Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Você é ou quer ser acompanhante ou garota de Programa? Cadastre-se gratuitamente

O inesperado aconteceu em nossa viagem - Parte 1 - O início


Enviado por Corninho dela em 26/06/2018
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Traições | Visitas: 4760
Avaliação: [Votar]
3 Comentários [Comentar]

Olá a todos do site! Meu nome é Humberto, tenho 43 anos e sou casado. Minha esposa se chama Bruna e tem 36 anos. Somos casados há 15 anos. Sempre fomos um casal normal e, embora gostemos muito de sexo em toda a sua plenitude, nunca nos desviamos do natural no que se refere ao relacionamento de um casal normal na sociedade.

Entretanto, algo inesperado e muito excitante aconteceu conosco durante nossa última viagem para o Nordeste, e é o que passo a relatar aos leitores agora. Em outubro de 2014, eu e minha esposa resolvemos deixar as crianças com minha sogra e fazer uma viagem para o Nordeste, mais precisamente para o Recife, pois queríamos conhecer algumas praias daquela região que ainda não conhecíamos.

Ficamos hospedados em um ótimo hotel de frente para a Praia de Boa Viagem, com uma vista deslumbrante para o mar. O quarto era enorme, havia um sofá bem grande e uma mesa redonda com duas poltronas, além da TV, ar, frigobar e tudo mais. A janela era muito grande, quase do tamanho da parede. Assim, quando abríamos as cortinas, a visão que tínhamos do mar era fantástica.

Vocês devem estar se perguntando porque estou falando tanto deste quarto. Porém, se tiverem um pouco de paciência verão que tem tudo a ver com o que aconteceu. Este hotel é bem conhecido em Recife. Além dos turistas hospedados lá, havia também muitas pessoas a negócios. Assim, havia uma grande quantidade de pessoas circulando pelo hotel, principalmente na parte da manhã.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Durante os dois primeiros dias, a nossa rotina era sair de manhã e passar o dia todo na praia e curtir a piscina do hotel à noite, onde costumávamos comer algo, afinal, a piscina também ficava de frente para o mar e curtir aquela brisa que vinha do oceano era simplesmente demais.



No terceiro dia resolvemos voltar um pouco mais cedo da praia e curtir um pouco do sol na piscina do hotel. Quando chegamos havia apenas três casais e um homem, aparentando seus 50 anos mais ou menos, em volta da piscina. Eu e a Bruna nos acomodamos por ali e chamamos o garçom para nos trazer umas cervejas em um baldinho com gelo, já que a intenção era ficarmos ali até a noite.

Depois de curtirmos bastante o sol, eu e minha esposa resolvemos entrar na piscina e ali ficamos namorando agarradinhos e, em dado momento, a Bruna me abraçou e falou bem perto de meu ouvido:
- Amor, vou te falar uma coisa... mas não quero que você fique bravo, tá?
- O que foi? - perguntei, curioso.

- Sabe aquele homem que está sentado na nossa frente? - ela me perguntou baixinho.
- Sim, estou vendo!


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

- Então...
- Então o que?
- Ele não para de olhar pra mim e... todas as vezes que eu olho na direção dele, amor... ele está olhando pra mim, meio que disfarçado..., mas está...!



Fiquei pensativo por uns instantes.
- Vai ver que ele está achando você uma gostosa! - respondi na maior naturalidade e comecei a rir. Ela riu também.
- Seu bobo, pára com isso. É sério o que te falei...! - a Bruna insistiu.
- Deixa isso pra lá, meu amor... é só não ligar! - falei e assim continuamos a curtir a piscina. Mas confesso que fiquei antenado.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana


No dia seguinte aconteceu a mesma coisa. A diferença foi que chegamos um pouquinho mais tarde e só havia este homem sentado em uma cadeira tomando cerveja. O cara era bem cuidado, não tinha barriga e parecia estar bem em forma. Quando estávamos na piscina eu perguntei a minha esposa:
- E aí? O cara continua olhando para você?

Sem responder minha pergunta, ela sorriu e me perguntou:
- Tá com ciúmes, é?!
- Claro que não, amor... estou de boa! - respondi, muito calmo. E eu estava falando a verdade a ela. não sei o porquê, mas não senti nem um pouco de ciúmes, o que seria natural para qualquer homem.
- Às vezes eu noto que ele está me observando, sabe? - minha esposa falou.

- Vai ver que ele está curtindo suas curvas deliciosas e essa sua bunda gostosa! - falei e caímos na risada.
- Pára com isso, seu tarado... que coisa! - ela disse, de imediato. Eu sempre fui muito brincalhão nesta parte e, inesperadamente, senti que o meu pau endurecia e fiquei excitado com aquela conversa. Tive que me afastar da minha esposa para ela não perceber. Acho que fiquei meio confuso com a situação.

Eu não deveria ter ficado excitado e sim bravo em saber que tinha um cara olhando para a minha mulher. Mas ficamos ali na piscina até escurecer e subimos para o nosso quarto. Ainda no elevador comecei a pensar sobre a conversa na piscina e comecei a ficar excitado novamente. Desta vez agarrei minha esposa por trás, que logo percebeu minha excitação.

- Hhhuuummm, que gostoso, amor..., tá excitadinho, é?... Quando chegarmos ao quarto eu prometo que vou te acalmar! - ela falou quando encostei meu pau duro em sua bunda. Logo que entramos no quarto fomos para a cama, tiramos a roupa, eu me deitei de costas e ela sentou-se no meu pau e começou a esfregar sua bocetinha nele. Nossaaaaa! Eu estava com muito tesão e mil e uma besteiras passavam por minha cabeça.

Num misto de ciúmes e tesão, por alguns segundos, eu imaginei rapidamente algo que jamais passara por minha cabeça: A minha esposa transando com o cara da piscina. Tive que pedir para a Bruna parar um pouco de esfregar a bocetinha para eu não gozar. Ela se surpreendeu com a minha excitação e, com uma carinha de safada, me perguntou:
- Nossa!... mas o que foi que te deixou assim tão tesudo, heim?!?

- É você, querida... é você que está me deixando excitado desse jeito! - respondi. Mas na verdade eu queria mesmo era revelar a ela o que estava me deixando louco, mas fiquei com medo de sua reação.
- Hummmmm... que bom saber que deixo o meu homem excitado! - ela respondeu e direcionou meu pau para dentro de sua bocetinha. Senti sua xaninha quente e molhada ao redor da minha pica.

- Hummmmm... que delícia, amor... que delícia esse pau dentro de mim... ahhhhh... ohhhhhh...!! - ela gemeu gostoso e começou a cavalgar. Eu, por estar exageradamente excitado, não aguentei. Gozei rapidamente, coisa que não costumo fazer, pois gosto sempre de demorar um pouco mais.

Mas eu estava sentindo uma sensação que jamais havia sentido, e, o fato de eu ter imaginado minha esposa transando com outro cara, mesmo que muito rapidamente, aguçou demais alguma coisa diferente dentro de mim, que foi mais forte que a minha resistência e eu não consegui segurar o meu gozo.

- Ahhhhhhh... vou gozarrrrr... amorrrrrr... vou gozarrrr... também! -minha esposa, vendo que eu havia gozado, se apressou a gozar também. E, enquanto o corpinho dela ainda tremia por causa de seu orgasmo, eu ainda estava confuso e pensativo.
- Nossaaaa!... amor, como você estava excitado, gozou tão rápido! - a Bruna disse e me deu um beijinho nos lábios.

- Não sei o que aconteceu... fazia tempos que eu não sentia tanto tesão assim! - respondi e tentei disfarçar. Depois da relação amorosa eu fui tomar um banho, mas minha cabeça estava uma bagunça. Eu ficava me perguntando o porquê de eu haver sentido tanto tesão, ao imaginar minha esposa transando com outro. Senti um frio na barriga. "Caramba, como posso ter ficado com tesão com uma coisa dessas?! Acho que tô ficando louco!", pensei.

Fiz de tudo pra parar de pensar naquilo e, depois do banho, fomos para um barzinho e ficamos lá até por volta de 1:00hs da manhã. Ao voltarmos para o hotel, no caminho, minha esposa me disse, com um enorme sorriso no rosto:
- Quero você excitadinho daquele jeito... quando chegarmos ao nosso quarto... vou esfolar seu pau de tanto rebolar minha bucetinha gulosa nele, tá?

Pronto! Foi o suficiente para a minha cabeça virar uma bagunça novamente e então, resolvi que eu iria dizer a ela. Mas o medo de sua reação me deixava preocupado. Quando chegamos ao nosso quarto, fomos direto para a cama. Mas como eu iria revelar a ela o que estava acontecendo comigo? E isso mexeu com os meus nervos, já que eu não conseguia ficar excitado. Ela começou a chupar o meu pau e ele não endurecia de jeito nenhum.

- Ué, amor?! Cadê aquele tesão todo que você estava sentindo? Eu quero ele de volta! - ela olhou pra mim e perguntou, com um sorriso. Eu a puxei pelos braços.
- Vem aqui que preciso te contar umas coisas! - falei, muito sem jeito. Ela se sentou sobre o meu pau, que estava bem mole, aproximou seu rosto do meu e me beijou na boca.

- O que foi?... aconteceu alguma coisa? - ela me perguntou, demonstrando um pouco de preocupação. Fiquei apenas olhando para ela, com receio de falar.
- Fala, amor, o que foi?... nossa... é alguma coisa que eu fiz? - ela me perguntou, relutante.

Então, finalmente tomei coragem.
- Sabe aquele homem que você disse que estava te olhando o tempo todo lá na piscina?..., então, não sei o porquê, aquela conversa me deixou tão excitado que quando nós fomos transar, eu, sem querer, imaginei você transando com ele e me deu um tesão muito grande que não pude me controlar... e foi por essa razão, que eu gozei tão rápido daquele jeito...!

Enquanto eu falava, a Bruna olhava para mim com um semblante diferente, que eu jamais havia visto antes durante toda a nossa vida de casados. Quando terminei de confessar, me preparei para a pior das reações que uma mulher poderia ter. Mas para minha grata surpresa, ela apenas me beijou bem gostoso, se ajeitou bem com a sua xaninha em meu cacete e disse:

- Então você imagine que eu estou transando com ele, porque eu quero te ver com aquele tesão todo, tá? - ela terminou de falar isso e começou a esfregar a sua bocetinha em meu cacete. A xaninha dela estava tão molhadinha que chegava a babar.
- Imagina, amor... ele me pegando de jeito... e me fodendo bem gostoso... enfiando o pau dele todinho na minha buceta... na buceta da sua mulherzinha! - ela continuou.

Fiquei enciumado quando ela disse aquilo, mas fiquei com muito tesão e instantaneamente meu pau endureceu como uma rocha. Eu não podia imaginar que aquilo estava acontecendo. Eu estava ficando com tesão em imaginar minha esposa transando com outro homem, e a minha própria mulher estava contribuindo com isso.

Naquela noite transamos muito mesmo. Deixei que aquela fantasia ou, sei lá o que fosse aquilo, se soltar em minha mente e ficava excitado rapidamente depois de cada foda. Assim, transamos três vezes naquela noite.
- Querida, seja sincera comigo... você está brava ou chateada com aquilo que falei, sobre você dar para aquele homem? - perguntei a ela, antes de dormirmos.

- Meu amor, deixa de ser bobo... você não percebeu que aquilo foi como um afrodisíaco para nós dois?... a gente tinha um bom relacionamento sexual, mas não desta forma, não tão intenso... e confesso que adorei saber que você sente tanto tesão assim com esta fantasia! Para mim, tudo bem!... vamos esquecer isso e dormir, tá bom? - ela me falou, e, dando um beijinho nos meus lábios, se virou de costas para mim e me fez abracá-la.

No mesmo instante que fiquei contente, também fiquei preocupado, pois eu não sabia o que estava acontecendo comigo. Depois de transarmos a Bruna dormiu rapidamente, enquanto eu fiquei acordado até amanhecer, pensando sobre tudo aquilo.

Quando minha esposa acordou, no dia seguinte, eu estava sonolento, pois eu não havia dormido nem um minuto. Ela percebeu minha situação.
- Ué... você está com cara de quem não dormiu, amor... o que foi? - ela quis saber.
- Dormi só um pouquinho, querida!

- O que você acha de a gente não sair na parte da manhã?... você está muito cansado, não tá?... a gente pode tomar sol na piscina e depois caminharmos um pouco pela praia... acho que vai ser legal... tem um acesso da piscina para a praia... você viu?
- Sim! - respondi. - Eu acho melhor assim! - concluí e começamos a nos arrumar para descer.

Quando chegamos ao saguão do hotel, a Bruna se lembrou de que não havia pego o bronzeador. Eu disse a ela para me esperar na piscina que eu voltaria ao quarto para buscá-lo. Depois que peguei o bronzeador, fui até o elevador e, para minha surpresa, o cara que estava olhando para a minha esposa, estava bem em frente à porta do elevador, aguardando também.

Nós nos cumprimentamos e, já dentro do elevador, pude notar que o cara era bem mais alto que eu, e deveria ter acima de 1,80m. Logo senti o cheiro do perfume que ele estava usando. Achei o cheiro muito bom, coisa chique mesmo. Como sempre fui um bom amante de perfumes, e aquele cheiro eu ainda não conhecia, não resisti e perguntei:

- Amigo, me desculpe, mas não pude deixar de sentir o cheiro do seu perfume que, aliás, é muito bom, e eu gosto muito de perfumes... você poderia dizer o nome pra mim?
Ele sorriu e muito educadamente respondeu:
- Claro que sim... também sou um amante de perfumes assim como você! - ele respondeu e continuou dizendo o nome do perfume.

Assim que cheguei à piscina eu me sentei ao lado da Bruna.
- Amor, adivinha quem eu encontrei no elevador e tive uma pequena conversa? - falei e ela já me olhou, muito curiosa.
- Quem?!?
- O seu admirador! - respondi e ela ficou calada por um instante, tipo tentando entender.

- Seu booooobo... meu admirador?!?... não tenho admirador nenhum! - ela disse e deu uma gargalhada. Ambos rimos um pouco e aí eu contei o que havíamos conversado. Era domingo e, além de nós, só havia um casal na piscina e é claro que todos os hóspedes estavam curtindo o sol em alguma das dezenas de praias da região. Por volta das 11:00hs fui até a recepção e pedi para que o garçom levasse algumas cervejas em um balde com gelo em nossa mesa e um aperitivo.

- Amor, não olha, tá?... adivinha só quem está vindo! - minha esposa falou baixinho, depois de alguns minutos. Percebi um sorriso em seus lábios. Acabei olhando para ver quem era.
- Ah!... Mas é o seu admirador que apareceu..., finalmente ele resolveu aparecer! - falei e acabei rindo também.

Ele vestia uma sunga e estava com uma toalha no ombro. E veio se aproximando da nossa mesa.
- Um domingão desses... e vocês aqui na piscina! - ele falou, já próximo de mim e da Bruna.
- Olha quem não tá a fim de sair hoje! - Minha esposa disse, sorrindo e apontando para mim.

- Mas a vista daqui é linda... e realmente vale a pena curtir isso tudo! - o cara acrescentou. Ao terminar esta frase ele estendeu a mão pra mim e disse:
- A propósito... o meu nome é Sérgio! - ele falou e aí todos nos apresentamos, e eu, instintivamente, o convidei para se sentar e tomar uma cerveja com a gente, que o garçom logo traria. Ele aceitou de imediato.

- Bom... desta forma vou pedir mais algumas cervejas e um aperitivo para mim! - ele disse e foi até a recepção.
- Fiz errado em convidá-lo para ficar aqui com a gente? - perguntei à minha esposa depois que o Sérgio já tinha se retirado.
- Que nada, amor... pelo menos assim ele não fica me olhando de longe! - ela falou, com um lindo sorriso.

Acabei sorrindo também.
- É verdade!... você tem razão! - falei, sem pensar muito nas consequencias. Não demorou muito e o Sérgio voltou e ficamos conversando. Ficamos sabendo que ele trabalhava em uma multinacional com filial em Porto Alegre e sempre ia para o Recife a serviço e costumava passar de 10 a 15 dias e que gostava de se hospedar naquele mesmo hotel.

Durante a conversa ele disse que conhecia quase todos os funcionários pelo nome, de tanto se hospedar lá. Enquanto conversávamos, de vez em quando aqueles pensamentos que tive da minha esposa transando com o Sérgio vinham em minha cabeça. Que loucura! Minha mulher dando a buceta dela para aquele cara?!? Eu fazia um esforço danado para expulsar tais pensamentos da minha mente, pois aquilo me causava um certo ciúme, embora eu não possa negar que também me dava uma certa excitação.

Entretanto, aquilo me deixava desconfortável. Mas mesmo assim mantive minha serenidade e educação durante todo o tempo que o Sérgio esteve com a gente. Até que a noite caiu.
- Bem... foi um prazer encontrá-los... mas tenho que ir agora! - o Sérgio se levantou e disse.
- Ah... não... está cedo demais! - a Bruna disse a ele, com ar de decepção. Nessa hora eu fiquei atento.

- É porque eu estou indo para um barzinho no centro da cidade... vocês já foram em algum? - o Sérgio nos perguntou.
- Ainda não... até agora não! - respondi.
- Olha, eu gostei muito de vocês! - o Sérgio acrescentou. - Que tal irmos os três?
- Eu topo! - minha esposa prontamente respondeu.

Olhei para ela, surpreso com a rapidez com que ela concordou com o convite.
- Isso se você concordar, né, amor? - ela disse e me olhou, meio acanhada, com um sorriso brotando nos lábios. Pensei um pouquinho.
- Ok, eu topo sim... vamos conhecer a noitada de Recife! - falei finalmente.

- Ótimo! Então eu espero vocês às 21:00hs na porta do elevador, já que nós estamos hospedados no mesmo andar! - o Sérgio sorriu e disse.
- Então está combinado, cara... estaremos prontos nesse horário! - respondi e nos despedimos. Notei que a Bruna ficou bem eufórica com o convite e, logo que chegamos ao nosso apartamento, ela foi tomar banho. Enquanto isso eu fiquei deitado na cama assistindo TV.

- Amorrrrrr... me faz um favor! - ouvi, de repente, a Bruna me chamando lá do banheiro. Fui ver o que era e ela me pediu para eu pegar um barbeador porque ela iria depilar as pernas. Peguei o barbeador, levei até ela e voltei a assistir TV. Alguns minutos depois me deu uma vontade de urinar e, quando entrei no banheiro, a Bruna estava depilando a sua bocetinha.

Dei uma mijada boa e, sem pensar nada no momento, voltei para a cama. De repente me veio a ideia louca de que ela estava se preparando para o Sérgio e logo imaginei os dois transando novamente. Isso me deu até um frio na espinha e meu pau endureceu na hora. A Bruna estava depilando a buceta para outro homem, para outro macho enfiar a rola nela.

Comecei a alisar meu cacete sobre a cueca e me deixei levar pelos meus pensamentos, imaginando o Sérgio lambendo a xaninha depilada da minha esposa. Nossa! Que tesão mais louco que eu estava sentindo. Não me aguentando mais, enfiei a mão por dentro da minha cueca e comecei a me masturbar. O tesão era tanto que quase gozei. Minha sorte foi que percebi que a Bruna havia fechado o chuveiro e parei imediatamente.

Assim que ela saiu do banheiro eu entrei rapidamente, para ela não perceber o meu estado. Entrei na banheira, abri o chuveiro e fiquei debaixo da água com a minha cabeça a mil por hora. Meu pau não amolecia completamente. Algo percorria o meu corpo e novamente aquele flash relâmpago do pensamento da minha esposa gemendo embaixo do Sérgio. Meu pau endureceu imediatamente e aí eu não aguentei. Comecei a me masturbar pensando na cena que vou descrever para vocês.

Eu imaginava a Bruna deitada, com as pernas abertas e levantadas, com o Sérgio deitado sobre ela, metendo freneticamente em sua bocetinha e ela com os olhos fechados gemendo intensamente. Não demorou nem um minuto e eu gozei dentro da banheira. O problema é que depois do gozo, me deu um grande arrependimento de ter feito aquilo. "Porra! O que será que está acontecendo comigo?", pensei.

Quando eu saí do banheiro a Bruna já estava vestida. Ela tinha colocado um vestido de um tecido bem fininho, que salientava bem o formato de sua bunda.
- Então, amor... como estou? - ela me perguntou assim que percebeu que eu a olhava.
- Uma gata, meu bem... a mulher mais linda do mundo! - respondi e, enquanto eu me trocava, ela foi se maquiar.

Eram 21:00hs e quando saímos do quarto, o Sérgio já estava esperando em frente ao elevador. Ele estava vestindo uma roupa social, camisa de mangas longas e calça social. Assim que nos viu, ele já deu um sorriso. - Com todo o respeito, Bruna... mas você está linda!... o Humberto é realmente um cara de sorte! - ele disse, quando nos aproximamos.

Minha mulher, toda lisonjeada e sorrindo, agradeceu. E eu achei estranha a maneira que ele estava se vestindo, mas o cara estava lá a negócios e era um executivo. Então nem me importei. Quando chegamos ao local, eu notei que se tratava de um bar dançante, bem luxuoso, chamado "Audrey Dining Club", ambiente requintado e com muita galera jovem.

O Sérgio já havia reservado uma mesa para nós, que ficava em um canto, mas de onde dava para ver bem a pista de dança. Lá pelas 23:00hs a Bruna me chamou para dançar, e eu disse a ela que era chato deixar nosso amigo ali sentado sozinho.
- Que nada!... viemos aqui para nos divertir, portanto vão e se divirtam! - ele imediatamente disse.

Então, depois de dançarmos por uma meia hora, eu e minha esposa voltamos para a mesa e ficamos conversando com o Sérgio sobre vários assuntos. E aos poucos ficamos sabendo que ele era divorciado e que morava sozinho em Porto Alegre, e que tinha dois filhos que estavam fazendo faculdade nos Estados Unidos. O cara era realmente bom de grana.

Depois da meia noite, o Sérgio olhou para mim e disse:
- Meu amigo, eu acho que agora é hora de você ficar um pouco sozinho!
Fiz cara de quem não tinha entendido e ele continuou:
- Posso tirar a Bruna pra dançar? - ele pergunou, se levantou e estendeu a mão para a minha mulher.

A Bruna me dirigiu um olhar de indagação, esperando o meu consentimento.
- Vai lá, amor... não tem nenhum problema!... ensine o nosso amigo como se dança! - falei e um sorriso de satisfação se desenhou no rosto dela. De imediato os dois saíram de mãos dadas em direção à pista de dança.

Caramba, aquela visão de minha esposa saindo de mãos dadas com o Sérgio em direção a uma pista de dança mexeu comigo, me deixou arrepiado e, o problema, é que não era só um pouco de ciúmes, tinha algo mais, tipo uma excitação por causa da situação. Fiquei ali sentado, tentando avistá-los em meio às pessoas que dançavam e não podia vê-los. Comecei a ficar apavorado, pois eu tinha receio de que o Sérgio, com aquele seu jeito sedudor, beijasse a minha mulher, aproveitando a minha ausência.

Para meu alívio, depois de mais alguns minutos começou a tocar uma música lenta. "Agora eles vem se sentar, pois a Bruna não gosta de música lenta!", pensei. Como eu estava enganado. Tocou aquela música e mais duas lentas e nada de eles voltarem. Fiquei curioso e, como não eu podia vê-los, saí para ir ao banheiro com o intuito de dar uma espiada e lá estavam eles bem coladinhos, dançando como dois namorados.

Aquela imagem fez o meu coração disparar. Acabei nem indo ao banheiro e voltei para a mesa. Agora, aquela imagem dos dois dançando coladinhos não saía da minha cabeça e, não sei por quê, levei a minha mão até o meu pau e comecei a alisar por cima da calça. Imediatamente ele ficou duraço e aí percebi: ver minha esposa com outro me deixava com tesão.

Eu estava lutando contra esses sentimentos que, entretanto, eram bem mais fortes que eu, e as sensações que eles me davam eram muito boas, algo que eu jamais havia sentido. E eu estava gostando de sentir aquilo, embora às vezes, fizesse força para não sentí-las. Logo a música acabou e os dois retornaram à mesa e, é claro que não pude deixar de observar o volume que estava na frente da calça do Sérgio.

Como ele estava com uma calça social, sua ereção era muito mais visível. E o engraçado foi que ele nem tentou disfarçar, e ficou com aquele pauzão atravessado na calça. "O sem-vergonha ficou com essa excitação tão grande assim de tanto esfregar o pau na minha mulher!", pensei. De imediato o meu cacete chegou a latejar, de tão duro. Tive até que me arrumar na cadeira para a Bruna não perceber.

Ficamos conversando por mais um tempo e eu percebia nitidamente a troca de olhares entre a minha mulher e o Sérgio. Com certeza ele estava a fim de dar um beijo na Bruna, se é que tal beijo ainda não tinha acontecido. E não demorou muito para os dois sumirem de novo na pista de dança. E eu fiquei lá na mesa, com meu pau duro como uma rocha, imaginando os dois dançando agarradinhos.

Já era bem tarde quando resolvemos voltar para o hotel e, assim que chegamos, nos despedimos do Sérgio e entramos para o nosso quarto, não sem antes combinarmos de nos encontrar na piscina no outro dia à tarde. Já em nosso quarto eu peguei a Bruna por trás e comecei a passar a mão em sua bucetinha, sobre o vestido. Ela, muito sacana, começou a se retorcer e a rebolar em meu pau.

- Ohhhhhhh... amorrrrrrrr...!! - minha mulher gemeu quando levantei o vestido dela e enfiei a mão por dentro de sua calcinha. Assim que meus dedos tocaram sua bucetinha, percebi que ela estava toda melada. Até o funda de sua calcinha estava todo molhadinho, de tão excitada que ela estava. Neste momento eu perdi a cabeça.
- Coitado do Sérgio... ficou de pau duro de tanto se esfregar em você e nem pode aproveitar desta bocetinha depilada! - falei no ouvido dela.

A Bruna então se virou para mim.
- Credo, amor!... como você tá depravado hoje! - ela me falou, com a maior cara de safada. Eu estava todo cheio de tesão e, sem pensar nas consequências, perguntei:
- Vai me dizer que você não preparou essa bucetinha pra ele?
- Você deixaria...?! - ela me perguntou, mais safada ainda.

Demorei a responder e ela, beijando a minha boca, foi me empurrando em direção à cama, fazendo eu me deitar. Em seguida ela tirou minha calça e cueca. Tudo isso sem parar de me beijar.
- Eu deixaria o que? - perguntei quando ela finalmente me deixou respirar. No fundo, eu bem que sabia o que era, e só me fazia de bobo. Lentamente ela tirou sua calcinha, levantou o vestido e se sentou em cima de meu pau.

- Você deixaria?... heim?... me fala, amor... você deixaria? - ela continuou me perguntando. Morrendo de tesão pela situação, eu continuava me fazendo de desentendido, até que ela pegou o meu pau, direcionou para sua bocetinha e deixou na portinha, quase deixando a cabeça entrar.
- Você deixaria, Humberto?!? - ela me olhou bem nos olhos e perguntou novamente.

Deus do céu! Eu tentava penetrá-la, mas ela impedia, recuando a buceta. E quando ela perguntou novamente se eu deixaria eu disse:
- Então fala pra mim... o que é?!?... O que eu deixaria, heim? - completei e ela me deu um beijo super gostoso, de língua, bem molhado. Em seguida ela olhou fixamente para mim, com a cara mais safada, que eu nunca tinha visto até aquele dia.

- Você deixaria o Sérgio me foder?... me fala, amor... ahhhhhhhhhh... você... ohhhhhhhhhhh... deixaria o Sérgio... uhhhhhhh... foder... a sua mulherzinha? - ela me perguntou, gemendo e sussurrando, soltando o corpo e engolindo o meu pau com sua xoxotinha melada e escorredia. Minha vara foi entrando todinha. Fazia tempos que eu não sentia a buceta da Bruna tão gulosa. À medida que ela começou a me cavalgar, nós começamos a gozar, juntinhos.

- Sim... ahhhhhhhhhhh... é claro... é claro que vou deixar ele te foder todinha... vou deixar o Sérgio meter até o talo... ahhhhhh... nessa sua bucetinha...!! - eu falei, com um grito espremido de tesão. Gozamos loucamente. Por vários minutos minha esposa ficou em cima de mim, rebolando lentamente, até recuperarmos nossas forças. Depois de um tempinho nós nos recompomos e eu me deitei sobre ela, ainda com o pau em meia ereção.

- Amor... você não acha que eu me excedi? - ela me perguntou, sem me encarar.
- De jeito nenhum, querida!... eu estou curtindo muito esta situação! - respondi e dei um beijo em seus lábios, para deixá-la mais tranquila. Daí foi a minha vez de perguntar:
- E você... não acha que eu sou corno só porque fiquei excitado com essa situação, né?

- Hhhuuummm, seu bobinho!... claro que não! E se for assim, então você é o meu corninho... e esse vai ser sempre um segredinho só nosso! - a Bruna falou com uma cara de safadinha que até então eu desconhecia.
A excitação tomou conta de mim e meu pau endureceu de novo. Me encaixei no meio das coxas dela e a penetrei bem fundo mesmo.
- Ohhhhhhhhhhhh... amorrrrr... que delíciaaaaa... me fala... amor... você... gostaria de me ver... ahhhhhh... transando com... o Sérgio?

Fiquei calado, só olhando para o rostinho dela e socando gostoso em sua xaninha, que estava toda melada. A Bruna rebolava intensamente debaixo de mim, com as pernas ao redor da minha cintura e beijando a minha boca.

- Fala, amor... fala... ahhhhhhhhhhh... por favor... fala... você gostaria de ver o Sérgio me fodendo, heim?... ohhhhhhhhh... soca tudo... ahhhhhhhh... você gostaria, meu corninho?... ahhhhhh... deusssssssss... você gostaria... de ver ele... fodendo a sua mulherzinha? - minha esposa gemia como louca. E eu só metendo nela, bem gostoso, deslizando meu pau para dentro e para fora de sua bucetinha quente e pulsante.

- Ohhhhhhhh... fode, amor... fode... me fode todinha... hummmmm... amor... o Sérgio tem um cacete bem grande... e duro... eu senti quando estávamos dançando... ahhhhhhhhhhhhh... fiquei toda molhadinha... sentindo o pau dele esfregar em mim... ele está louco pra me foder, amor... ele quer meter na sua mulherzinha... ohhhhhhhh...!! - ela continuava a falar.

A Bruna queria me ouvir dizer. Ela queria que eu admitisse que eu gostaria de vê-la transando com o Sérgio. E eu não resisti. Com o meu tesão à flor da pele eu acabei falando:
- Sim, amor... eu quero ver sim... quero ver você transando com o Sérgio... quero ver ele arrombando essa sua bucetinha!!

- Ahhhhhhhhhhhhh... deusssssss... ahhhhhh... estou gozando... amor... estou gozandooooooooooo... ohhh, Sérgio... Sérgio... Sérgio... estou gozandooooooo... pra você!! - ela deu um grito e falou o nome do safado umas três ou quatro vezes, antes de começar a gozar loucamente. E eu fui junto. Enchi a buceta da Bruna de pôrra. E voltei a encher de novo uns 40 minutos depois. Foi uma noite de sexo selvagem, como nunca tínhamos feito antes.

[Continua em: "O inesperado aconteceu em nossa viagem - Parte 2"]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Ricardo
E-Mail: safadaosedutordebh@yahoo.com.br
Data: 27/06/2018
quero foder sua esposa deliciosa
me manda seu zap

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Negrão sp
E-Mail: Jeferson.inacio2012@gmail.com
Data: 27/06/2018
Bom dia adorei esse conto gostaria fazer contato com você e outras mulheres que gostam de uma boa conversa [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Negrão sp
E-Mail: Jeferson.inacio2012@gmail.com
Data: 27/06/2018
Bom dia adorei esse conto gostaria fazer contato com você e outras mulheres que gostam de uma boa conversa 019 ...971 ...41 .45. 55

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Fodendo a safadinha no banheiro da festa
Novinha putinha queria mesmo uma pica bem grossa na xoxotinha. Depois de beijar o cara eles foram para o banheiro meter
Comendo a namorada
Sem minha namorada perceber eu coloquei uma câmera escondida e filmei ela gemendo bem gostoso na minha rola até gozar
Comendo o cú da amiga da namorada
Minha namorada caiu na besteira de me apresentar a sua amiga gostosa. Não deu outra. Levei a safada para o motel e comi o cú dela
Novinha filmada usando o toilet
Garota vai ao banheiro e não sabe que está sendo filmada
O melhor boquete da minha vida
Novinha safada chupa meu pau bem devagar e pede pra eu gozar em sua boquinha linda
Namorada perfeita
Morena novinha e deliciosa tira a calcinha e mostra sua bundinha redondinha e empinada. Em seguida ela mostra a pepeca lisinha

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Sozinho com minha cunhada e com minha sobrinha [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Kaique disse:
Cara comeu a cunhada?!
Me enviei
Me chamem no email sou de goiania!!!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu primeiro ménage à trois [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Casal amigo disse:
Estamos procurando um casal para nós iniciar no menage somos maduros faixa dos 40 mais somos casal bonito e saudável ela loira e eu um belo homem aguardo algum comentário e a sim começar uma conversa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Estou dando para um velho babão e meu marido não sabe - Parte 2 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Fogoso safado disse:
Hum delicia vc gata sou umcoroa safadofaminto domunadorvc e outras gatas que curtam sexo e prarzer posso viajar zap dd trinta e dois nove meia dois desssete mechamam amo chupar ma buceta um cuzinho

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Como virei mulherzinha debaixo do meu cachorro [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roger disse:
Sou separado, 45 anos de idade, posso viajar e quero algo sério com mulher entre 25 e 40 anos. Faz um tempo que busco. Ajuda financeira. Contato pelo e-mail: gatodapipa2011@hotmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Foi por acidente... pelo menos na primeira vez [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roger disse:
Sou separado, 45 anos de idade, posso viajar e quero algo sério com mulher entre 25 e 40 anos. Faz um tempo que busco. Ajuda financeira. Contato pelo e-mail: gatodapipa2011@hotmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Bebi demais e dei para um cachorro pela primeira vez [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roger disse:
Sou separado, 45 anos de idade, posso viajar e quero algo sério com mulher entre 25 e 40 anos. Faz um tempo que busco. Ajuda financeira. Contato pelo e-mail: gatodapipa2011@hotmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Acordei com a língua do meu cãozinho Fuffy na minha buceta [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roger disse:
Sou separado, 45 anos de idade, posso viajar e quero algo sério com mulher entre 25 e 40 anos. Faz um tempo que busco. Ajuda financeira. Contato pelo e-mail: gatodapipa2011@hotmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha primeira vez com um cachorro [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Roger disse:
Sou separado, 45 anos de idade, posso viajar e quero algo sério com mulher entre 25 e 40 anos. Faz um tempo que busco. Ajuda financeira. Contato pelo e-mail: gatodapipa2011@hotmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

De tanta curiosidade pelo sexo anal, entreguei meu cuzinho [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Fabio disse:
É um dos melhores contos que já li.
Gostaria de ter certeza que foi real.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Me apaixonei por um homem mais velho na faculdade [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
homemgostoso disse:
Relato delicioso.Realmente trata-se de uma bela mulher, fico imaginando o tesão que carrega em seu corpo.Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
Tenho local mas posso ir até vc
Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
Contato inicial pelo e mail
homemgostoso@bol.com.br

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Seduzindo o meu cunhado [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
homemgostoso disse:
Hummmm....estou de pinto duro e imagino quantas mulheres estejam com a calcinha molhadinha
Realmente trata-se de uma bela mulher, fico imaginando o tesão que carrega em seu corpo.Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
Tenho local mas posso ir até vc
Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
Contato inicial pelo e mail
homemgostoso@bol.com.br

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Aliviando os funcionários - Parte 3 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
homemgostoso disse:
Realmente trata-se de uma bela mulher, fico imaginando o tesão que carrega em seu corpo.Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
Tenho local mas posso ir até vc
Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
Contato inicial pelo e mail
homemgostoso@bol.com.br

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Aliviando os funcionários - Parte 3 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
homemgostoso disse:
Realmente trata-se de uma bela mulher, fico imaginando o tesão que carrega em seu corpo.Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
Tenho local mas posso ir até vc
Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
Contato inicial pelo e mail
homemgostoso@bol.com.br

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Estou dando para um velho babão e meu marido não sabe - Parte 2 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Homemmaduro disse:
Continua flavia vc e um tezao sua puta safada faz uma garganta profunda e faz o seu joao gozar td dentro, vc e uma vagabunda tem que amarrar vc na cama e vc apanhar muito entra em contato comigo e fazer vc gozar que nem uma cadela.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Estou dando para um velho babão e meu marido não sabe - Parte 2 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Homemmaduro disse:
Continua flavia vc e um tezao sua puta safada faz uma garganta profunda e faz o seu joao gozar td dentro, vc e uma vagabunda tem que amarrar vc na cama e vc apanhar muito entra em contato comigo e fazer vc gozar que nem uma cadela.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Estou dando para um velho babão e meu marido não sabe - Parte 2 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Homemmaduro disse:
Continua flavia vc e um tezao sua puta safada faz uma garganta profunda e faz o seu joao gozar td dentro, vc e uma vagabunda tem que amarrar vc na cama e vc apanhar muito entra em contato comigo e fazer vc gozar que nem uma cadela.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Estou dando para um velho babão e meu marido não sabe - Parte 1 [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Homemmaduro disse:
Que delicia de conto flavia,, queria te pegar bem gostoso sua vadia gostosa safada me fez gozar bem gostoso, novinha que queira entra em contato comigo para nos convesar, parasemprevc68@gmail.com, quero pegar uma bem safada.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Sofri na rola do Carlinhos [Conto erótico gay] [Chat de Putaria] [Ver Vídeo Pornô]
Vovozinho disse:
Sou hetero 1:68 54 anos de idade, sou virgem do cuzinho adoro ver fotos de pinto pequeno, tenho atração por garotos novinhos meu pinto mede 12cm, se alguém do pinto pequeno tiver interessado deixe seu comentário.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia