu vá? - perguntei.
Ela não respondeu. Apenas baixou o olhar. Nesse momento minha excitação cresceu ainda mais. Era a hora do golpe final. Puxei ela para os meus braços novamente. Ela veio sem resistência, toda trêmula, e ficou aninhada no meu peito, com a respiração ofegante. Não perdi tempo e procurei a boca dela com a minha. Inicialmente os lábios dela não se abriram. Mas, depois de uns cinco segundos, ela já me beijava loucamente, buscando minha lingua com a sua.

- Ohhhhhhh! Que boca gostosa você tem, menino! - dizia ela enquanto me abraçava fortemente e me beijava com a boca cada vez mais gulosa.
- Você já chupou a boceta de alguma mulher? - ela me pergunou entre gemidos - chupa a minha, chupa!! Estou com tanta vontade!
Eu não sabia o que dizer. Eu era virgem ainda e não fazia a mínima idéia de como chupar uma xoxota. Mas eu já tinha assistido tantos filmes e visto este tipo de cena mais de mil vezes. Não deveria ser tão difícil assim.
- Sim! Adoro chupar uma boceta! - eu respondi, torcendo para dar conta do recado. Minha idéia era que, se eu chupasse a prexeca dela corretamente, ela me deixaria meter nela depois.

- Vem aqui, vem! - disse ela me puxando para a sala - Espere um minuto que já volto.
Me sentei no sofá e aguardei. Logo ela reapareceu, completamente nua. Fiquei de boca aberta e sem palavras. Que mulher linda e gostosa. Apesar dos dois filhos, seu corpo estava todo durinho, os seios era grandes e maravilhos e sua boceta apresentava apenas um fiozinho de pêlos logo acima do seu clitóris.
- Fui deixar ela bem cheirozinha pra você, André! disse ela em pé na minha frente.
Me levantei e a abracei carinhosamente, beijando sua boca, massageando suas costas e deixando que minhas mãos passeassem por sua bunda e coxas. Ela gemia e se contorcia, apertando meu pau por cima da minha bermuda.

Depois de alguns segundos ela se sentou no sofá, trouxe o corpo um pouco pra frente e abriu bem suas pernas. Tentando me lembrar de todas as cenas dos meus vídeos pornôs favoritos eu me ajoelhei entre as pernas dela e comecei a beijar suas coxas, lentamente. Em seguida beijei a barriga e o umbigo, sempre dando pequenas lambidas. Eu percebia que ela tremia a cada um dos meus toques.
- Ohhhhhhh! Que gostosooooooo! - ela gemeu bem gostoso quando minha boca tocou sua boceta depiladinha e macia. Ela tinha uma vagina perfeita. Os pequenos e grandes lábios combinavam perfeitamente, em tamanhos e proporções. E no centro, um clitóris durinho e saliente, aguardando ser chupado e lambido com muita atenção.

Para a minha primeira chupada de boceta, eu achava que estava indo muito bem. Não senti nenhum nojo em relação ao gosto ou ao odor da prexeca dela. Pelo contrário, eu estava ficando cada vez mais excitado à medida que a xoxota dela ia ficando mais molhadinha. Me concentrei em seu clitórios e lambi e chupei com vontade. Enquanto isso meti um dedo na sua entradinha estreita e iniciei um tira-e-põe bem gostoso. A dona Márcia gemia como uma louca, pedindo pra eu colocar mais um dedo. Quando eu enfiei dois dedos, ela pediu mais um. Agora três dedos da minha mão entravam e saiam da boceta dela sem nenhuma dificuldade, enquanto minha lingua brincava com seu grelo. Não demorou muito e o resultado veio de forma muito satisfatória.

- Estou gozandoooo! Estou gozandooooooo! - Ela soltou um grito abafado e me segurou firme pelos cabelos, me puxando e esfregando minha cara na boceta dela, me lambuzando todo do líquido gostoso que saia de sua prexeca. Eu lambia sua boceta como um cachorrinho, enquanto ela se contorcia, tentando aproveitar seu orgasmo ao máximo.
- Menino, você é muito bom nisso! - disse ela me dando um beijo carinhoso - As meninas devem correr atrás de você o tempo todo, não?
Não falei nada. Apenas dei uma sorriso satisfeito e balancei minha cabeça afirmativamente. Eu não queria que ela soubesse que aquela chupada de boceta era a primeira que eu fazia em toda a minha vida.

- Agora vou fazer você gozar também - disse ela se sentando no sofá enquanto eu fiquei em pé na sua frente. Ela observou minha pica por alguns segundos. Estava duríssima do tesão que eu sentia. Depois de massagear minha bolas e beijar a cabeça da minha rôla ela finalmente abriu sua boquinha ao máximo e engoliu boa parte do meu pau. Quando senti sua boca quente e molhada e seus lábios macios ao redor do meu pênis eu quase fui à loucura. Parecia que eu estava no paraíso com aquela deusa do amor.

- Ohhhhhhh! Que sensação gostosa, dona Márcia! Chupa mais!! Chupa!!!! - eu disse a ela entre meus gemidos de satisfação. Ela mamava minha pica com vontade mesmo e me olhava nos olhos, sorrindo do prazer que eu estava sentindo.
- Goza na minha boca, menino! Deixa eu beber seu leitinho gostosoooo!!!! - disse ela punhetando meu pau um pouco mais rápido agora. Senti um arrepio percorrer todo o meu corpo e não aguentei mais. Comecei a disparar jatos enormes de pôrra bem quente na boca dela. A dona Márcia engoliu tudo e continuava mamando a cabeça da minha pica, querendo até a última gota. No auge do meu prazer eu pude ver seus olhos lindos me olhando, tentando entender todas as sensações que eu estava sentindo naquele momento.

- Agora venha ao meu quarto! - disse ela depois que ficamos uns 10 minutos deitados no sofá, bem agarradinhos.
Fomos ao quarto e ela me deitou completamente pelado em sua cama e ficou me olhando durante um tempo.
- Como se sente deitado na cama de outro homem e prestes a comer a mulher dele? - ela perguntou com um sorriso maravilhoso em seus lábios.
- Com medo! - respondi rindo.
- Não precisa! Nem ele nem ninguém ficará sabendo da nossa pequena aventura - disse ela - Você não vai contar, vai?
- Claro que não, dona Márcia! - respondi - pode confiar em mim.

Ela não disse mais nada. Só começou a chupar minha pica novamente e, quando percebeu que minha ereção já estava à mil por hora, ela veio por cima de mim. Soltei uns gemidos descontrolados quando a boceta dela desceu no meu pênis, deslizando, até eu sentir minhas coxas tocando a bunda dela. Minha pica estava enterrada até o talo em sua prexeca macia e molhadinha. De imediato ela começou a subir e descer o corpo, me olhando e mordendo seu lábio inferior.
- Gosta da minha boceta, menino? - disse ela me provocando - Curte essa boceta gostosa no seu pau?
- Simmmmmmm! Fode meu pau bem gostoso, fodeeee! - respondi procurando os seios dela com a minha boca.

- Issoooooooo! Chupa meus peitos enquanto eu gozo na sua pica! - Ela gemeu de prazer e rebolou ainda mais gostoso, subindo e descendo no meu pau cada vez mais rápido. Enquanto ela cavalgava meu cacete eu coloquei minhas mãos na bunda dela, apertando com força seus glúteos. Ela parecia em extâse.
- Ohhhhh! Me chama de safada!!! Chama!!! Fala que sou sua cachorra, menino!!! Vou gozarrrrrr! - ela avisou e começou a gemer, quase gritando.
Fiz o que ela pediu. Colei minha boca no ouvido dela e a xinguei de puta, de safada, de cachorrinha gostosa. Minha primeira trepada estava sendo uma maravilha.

- Ahhhhhhhh, meninoooooo! Estou gozandoooooo tão gostosooooo! - ela disse se agarrando em mim fortemente e empurrando a boceta no meu pau, permitindo umas enfiadas bem fundas. Não me aguentei mais e gozei com ela.
- Que pôrra quentinha na minha boceta! Goza bem gostoso dentro dela! Gozaaaa maissss!! - dizia ela apertando minha pica com sua xoxota gostosa, sugando mais e mais.

Ficamos deitados em sua cama namorando e conversando mais um pouco.
- Agora quero que você me faça um último favor, André! - disse ela se levantando e pegando uma câmera digital. Depois pediu que eu me deitasse entre as pernas dela e fizesse pôses simulando uma chupada em sua boceta. Enquanto eu fazia isso ela tirou umas 10 fotos. Demorei a entender o motivo mas fiz o que ela pediu. Em seguida escolheu uma na qual meu rosto não estava tão visível, embora fosse possível perceber um cara entre as pernas dela pagando uma chupada em sua prexeca. Em seguida ela me explicou que iria colocar aquela foto dentro do mesmo livro que ela tinha encontrado a anterior.

Achei justo a vingança, afinal a dona Márcia era uma mulher muito boa (em vários sentidos) e não merecia ser tratada daquela forma pelo seu marido. Tomamos um banho, nos vestimos e ela me acompanhou até a porta, me deu um beijo bem demorado e me agradeceu pela ajuda que lhe prestei.
- Que isso, dona Márcia? Eu que devo agradecer por ter me deixado realizar o sonho de fazer sexo com a senhora - eu disse e fui embora muito satisfeito pela minha primeira relação sexual ter sido com ela.

Nunca mais tivemos um momento sequer de intimidade. Continuei a frequentar a sua casa e a conversar com o meu amigo Wesley, sua irmã e seu pai. E ela se comportava como se aquela foda nunca tivesse acontecido. Poucos meses depois fui surpreendido pela separação dela e seu marido. O divórcio afetou muito meu amigo Wesley mas, em questão de semanas ele começou a superar tudo aquilo. Quanto à dona Márcia, ela nunca mais se casou. Optou por ficar solteira e aproveitar toda a sua sexualidade. Até hoje penso na quantidade de homens e rapazes que devem ter se deliciado comendo aquela boceta gostosa e gulosa.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: coroapauzudo
E-Mail: fccaninde@live.com
Data: 12/01/2016
Adorei este conto fiquei de pau duro tem novinha afim de ver um pau grande e so entra no meu zap zap moro sozinho[somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: m47uhQIvimy
E-Mail: n0lpap2bs@mail.com
Data: 07/02/2016
If you want to get read, this is how you sholud write.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Igor soyza
E-Mail: igorsouza33@yahoo.com.br
Data: 16/03/2016
Tem coroa gostosa ai ?

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: denis
E-Mail: denizcalixto@ghotmail
Data: 19/04/2016
Adorei a estoria so coroas que gosta de um pal grande pode entra no meu hotmail

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: denis
E-Mail: denizcalixto@ghotmail
Data: 19/04/2016
Meu sap [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Coroa safado
E-Mail: coroasp@outlook.com
Data: 07/05/2016
Nossa pele dia história deve ser uma coroa muito gostosa eu ia adorar pegar uma assim sou um coroa maduro e casado com muita experiência casadas e solteira a fim meu whastsap [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: moreno
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 07/06/2016
Q dlc de conto fiquei super excitado,mulheres gostosas qr conversar besteiras no zap [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gabriela
E-Mail: gffes06@gmail.com
Data: 31/07/2016
Coma meu cu


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anonimo
E-Mail: Betobolero2014@hotmail.com
Data: 31/07/2016
Oi Gabriela me chama no zap [somente e-mail permitido agora] tenho pauzao bjs gata te aguardo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 27/09/2016
SOU DE GUARULHOS SP TENHO 39 ANOS SOLTEIRO MULHERES DE SÃO PAULO (CAPITAL) AFIM DE REALIZAR SUAS FANTASIAS CHAMA NO WHATSAPP [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Namorada perfeita
Morena novinha e deliciosa tira a calcinha e mostra sua bundinha redondinha e empinada. Em seguida ela mostra a pepeca lisinha
Novinha mostrou o cuzinho
Gatinha com sede de pica tira o short e a calcinha e faz um vídeo mostrando a bucetinha e o cuzinho todo depilado
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Maciel disse:
Adorei esse conto. Embora um pouco antigo, mais uma delícia. Essa menina e uma princesa.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

O mecânico comeu a patricinha [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
JOMAR CLAUDIANO disse:
jomar[Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]@gmail.com adorei seu conto fiquei muito excitado sou louco pra foder uma patricinha

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Diogo disse:
Quero transar com a mãe e filha ou comer uma mãe na frente da filha meu número [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem].1246

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dei a boceta para o pai da minha amiga [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Diogo disse:
Tenho vontade de transar com mãe e filha ou comer uma mãe na frente da filha. [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem].1246

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dei a boceta para o pai da minha amiga [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
SMcNamara disse:
Sou Sonja, aeromoça, 25 anos, de São Francisco. Eu tinha 14 anos, quando pensei, como seria ser lésbica uma relação de intimidade seria com uma garota. Tive então minha primeira namorada e depois de alguns dias, ela me disse, ela tem os mesmos pensamentos. Ficamos felizes durante 7 anos com o dedo e a língua, até que ela se casou com um homem rico no Brasil.
sonjamcnamara@yahoo.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Corno realizado [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Danilo disse:
Nossa que delícia de conto. gozei duas vezes lendo o seu conto , e quero muito fuder ela na sua frente, imagina eu depois de comer a bocetinha dela e partindo para o cuzinho dela, aí vem vc e começa a chupar a bucetinha dela como umm verdadeiro corno. 1 3. 9.8.8.6.7.8.5.4.2

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A ajuda da minha sobrinha Aline [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Rolatesuda disse:
Sobrinhas safadas que curte uma rola grossa a fim de gozar gostoso vemmmmm

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Traindo meu marido no hotel [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Régis disse:
Casadas ou solteiras que queiram gozar só chamar 77.99199.6363

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A faxineira [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Régisme disse:
Me chame no zap casadas solteiras que queiram prazer 77.99199.6363

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Morenag disse:
Olá tenho 25anos procuro um suggar daddy quero ser tua suggar baby, adoro sair, viajar, conhecer pessoas, lugares, jantar, curtir a noite a dois. Me chame no meu e-mail solfsantos126@gmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A calcinha da minha enteada (com fotos) [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu pai me pegou dando a minha bundinha, e me comeu também [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu padrasto come minha buceta todos os dias [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia