Bati uma punheta para o velho taxista


Enviado por Casada e Carente em 13/05/2015
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Jovens X Mais Velhos | Visitas: 35650
Avaliação: [Votar]
9 Comentários [Comentar]

Meu nome é Bruna e fui garota de programa na época da faculdade. Sei que vocês vão me criticar, mas era a única forma de pagar as mensalidades, já que eu saí do interior e vim morar sozinha, e o emprego que consegui mal dava para pagar o aluguel. A estória que vou contar aconteceu durante este período bem "interessante" da minha vida.

Uma tarde, sem saber bem por qual razão, eu me vesti de maneira audaciosamente vulgar e provocante para ir a um encontro. Vesti uma saia justa, cuja costura lateral ficava aberta até à altura da coxa e uma blusa decotada e transparente. Para disfarçar, coloquei uns óculos escuros.

Peguei um táxi que me levaria ao motel, retirado uns seis quilômetros do centro da cidade, onde encontraria um cliente, com quem eu já tinha ficado duas vezes, e que gostava de me tratar como uma putinha barata.

Ao entrar no táxi, o motorista, um senhor de idade, que aumentava sua magra aposentadoria com esse serviço extra, não conseguiu ocultar sua admiração quando eu me inclinei e meus seios se mostraram quase inteiramente. Ao ver o olhar de cobiça do velho, eu resolvi provocá-lo para me divertir um pouco até chegar ao motel.




Na saída da cidade o tráfego dos veículos foi raleando, e mesmo assim, o taxista dirigia à baixa velocidade, me examinando pelo retrovisor ou voltando-se, e puxando conversa, para melhor apreciar as belas coxas que, maliciosa, eu não fazia questão de esconder.

A certa altura, ele reduziu a marcha, dirigindo o táxi para o acostamento, esclarecendo que ao que parecia o motor estava apresentando um defeito. Inquieta, eu contei que tinha um encontro marcado e estava quase em cima da hora. O velho pigarreou, buscando coragem e perguntou se eu era uma...Ele ia dizer "prostituta", mas refez a fala e disse: "garota de programa."

Eu ri, encorajando-o. Depois de muito gaguejar, o taxista fez uma proposta. Me daria um abatimento no valor da corrida se eu topasse fazer umas coisas. Ele se mostrava tão atrapalhado que chegou a tirar do bolso um maço de dinheiro, balbuciando: "o dia hoje não foi bom, a féria foi pouca, mas eu pago! Eu pago cinquenta reais se você..."

Eu ri com muita vontade. E, me fazendo de desentendida, sentindo prazer em ser má, perguntei:
- Paga quanto? Só cinquenta? Pra fazer o quê?
O velho misturava as propostas, não sabendo se queria "meter, ou chupar" ou simplesmente me tocar.

- Cinquenta? Pra eu deixar o senhor (destaquei bem a palavra senhor) me passar a mão? Ou é pra eu chupar? Não chupo não!
- Tá! Tá bom. Pago cinquenta só pra passar a mão... - ele aceitou, suando, e estendendo a nota para mim.

- Tá bem. - eu admiti, pegando o dinheiro, mas logo fiz um ar de ofendida e acrescentei, para confundí-lo - mas passar a mão aonde?
- On-onde você deixar...
- Acho que é melhor eu fazer as coisas! Me dá mais vinte e eu bato uma punheta!

Ele corou e seu gogó subiu e desceu pelo pescoço enrugado. Então ele começou a tirar outra nota do bolo, gaguejando que aquele dinheiro não era dele e sua comissão era pequena. Todavia ele mostrava disposto a pagar. Suas mãos tremiam tanto que eu o ajudei, puxando uma nota de vinte. Mas, diabólica, armei outro plano. Devolvi a última nota, dizendo:

- Toma de volta seu dinheiro. Não vou bater punheta não. Quando chegar em casa peça à sua mulher! Mas eu sou boazinha e deixo o senhor passar a mão nas minhas coxas.
Ele pegou de volta o dinheiro, parecendo desconsolado, recolocou o maço no bolso e eu subi minha saia mostrando as minhas coxas.

- Vamos! Pode passar as mãos nas minhas pernas! Aproveita! Mas só nas pernas, viu!
O velho quase babou ao ver minhas belíssimas coxas à sua disposição e atacou antes que eu mudasse de idéia. Maldosa, eu me fiz de tímida, quando as trêmulas mãos do velho, subindo pelos joelhos, alcançavam a parte superior das minhas coxas. Então cerrei fortemente as pernas, como que avisando que não passasse dali.

Ele acatou o sinal e ficou alisando a minha pele aveludada, olhando cobiçoso o macio triângulo do meu púbis, mal coberto pela calcinha quase transparente.
- Se você me der aqueles vinte, eu deixo passar a mão "nela".
- Deixa? - perguntou ele, satisfeito e já ia levando a mão à minha xoxota.
- Espera! Primeiro o dinheiro!

Obediente, ele tirou de novo do bolso o maço de dinheiro, e apressado, me entregou, dizendo:
- Pega aí, menina.
Sem perder tempo, ele apalpou minha boceta gordinha sob a minha calcinha e esfregou, satisfeito. Parecia indeciso se apenas afastava a calcinha ou se a puxava para baixo. Ele cavou um pouco e um dedo mais atrevido deslizou pela minha racha.

- Devagar, vovô! Vai rasgar minha calcinha! Ou até machucar minha xoxota! Assim quando eu chegar ao motel nem vou poder dar pro meu cliente!
Enquanto eu o repreendia, levantei minha bunda do banco e abaixei minha calcinha, expondo minha prexeca aos olhos maravilhados do velho taxista. Ele ficou embasbacado, imóvel, apreciando minha tão desejada buceta.

- Há quanto tempo não vê uma xoxota, vovô?
O velho não respondeu e permaneceu imóvel, venerando a minha rachinha cercada por pêlinhos loiros e sedosos.
- Vamos! Pode pegar! Anda! Meu horário já está vencendo!

O velho levou ambas as mãos à minha bocetinha quentinha, passando os dedos, carinhosamente pela penugem rala e sedosa, usufruindo bem e devagar, valorizando o pagamento que ele tinha feito. Eu abri e fechei minhas pernas, deixando-o completamente louco. Ele deslizou os dedos pelos lábios gordos, de cima a baixo.

Um dedo encontrou a minha entradinha, ele quietou, medroso de ousar mais. Generosa, eu permiti:
- Pode enfiar um dedo. Mas devagar, viu?
O dedo dele penetrou minha bocetinha adentro, ele suspirou, deleitado. Esquecido talvez duma provável irritação de minha parte, com a outra mão ele acariciava a minha coxa, indo até a minha cintura, me agarrando, como se aquele presente do céu pudesse sumir de repente.

Tomada por um ímpeto de caridade, eu decidi recompensá-lo mais e abaixei as alças da minha blusa, exibindo meus lindos seios.
- Olha, meu velho. Olha! Não são lindos?
Ele não sabia se olhava os meus belos peitinhos ou se continuava embaixo, apreciando a xoxotinha novinha que aquecia seu enrugado dedo. Fiquei espantada com a minha caridade momentânea e resolvi explorar a tara do taxista.

- Se você não me cobrar a corrida eu bato uma punheta, quer?
O velho aceitou e eu rapidamente desafivelei sua folgada calça. O pinto dele não tinha alcançado uma ereção completa e isto parecia embaraçá-lo, mas eu soube dar um trato adequado, não só estimulando os testículos, mas também murmurando frases obscenas: "quando você enfiar seu cacete na minha buceta ele vai ficar durinho! Aí seu pau vai me arregaçar, vai me fazer gozar neste cacete! Quantas mulheres ele já comeu? Ai! Que pinto gostoso, benzinho! Quer que eu mame nele? Quer? Ou quer lamber minha perereca?"

O velho respirava com dificuldade, mas não perdia tempo. Enfiou três dedos na minha grutinha úmida, indo até ao fundo e voltando. De repente, não mais resistindo, ele levou a outra mão aos meus seios, e eu, vendo que a ejaculação dele chegava, autorizei:
- Pode mamar aí, vovô. Chupa meus biquinhos, me faz gozar! Anda, mama, que eu vou te chupar também, te chupar todinho e fazer você gozar gostoso!

Eu acelerei a punheta que eu estava batendo pra ele, mas não tive coragem de abocanhar o seu pênis. O velho, no entanto, colou sua boca ao meu mamilo inchado e lá embaixo, sua mão entrava e saía da minha rachinha afogueada. Mesmo excitada pela situação, além do perigo, pois um carro ou outro ocasionalmente passava pela estrada, eu sabia que não teria orgasmo.

Eu só tinha provocado aquela situação para me dar uma satisfação pervertida. O velho ejaculou, molhando sua calça. Seus tremores demoraram a cessar, me causando receio de que tivesse um ataque cardíaco. Depois ele se limpou com uma flanela suja e eu, com um lenço perfumado que eu sempre levava na bolsa, limpei a baba dos meus mamilos e a umidade da minha xoxota.

Vesti a minha calcinha, subi a blusa e, dona da situação, ordenei que ele voltasse logo à estrada, pois já estava atrasada para transar com o meu cliente. Chegando ao motel, o taxista nada cobrou e ainda me agradeceu. Eu lhe dei um beijo e prometi que um dia qualquer eu daria pra ele.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 14/09/2015
Voce e muito gostosa e tesuda quero chupar o seu grelao adorei vadia linda


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Araujo
E-Mail: [somente e-mail permitido agora]
Data: 27/11/2015
Deliciia so louco pra fuder uma garota de programa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gaga
E-Mail: [somente e-mail permitido agora]
Data: 02/12/2015
Quero foder com ela tambem

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: DOIDELA.....
E-Mail: franzer477@gmail.com
Data: 31/12/2015
franzer477@gmail.com....(...adoro casadinha...e netinha vadiazinha....adoro chupar um cu e beijar lamber e sua buctinha...s moreno solteiro 56.ano malhado...nada de especial sou fei...mais vou beijar o seu cuxinho ate vc gozar

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Rogercassino
E-Mail: Ge.jota.pel@hotmail.com
Data: 09/02/2016
Ótimo conto!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: rogério silva
E-Mail: rogério silva@.com
Data: 25/03/2016
Me deixou de pau duro


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: alexandre
E-Mail: alexandregrande123@gmail.com
Data: 23/06/2016
uallllll, caridade demais, me excitei so de ler, parecia ser so algo bobo, mas fez o mes do senhorzinho, isto é gostoso qdo rola uma carona e rola uns pegas asssim, show de mais. alexandregrande123@gmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 29/07/2016
Algum coroa querendo uma garota de programa sou de jundiai meu fone [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Morena safada
E-Mail: thainarrebello69@gmail.com
Data: 24/06/2019
Meu sonho fazer isso um dia

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Marquinha de biquíni no WhatsApp
Safadinha linda mostra a marquinha de bikini nos seios e traseiro e depois abre a bunda para vermos seu cuzinho
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Foram flagrados no banheiro da escola
Casal de novinhos estava tão concentrado na foda que não viram a câmera. Só depois de gozar é que a meninha percebeu

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Maciel disse:
Adorei esse conto. Embora um pouco antigo, mais uma delícia. Essa menina e uma princesa.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

O mecânico comeu a patricinha [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
JOMAR CLAUDIANO disse:
jomar[Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]@gmail.com adorei seu conto fiquei muito excitado sou louco pra foder uma patricinha

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Diogo disse:
Quero transar com a mãe e filha ou comer uma mãe na frente da filha meu número [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem].1246

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dei a boceta para o pai da minha amiga [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Diogo disse:
Tenho vontade de transar com mãe e filha ou comer uma mãe na frente da filha. [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem].1246

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dei a boceta para o pai da minha amiga [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
SMcNamara disse:
Sou Sonja, aeromoça, 25 anos, de São Francisco. Eu tinha 14 anos, quando pensei, como seria ser lésbica uma relação de intimidade seria com uma garota. Tive então minha primeira namorada e depois de alguns dias, ela me disse, ela tem os mesmos pensamentos. Ficamos felizes durante 7 anos com o dedo e a língua, até que ela se casou com um homem rico no Brasil.
sonjamcnamara@yahoo.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Corno realizado [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Danilo disse:
Nossa que delícia de conto. gozei duas vezes lendo o seu conto , e quero muito fuder ela na sua frente, imagina eu depois de comer a bocetinha dela e partindo para o cuzinho dela, aí vem vc e começa a chupar a bucetinha dela como umm verdadeiro corno. 1 3. 9.8.8.6.7.8.5.4.2

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A ajuda da minha sobrinha Aline [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Rolatesuda disse:
Sobrinhas safadas que curte uma rola grossa a fim de gozar gostoso vemmmmm

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Traindo meu marido no hotel [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Régis disse:
Casadas ou solteiras que queiram gozar só chamar 77.99199.6363

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A faxineira [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Régisme disse:
Me chame no zap casadas solteiras que queiram prazer 77.99199.6363

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virei puta do meu padrasto [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Morenag disse:
Olá tenho 25anos procuro um suggar daddy quero ser tua suggar baby, adoro sair, viajar, conhecer pessoas, lugares, jantar, curtir a noite a dois. Me chame no meu e-mail solfsantos126@gmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A calcinha da minha enteada (com fotos) [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu pai me pegou dando a minha bundinha, e me comeu também [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu padrasto come minha buceta todos os dias [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roseli disse:
Olá a Todos, meu nome é Rose, fico cheia de tesão quando leio essas historias, queria um macho para me fuder gostoso, pois os novinhos só querem brincadeira, sou séria, mas sou safada na cama. Bjo Delicias. 018.9.9755.8220

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia