Meu sobrinho precisava de notas na faculdade e acabei dando para seu professor


Enviado por Assanhadinha em 10/01/2020
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto erótico

Categoria: Traições | Visitas: 689
Avaliação: [Votar]
0 Comentários [Comentar]

Neste relato erótico eu vou contar para vocês a enrascada que eu me meti, há uns três meses, tentando ajudar o meu sobrinho Lucas. Meu nome é Larissa, tenho 29 anos, e casada com o Danilo há 3 anos. Sou morena clara, cabelos e olhos castanhos, 1,73cm de altura e 64kg. Não sou nem muito magra nem gordinha, digamos que estou no peso ideal, a custa de muita academia, é claro. Não tenho filhos ainda.

Sou a mais nova de três irmãs e um irmão. Todos já se casaram e construiram suas vidas. Minhas irmãs trabalham fora, mas eu decidi ficar mais tempo em casa, cuidando do meu marido e continuar estudando para concursos, já que me formei em administração mas nunca consegui atuar na área. De todos os meus sobrinhos, o que tenho mais afinidade é um dos filhos da minha irmã mais velha, o Lucas. Ele tem 22 anos e é muito lindo.

E aqui começa a história. Eu o Lucas temos um caso escondido da família. Ele tem namorada, mas eu não me importo, já que sou casada e ele também nunca reclamou por causa disso. Meu esposo é muito bom de cama, me faz gozar muito, porém, nunca encontrei um menino pra mim comer tão gostoso quanto o Lucas. Nossaaaa! Com ele eu me sinto uma mulher completa. Mas é só sexo mesmo, nós nunca nos apaixonamos um pelo outro.

Não vou dizer que sou uma mulher santa, longe disso. Aos olhos do meu marido e de nossas famílias, eu sou a esposa dedicada e estudiosa, mas longe deles eu me transformo na putinha mais safada. Dou a buceta mesmo, e até o cú, de vez em quando. Já tive e tenho casos com homens casados, sem o Danilo saber, é claro. É assim que vou descolando um dinheiro extra para comprar as coisas que meu amado maridinho não me dá.




Um dia eu estava em casa assistindo TV e esperando meu esposo chegar. Estava passando um programa tão chato que comecei a ficar entediada. Nisso veio à minha mente alguns dos meus amantes, alguns homens com quem eu já tinha ficado. Comecei a recordar isso e fui ficando com muita vontade de dar. Eu queria um pau bem gostoso na minha buceta, pra eu gozar em cima dele e depois chupar até o cara gozar na minha boca.

Nisso meu celular tocou. Atendi e era o meu sobrinho Lucas.
- Oi, meu amor! Como você está? - perguntei, toda manhosa, com minha saia levantada e minha mão dentro da minha calcinha.
- Com saudades da minha putinha favorita! - ele respondeu.
- Sei, saudades de mim, né?
- Sim, louco de saudades desse seu corpinho gostoso!

- Nossa, amor! Você falando assim me deixa com muita vontade... que dia você acha que a gente pode se encontrar pra você me comer bem gostoso, heim?
- Não sei, Larissa! Também estou louco pra meter nessa sua bucetinha... mas hoje eu te liguei pra te pedir um favor!
- Claro, meu amor! Pode me falar o que é!

- Sei que abusei da intimidade que temos... fico até sem jeito de falar isso!
- Ah, mas agora tem que falar! Fiquei curiosa!
- Sabe, eu estava muito mal em uma disciplina da faculdade, e o professor ia me reprovar... como somos um pouco amigos, eu falei pra ele que arrumaria uma menina bem safada pra dar pra ele... ele aceitou e acabou me passando!

- Sim, mas onde entro nisso, Lucas?
- A menina é você, Larissa! - meu sobrinho relutou um pouco e acabou falando isso.
- Você ficou doido?!? - na hora fiquei muito brava com ele. - Uma coisa é a gente ficar, e outra é você me negociar com outros homens. Deus do céu! Se o Danilo ficar sabendo disso meu casamento acaba!

Na hora que falei isso, houve uma longa pausa na ligação.
- Larissa... você é minha putinha, não é? - o Lucas finalmente perguntou.
- Sou, amor! Você sabe disso... mas esse seu pedido é estranho demais!
- Eu sei! Mas faz isso por mim, por favor! Eu falei pra ele que vou levar uma menina bem putinha mesmo... ou melhor... a mais puta que conheço!

- Você não tem jeito mesmo, heim? - falei e começamos a rir. - Sou puta só com você... você sabe disso!
- Sim, é a minha putinha gostosa... que mete muito gostoso e que me faz gozar igual um louco! - o safado do meu sobrinho falou e resolvi concordar com aquela loucura.

- Tá, tá bom! Tomara que eu não me arrependa disso!... onde e quando vai ser? - perguntei, ainda um pouco receosa.
- Próxima sexta, Larissa... no apartamento do meu professor! Te levo até ele, te deixo lá e depois te pego... pode ser?
- Sim, acho que fica bom assim! Mas agora vamos falar de nós dois... estou com tantas saudades!

Conversei mais um pouco com o meu sobrinho e logo meu esposo chegou do trabalho. Como eu sempre faço, servi a ele o jantar e conversamos sobre seu trabalho, meus estudos e nossas famílias, e depois sobre outras novidades. No final, como é comum, ele me falou como ele estava se sentindo, o quanto ele me amava, o quanto ele era feliz por eu ser sua esposa, a esposa que o apoiava em tudo, a mulher fiel, que abria mão de muita coisa para viver apenas para ele, blá, blá, blá.

Repetindo algo que já era rotina, eu disse ao Danilo que ele era um excelente esposo, que eu o amava muito, que ele era o amor da minha, e que se ele era feliz por estar casado comigo, eu também sentia a mesma coisa. Começamos a nos beijar com muito amor e acabamos indo para a cama transar. Ele me fodeu por alguns minutos e pronto. Mas, como sempre, ele não esperou eu gozar. Nossa! Falta muito para o Danilo me satisfazer sexualmente, mas tirando isso, ele é um excelente esposo.

Na sexta-feira, logo após o almoço, meu sobrinho passou na minha casa e me pegou. Caprichei no visual. Vesti uma calça preta bem apertada e que marcava bem as minhas pernas e meu bumbum, uma blusa vermelha com as alças do sutiã aparecendo e, para finalizar, minha sandália de salto alto favorita. Fiquei parecendo uma verdadeira garota de programa, o que, afinal de contas, eu iria ser naquela tarde.

- Uau! Que gata mais linda!... deu vontade de te pegar agora, Larissa! - o Lucas disse assim que me viu.
- Você pode me pegar depois do seu professor! - falei e caímos na risada. Entrei no carro dele e saímos rapidamente, já que eu teria que fazer o favor a ele antes do meu marido retornar do trabalho.

- Então, o que seu professor sabe a meu respeito? - perguntei ao meu sobrinho no caminho.
- Falei pra ele que você é uma acompanhante amiga minha e que cobra muito caro... que você só sai com homens ricos e escolhidos a dedo! - o Lucas respondeu com a cara mais safada.
- Meu deusssss! Não acredito que você inventou isso! Você sabe que nunca cobrei pra transar, nem de você nem de outros homens! - menti, fazendo cara de inocente.

- Eu sei, Larissa! Mas é pra ele pensar que você é uma menina que todos pegam... e aí ele não vai se apaixonar por você, entende?... além disso, ele não sabe que você é minha tia! - o Lucas disse e acabei concordando. Conversamos mais um pouco e chegamos a um conjunto de edifícios muito velhos e descuidados. Meu sobrinho pegou o celular e ligou para seu professor, que nos indicou o bloco e o apartamento que ele morava.

Enquanto íamos a pé, passando de um bloco de apartamentos para outro, percebi que os homens ficavam olhando para mim e para o meu traseiro o tempo todo. Nossaaaaa! Isso me deixou em um estado de excitação muito louco, com o fundo da minha calcinha todo molhadinho e os bicos dos meus seios doloridos de tão duros que ficaram.

- É aqui! - meu sobrinho disse quando chegamos ao apartamento informado. Ele tocou a campanhia e um senhor de uns 65 anos, com um enorme barba, um pouco careca e gordo apareceu e nos cumprimentou. Seu nome era Paulo.
- Muito bem, Lucas! Vejo que você realmente cumpre o que promete! - o professor do meu sobrinho disse e, me olhando de alto abaixo, me dirigiu um sorriso de homem muito tarado. Minha pepeca piscou.

- Sim, professor! Dá uma olhada nessa gata! O senhor pode procurar a cidade toda que não vai encontrar uma puta mais gostosa que essa! - o Lucas disse e fiquei com vontade de dar um murro na cara dele por me chamar de puta daquele jeito. Mas eu estava com tanto tesão que deixei passar.
- É, cara! Realmente você me trouxe a melhor mesmo. Qual o seu nome, princesa? - o professor me perguntou.

- Pâmela... e não quero ser sua princesa, seu safado! Quero ser sua putinha! - respondi com a voz toda manhosa e mentindo sobre o meu nome verdadeiro.
- Hummmmm! É assim que gosto, cachorrinha linda... é assim que gosto!
- Professor, lembrando que o senhor só tem uma hora com ela, tá?... aproveita bem que venho buscar essa gata daqui a pouco! - o Lucas falou e se foi, me deixando sozinha com seu professor.

- Vem, putinha gostosa... vou te foder todinha!
- Sim, gato! Quero pra você me comer bem gostoso, tá? - falei e o professor do Lucas me puxou pela mão até o seu quarto. Mal entramos e ele já estava apertando minhas nádegas, me bolinando, e eu com a mão em seu pau, acariciando, por cima de sua calça. Logo ele me beijou na boca e eu chupei a língua dele bem gostoso. Em dias normais eu não faria isso, mas nesse dia eu estava com muita vontade de transar.

- Vamos tirar essa roupa, gatinha... vem cá, vem! - ele me agarrou por trás e começou a tirar minha blusa e meu sutiã, sempre beijando o meu pescoço e me deixando mais atiçada. Depois ele desabotoou minha calça e a desceu, junto com a minha calcinha. Já completamente nua eu me virei de frente para ele novamente e foi a minha vez de despir ele. Tirei sua camisa e vi aquela barrigona enorme, que não me deixava ver bem o seu pênis.

Então, depois de tirar sua calça e sua cueca, eu me agachei entre suas pernas e finalmente pude ver seu pau. Era muito pequeno, algo em torno de 14cm, muito fino, mas estava bem durinho. Esfreguei meu rosto naquela pica quentinha, sentindo o cheiro gostoso de rola. Então abri a minha boca levemente e abocanhei a cabecinha.
- Ohhhhhhhhhhhhhh... isso, cachorrinha safada! - o professor do meu sobrinho gemeu de prazer.

Mesmo a pica dele sendo muito pequena, eu caprichei no boquete. Chupei lentamente, passando a língua por toda a extensão do seu pinto.
- Ahhhhhhhhhhhh... sua gostosa... chupa mais... isso, puta safada! - ele gemia, a ponto de gritar. E eu só chupando a cabeça da rola. Pelo visto, o professor do meu sobrinho não era o tipo que transava com muita frequência. E olha que ele dava aulas em faculdades, o lugar onde as meninas dão a buceta o tempo todo.

- Pega! - falei e, tirando uma camisinha da minha bolsa, entreguei a ele para que ele o colocasse em seu pênis. Não vou mentir. O professor não tinha nada de atrativo, mas eu precisava ajudar o meu sobrinho. Assim, enquanto ele colocava o preservativo, peguei um lubrificante e passei um pouquinho na entrada da minha buceta.

- Vamos... como você quer me comer?
- De quatro, com a sua bunda bem empinada, sua cachorra safada! - ele me falou e me ajeitei na beirada da cama dele, com meu traseiro bem empinado e minhas pernas levemente abertas. Até imaginei que ele ia se abaixar e chupar um pouco a minha xoxota ou o meu cuzinho, mas não foi isso que aconteceu. Ele queria mesmo era meter em mim.

- Ohhhhhhhhhhhh... que buceta gostosa! - ele gemeu quando seu pau se encaixou na entrada da minha pepeca e deslizou para dentro. Lentamente senti sua pica entrando, suavemente, até não poder mais. E as mãos dele firmes na minha cintura, me apertando e me puxando pra ele. Nossaaaa! A pegada das mãos dele até estava me deixando excitada. Então, depois que o pau entrou todinho em mim, o professor do meu sobrinho ficou parado, quieto, como se tivesse enfiado em mim o maior pau do mundo. Isso quase me fez rir.

Fiz uma leve contração com a minha pepeca e apertei o pênis dele. O tarado soltou um gemido abafado e, me segurando com força mesmo, começou a fazer o vai-e-vem, entrando e saindo de dentro de mim.
- Ai, ai, mete gostoso, vai... me come bem gostoso, seu safado! - falei para motivá-lo ainda mais, já que ele estava me penetrando com violência, como se seu pau fosse o do Kid Bengala e não sua piquinha de dar dó.

Mesmo assim entrei no clima, rebolando minha bunda e jogando meu corpo para frente e para trás. É claro que o professor do meu sobrinho era péssimo de transa, não tinha aquela dança gostosa dos quadris. Voltei a olhar para ele, por cima do meu ombro e vi que o coitado estava suando de bica, com o rosto vermelho, provavelmente do Viagra ou Ciales que ele tinha tomado. Então me veio uma vontade enorme de que ele gozasse logo, já que eu não estava sentindo mais nada.

- Mete, seu gostoso... me fode todinha com esse seu pau... ahhhhh... faz eu gozar nele, faz... hummmmmmmmmmmm... que delícia, meu deussss!! - comecei a falar e gemer, sem muito entusiasmo.
- Você gosta, né, putinha safada?... toda mulher gosta da minha vara, sabia? - ele falou e eu, que não estava aguentando mais segurar o meu riso, caí na gargalhada.

- Do que você está rindo, sua puta sacana? - o professor perguntou e me deu dois tapas fortes no traseiro, que me arderam muito.
- Estou rindo de prazer, de tão gostoso que está... nosssaaa... está tão gostoso... você fode muito gostoso... vai, continua... não pára! - gemi e falei, e ele alí, me segurando forte pela cintura e beijando e mordendo a minha nuca.

- Vou te foder todinha, sua cachorrinha safada... gostosa... que bucetinha gostosa, putinha linda!! - ele falou e começou e meter bem rápido, entrando e saindo, entrando e saindo. Seu pau começou a ficar mais grosso e sua barrigona batia forte contra as minhas nádegas.

- Ahhhhhhhhhhhhhhh... estou gozando... estou gozando... caralhoooooo...!! - ele gemeu deliciosamente e começou a gozar dentro de mim. Senti a ponta da camisinha se enchendo de esperma quentinho.

Como eu sempre tenho receio do preservativo romper nessas horas, eu mesma joguei meu corpo para a frente e o pau dele saiu, já bastante mole.
- O que você achou, heim, putinha gostosa?
- Nossa!... adorei... você fode tão gostoso, seu safado! - respondi, para deixá-lo animado.
- Eu queria muito te ver novamente! Quanto você cobra?

- R$ 400,00 a hora! - falei, enquanto vestia minha calcinha.
- Cacete, menina!... você é cara pra porra!
- Sou mesmo! Mas é porque eu saio muito pouco... só quanto eu gosto mesmo do homem! Por isso que minha buceta está sempre apertadinha! - falei e comecei a rir.

Enquanto eu terminava de vestir a minha roupa, eu e o professor ficamos conversando mais um pouco. Ele me disse que ia economizar um dinheiro pra meter em mim de novo. Inventei um número de telefone e passei para o coitado, já que eu não tinha o mínimo interesse em dar pra ele novamente. Affff! Pau no cú! Vai ser ruim de foda assim naquele lugar. Ainda bem que não demorou mais que 20 minutos para o Lucas chegar. Como eu e o professor já estávamos vestidos, os dois se despediram um do outro e eu e meu sobrinho fomos embora.

- E então, Larissa?... como foi com o professor?... ele meteu gostoso? - meu sobrinho já foi me perguntando e dando uma risada.
- Deus me livre!!!!... nunca dei pra um cara tão ruim de foda... puta que pariu, Lucas!... e ele ainda se acha... kkkkkkk... se acha o maior fodedor do mundo... com o maior pau do mundo... que vergonha! - reclamei.

- Ele é assim mesmo... insuportável... mas ainda bem que você topou me ajudar! - meu sobrinho concordou.
- Sim, e agora que eu te ajudei, você tem que me ajudar também... sua tia está louca de vontade de dar mais... mas quero um pau de verdade... um macho gostoso, safado... pra me comer bem gostoso! Vamos para um motel! - falei.

- Claro que sim, minha tia favorita! Temos muito tempo pra foder essa sua buceta bem gostoso... você merece um carinho especial hoje! - o Lucas falou e me deu um beijo na boca. Rapidamente chegamos a um motel que eu conhecia. Pedimos uma suíte e entramos. De frente para a cama havia uma pequena pista de dança e uma barra para a prática de pole dance. E ao lado uma banheira de hidromassagem jacuzzi.

Depois de encher a banheira, o Lucas se acomodou dentro dela, pegou um drink e pediu que eu dançasse um pouco para ele, fazendo um striptease. Como eu gosto de provocar os homens e deixá-los de pau bem duro, comecei a fazer uma dança muito sensual, usando a barra de pole dance como apoio e fui tirando minha roupa aos poucos, até ficar peladinha. Meu sobrinho não parava de me olhar, gritando e me aplaudindo.

- Vem aqui, sua cadela... vem... vem aqui no seu macho! - o Lucas disse e caminhei até ele. Entrei na banheira e ficamos bebendo e nos acariciando durante quase meia hora. Ele tocava e massageava as minhas pernas, minhas nádegas, meus seios, enfiava os dedos na minha buceta e no meu cú, me provocando, me deixando cheia de tesão. E eu acariciava seu peito, seu pau gostoso e seus testículos. Até que não aguentamos mais e saímos da jacuzzi, nos secamos e fomos para a cama.

Caí de boca na rola do Lucas, dando beijinhos por toda a extensão de seu pau grosso e com as veias bem inchadas. Lambi muito e depois chupei a cabeça, fazendo desenhos com a minha língua. Meu sobrinho gemia como louco. E o mais gostoso é que podíamos ouvir uma foda super gostosa no quarto ao lado. A menina gritava tanto que parecia que o cara estava era fodendo o cú dela. E o barulho que os dois faziam me deixou ainda mais tesuda.

Subi em cima do meu sobrinho, ajeitei a cabeça da pica dele na entradinha da minha buceta e soltei meu corpo, engolindo a vara dele todinha com a minha xoxota lambuzada e gulosa.
- Ahhhhhhhhhh... que pau gostoso... que delíciaaaaaa... ahhhhhhhhh... isso é que é pica... não... aquela coisa... mole... ahhhhhhh... do seu professor...!! - gemi e sussurrei bem na boca do Lucas, em um beijo super apaixonado.

Rebolei gostoso na piroca do meu sobrinho e gemi, tomada pelo mais puro prazer. E os gritos e gemidos do casal do quarto ao lado estavam me deixando louca. Comecei a sentar com força mesmo no pau do Lucas, subindo e soltando o meu peso, para descer escorregando na vara. Meu deusss! Como eu estava precisando dar minha xoxota.
- Isso, putinha... fode o pau do seu sobrinho, titia gostosa... fode essa pica todinha... vai! - ele falava e apertava os biquinhos dos meus peitos.

- Hummmmmm... seu safado... fode sua titia, fode... hummmm... seu gostoso... fala que esse pau é meu... fala... delícia... você pode enfiar esse... pau... ainnnnnn... em quem você... quiser... mas não esqueça que eu fui... ainnnnnn... a primeira...! - eu ficava falando essas coisas, quase gozando.

- Sim, tia... você é dona desse pau também... safada... minha putinha gostosa!
- Ohhhhhhhhhh... sou mesmo, Lucas! Sou sua puta... todinha sua... fode, safado... dá esse pau pra mim... fode essa buceta... ela gosta tanto de você... ahhhhhhhhhh!! - falei e cavalguei meu sobrinho com muita vontade, brincando com ele, beijando sua boca, mordendo sua orelha, subindo e descendo no seu pau, penetrando bem fundo na minha xana.

- Estou... estou... ahhhhhhhhhhh... estou... ahhhhhhhhhh... gozandooooooooooooo...!! - gritei e comecei a gozar como uma desesperada, praticando jogando minha xoxota contra o pau do meu sobrinho. E ele só me olhando, vendo como eu gozava gostoso em cima dele. Acho que até babei pelos cantos da boca, pois fazia tempos que eu não tinha um orgasmo tão delicioso.

- Agora eu quero esse cuzinho, minha titia gostosa! - o Lucas falou e já veio me colocando de quatro. Empinei bem a minha bunda e ele, safado como é, ficou enfiando os dedos na minha racha e depois passando no anelzinho do meu cú, para lubrificá-lo um pouco mais.
- Sim, mete no meu cuzinho, seu delícia... quero seu pau todinho no meu cú... fode o rabinho da sua putinha, seu tarado!! - falei, para deixá-lo muito tesudo.

- Ainnnnnnn... devagar, Lucas... devagar... ainnnnnnnnnn...! - reclamei quando meu sobrinho me penetrou no meu ânus, invadindo o meu reto com seu pau quente, me abrindo centímetro por centímetro, deslizando aos poucos, apertado, intruso, esticando o meu anelzinho. Nossa! Em segundos ele estava entrando e saindo de dentro de mim com muita violência, me segurando firme pelos cabelos e falando um monte de besteiras no meu ouvido.

- Vou gozar... dentro... ahhhhhh... dentro... ohhhhhhhh... gostosaaaaa... que cú gostoso... tia Larissaaaaa... vou gozar... dentro... ahhhhhhhhh... agora... dentro desse cuzinho!! - ele gemeu no meu ouvido e me apertou forte, com seu corpo coladinho nas minhas costas. Senti o pau dele cuspir uma enorme quantidade de pôrra dentro do meu intestino, me deixando toda lambuzada por dentro, com seu esperma super quente.

Nesse momento o meu celular começou a tocar. Era o meu marido Danilo. Que loucura! Atendi a ligação do meu esposo com o pau do meu sobrinho ainda dentro do meu rabo, amolecendo aos poucos. Meu marido me disse que queria ir ao cinema e que era para eu esperar por ele em casa, já pronta. Então eu e o Lucas tomamos um banho rápido e saímos correndo do motel. Quando cheguei em casa, faltavam poucos minutos para o Danilo chegar também. Só tive tempo de escovar os dentes e arrumar meus cabelos.

Meu marido chegou e fomos ao cinema em um shopping próximo à nossa casa. Enquanto estávamos na fila para comprar os ingressos, senti o sêmen do meu sobrinho sair do meu cú e ir parar no fundo da minha calcinha. Isso me deixou cheia de tesão novamente. Durante todo o filme eu não parei de pensar na foda com o professor do Lucas e naquela foda gostosa no motel. É claro que, ao voltarmos para casa, meu marido ainda me fodeu na periquita. Três picas em um só dia não é para qualquer buceta não.

Você faria sexo com mulheres feias discretamente? Temos várias cadastradas no nosso site

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Loirinha delícia desfilando na praia
Vejam que bundinha mais gostosa, balançando de um lado para o outro. Na hora já imaginei a bucetinha dela no meu pau
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Novinha mostrou o cuzinho
Gatinha com sede de pica tira o short e a calcinha e faz um vídeo mostrando a bucetinha e o cuzinho todo depilado

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

A nova empregada [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
tDTprqySkicebBnv disse:
VHwJBRxDloTgnfE

A nova empregada [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
HyJupwWhmd disse:
OhgPJTcjiNo

Meu fetiche por homens bem dotados [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Carlos disse:
Oi Natália sou negro tenho a rola grande e grossa do jeito que você gosta , me mande um e-mail para que você possa ver as fotos da minha rola, sei que vai ficar molhadinha e com água na boca. Beijos e aguardo seu contato e de outras mulheres, podem ser casadas ou solteiras.

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 5 - Final [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Ariovaldo Gutierrez Ensina. disse:
Um otimo conto de incestos principalmente as chupadas na buceta da mana.e as belas esporradas do mano. Se possivel publicar as fotos dos dois irmaos pelados. E continuar editando este conto.5-6-7 etc.

Isso nunca podia ter acontecido - Parte 4 - Final [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Ariovaldo Gutierrez Ensina disse:
Conto muito bom- gostaria que o autor continuasse com esse conto 5 = 6= 7.. gostaria de saber a idade que o Junior tinha nesta epoca da publicação. e se possivel me informar o tamanho do pinto do Junior deve ser maravilhoso. não sou guei.

Meu filho comeu minha boceta [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Baddy love GGG disse:
Sou o que vc precisa tenho o que vc quer mulherada sou negro 1.80 alt venha ate a mim nao vao se arrepender 11.9.7.1.3.6.7.0.1.8

Trai meu marido na minha casa [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Miguel silva disse:
Tesão, vem né mim delícia....

A trepadinha mais rápida de toda a minha vida [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Jose disse:
Me liga sou de sp .meu telf 19984468291zapp.

A trepadinha mais rápida de toda a minha vida [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Jose disse:
Me liga sou de sp .meu telf 19984468291zapp.

Meu marido não sabe que eu o traí, mas ele foi o culpado [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Miguel disse:
Vou falar pra você em gata, posso te chamar assim delícia, não paro de pensar em você de percorrer seu corpo, de fazer você delirar na minha rola e na minha cara, dá uma chance de eu fazer você subir pelas paredes como ninguém vai, eu sei do que estou falando, delirei nesse conto mulher madura, estou com tanto tesão por ti , me envie msg por favor coração....

Incesto: minha experiência de vida com meu filho [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Francisco Silva disse:
Dona Rosana nossa que delicia de conto ! Gozei sem me tocar , esse garoto foi escolhido pelo destino em viver essa deliciosa experiência. Imagino a gostosura que é você. Abraços.

Dei a bocetinha para o mecânico [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Junior disse:
Muito excitante.
Outra hora escrevo a história da minha mulher, que acabou tendo que transar com o mecânico pra pagar o serviço de socorro.
Virou amante dele, pois disse que o cheiro da graxa excita ela.

Meu filho comeu minha boceta [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Eva disse:
Meu marido é meu primo, ou melhor nao somos casados de verdade mae é como se fossemos. Vivemos juntos ha` 30 anos. Nao temos filhos e aceitariamos de bom grado menina(0), sem familia ou em condiçoes similares.

Meu lindo cunhado gozou na minha calcinha [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Nadia disse:
nossaaaa, tive que tocar siririca te lendo mmmmmmmm q gozada gostosa que dei. Eu sou casada e tbm tenho um cunhado, marido da minha irmã mais velha, como temos piscina em casa, eu vivo olhando pra sunga dele, deve ser lindo aquilo tudo de fora em bem duro dentro da minha boca. Um dia acho que ele até tocou em mim por trás de baixo da água, estavamos brincando aquabol e ele e eu faziamos time. Um dia ele veio por trás para pegar a bola que estava em meus braços e aí eu senti, um coisa bem dura encostando na minha bunda, bem na entradinha e eu não me mexia, deixava acontecer, aquela coisa estava quente e grossa. Mas nada aconteceu além disso. Que pena, queria muito pegá no pinto dele e tirá o leite todo com a boca e engolir. Mas admito, toquei muitas siriricas pensando naquele dia, naquele momento, acho que eu devia ter recuado um pouco em cima do pinto dele, para ele sentir que queria o pinto dele dentro, todo dentro, bem no fundo. nadia.mcl@hotmail.com

Meu lindo cunhado gozou na minha calcinha [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Henrique disse:
Nossaaa, q tesão o seu desabafo.... fiquei de pau duro e tbm bati uma imaginando a situação. Sou casado sim e fiz a mesma coisa com a minha cunhadinha, a Juliana de 14 anos que veio viver com a gente durante 2 anos, eu vivia pegando os sutiãs e as calcinhas dela usadas para cheirar, lamber e gozar dentro delas e depois devolver pra cesta bem gozadas, gozei dentro da cama dela, no travesseiro e assim foi durante esse tempo todo. Um dia consegui colocar um filmador discreto no banheiro dela e consegui filmar ela tomando banho, até vi ela tocando siririca no chuveiro, essa bucetinha peluda dela e esses peitinhos dela com os mamilos sempre durinhos mmmmmmmmmm foram muitas punhetas por conta dela. Um dia ela me olhou e me sorriu e ao mesmo tempo estava segurando a roupa seca do varal e na mão, ela tinha uma das suas calcinhas, ela olhou para a calcinha dela e me olhou e sorriu. Acho que ela descobriu, sobre tudo? Se ficou sabendo, então ela gostou pois não falou nada, esqueci de falar que acho que ela é lésbica, nunca vi ela com um garoto, só garotas. precisovc4@hotmail.com

Um acidente de moto foi o culpado por eu dar para o meu filho [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
MulatoG.G.G disse:
Ola sou negro 23cm e quero conhecer mulheres
Sempre que der pra curtir meu zap 11.9.7.1.3.6.7.0.1.8

Minha prima grávida [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Caio disse:
Bom dia, sou especialista de Marketing para empresas, acessei seu site

e gostaria de de fazer uma proposta de extremo baixo custo para alavancar seu posicionamento no Google
e a aumentar os acessos no seu site da sua empresa.

-Cadastro o site da sua empresa em 2.500 sites por apenas 49,00 (quarenta e nove)

-O investimento é único de 49.00 pode ser pago após a conclusão do serviço
e rebebimento do relatório e não há nenhum custo adicional.

Para contratar o serviço é só enviar um OK.

No aguardo

Abraços
SEO Marketing

Uma princesa para um pedreiro [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Lucio disse:
Adorei seu conto pois a minha tara é comer cu e foi muita atenção nesse quesito.

luciosilva967@gmail.com 21995735347

Meu lindo cunhado gozou na minha calcinha [Fotos de Novinhas] [Vídeos de Novinhas]
Régis disse:
Adoraria dá prazer a casadas 77991996363

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia