Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Minha irmã estava com muito tesão


Enviado por Casado e Carente em 27/12/2016
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Incesto | Visitas: 165273
Avaliação: [Votar]
20 Comentários [Comentar]

Meu nome é Bruno, tenho 38 anos, sou casado e pai de dois filhos, um menino e uma menina. Sabe aquelas coisas que ficam nos incomodando e temos que contar para alguém? Pois é, o que vou lhes narrar é algo que nunca contei nem para a minha esposa.

Todas as vezes que viajo para visitar meus pais é a mesma sensação. Assim que boto os pés naquela casa antiga, na qual cresci com minha irmã Beatriz, as memórias voltam fresquinhas à minha mente, e me fazem lembrar de uma das noites mais inesquecíveis da minha vida.

O apelido da Beatriz era "Linda Mulher", mas não era porque ela se parecia com a Julia Roberts ou coisa assim. Na verdade ela era até mais bonita. Ela ganhou este apelido porque ela era realmente muito linda e adorava esta música.

Eu ficava todo orgulhoso com o fato de todos a chamarem assim na escola e, mesmo depois de já estarmos na faculdade e termos esquecido aquelas infantilidades do colégio, algumas vezes eu ainda a chamava por este apelido.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

A Bia e eu tínhamos apenas 10 meses de diferença de idade (eu era o mais velho). Além disso, erámos muito grudados um no outro, excessivamente, eu diria. Quem não nos conhecia poderia jurar que éramos um casalzinho de namorados em vez de irmãos.



É claro que tínhamos nossas brigas e desavenças, algo normal entre irmão e irmã. O que não eram nada normais eram os sentimentos que comecei a nutrir pela minha irmã durante a faculdade.

Eu não consigo me lembrar exatamente o momento que eu parei de ver a Bia como uma irmã e comecei a vê-la como uma jovem extremamente sensual e desejada. Nós dois estudávamos em faculdades separadas e em outras cidades, e quando vínhamos passar as férias com nossos pais, eu me pegava olhando para a bunda dela e me imaginando chupando aqueles seios.

Que loucura! Não demorou muito e comecei a fantasiar relações com a minha irmã enquanto eu batia minha punhetas. O jeitinho dela, aquela bundinha, seus seios redondinhos e bem crescidos, o cheiro de fêmea, tudo isso estava mexendo muito comigo. Cheguei ao ponto que bastava eu ficar perto da minha irmã para o meu pau ficar duro como ferro.

É claro que isso tudo era muito confuso, mas ao mesmo tempo era excitante e delicioso. As gozadas que eu tinha ao me masturbar com as imagens da Bia dançando na minha cabeça eram algo fora do comum. Eu nunca tinha gozado tão gostoso em toda a minha vida.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Na minha casa nós sempre tivemos certa libertade. Não andávamos nús uns na frente dos outros, mas todos se sentiam à vontade para usar shorts, bermudas e roupas mais curtas. E usei isso a meu favor. Por várias vezes aproveitei que minha irmã estava usando shorts e sainhas mais curtas pra ver a calcinha dela.

Eu ficava de olho nela o tempo todo, vendo sua calcinha enfiada no rego da bunda e, claro, me acabava na punheta. Nem preciso dizer que quando eu conseguia ver os seios dela, com aqueles biquinhos rosinhas e chamativos, minhas gozadas eram ainda melhores.



Fiquei mais de um ano tarado na minha irmã, e durante este tempo eu imaginei que eu encontraria uma menina que faria esse meu desejo pela Bia desaparerer, ou pelo menos diminuir. Mas não tive sorte. Comi muitas outras meninas, e por várias vezes eu metia nelas imaginando que eu estava fodendo minha própria irmã. Que coisa mais louca!

Me lembro que era uma sexta-feira e estávamos de férias na casa de nossos pais. Eu tinha marcado de sair com uns amigos mas todos cancelaram de última hora. Fiquei assistindo a um filme com meus pais até mais tarde. Logo eles foram dormir e eu, depois de mais uns 40 minutos, acabei me rendendo ao sono e fui também.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Já eram umas 3:00hs da manhã quando a Bia chegou de uma festinha que ela tinha ido com algumas amigas. Nós tínhamos esse costume de sempre ir no quarto um do outro e comentar os acontecimentos das festas, mas somente se a luz estivesse acesa. A luz do meu quarto já estava apagada quando ela chegou nessa noite, e mesmo assim ela entrou.

Eu estava em um sono bem profundo, e acordei assustado com alguém deitado do meu lado na minha casa e fazendo cócegas em mim. Era a minha irmã.
- Bia?!?... o que é isso?... você está bêbada! - falei com a voz baixa, evitando acordar nossos pais. Meu quarto era um pouco afastado do quarto dos meus pais, mas mesmo assim não podíamos exagerar no barulho.

- Bêbada não, Bruno!... só estou louquinha de tesão! - ela respondeu no meu ouvido, com uma risadinha. Eu não estava acreditando naquilo. Liguei a luz do meu abajur e olhei para a minha irmã. Consegui ver bem o seu rosto lindo, e ela me olhava com um brilho nos olhos e uma expressão de desejo que não deixava dúvidas. A Bia estava morrendo de vontade de meter. Provavelmente algum cara tinha deixado ela nesse estado e a transa não rolou.

- Vem cá, meu gostosão... vem!! - ela falou e começou a me fazer cócegas novamente.
- Bia... não faz isso... a mãe e o pai vão acordar! - falei e tentei me livrar dela. Nisso o meu cobertor já cobria apenas uma pouca parte do meu corpo, e, como eu sempre dormia sem roupa, as brincadeiras da Bia já estavam fazendo meu pau aparecer de vez em quando.

- Nosssaaaa!!... sua pica está dura, é? - ela falou quando meu pau escapou pelo cobertor e eu, desesperado, o cobri novamente. Minha irmã ria, baixinho é claro, e agora era questão de tempo até ela conseguir me tomar o meu cobertor e ver por completo a minha ereção.

- Bia... isso não está certo...!! - tentei protestar mas ela nem me deu atenção, e veio se deitando em cima de mim. Em outras circunstâncias talvez eu a expulsasse do meu quarto. Mas ela estava tão cheirosa, com aquele hálito irresistível de licor. Não aguentei e meu tesão foi lá na alturas.

Minha irmã continuava esfregando seu corpo em mim, pressionando seus enormes seios contra o meu peitoral desnudo e me dando beijinhos no pescoço e orelhas. E isso fez com que o meu pau ficasse mais duro ainda. Eu não podia de jeito nenhum deixar minha irmã perceber que eu sentia tesão por ela. Ou podia?

- Deixa eu ver ele, Bruno... deixa eu ver! - a Bia falava e insistia em tirar todo o meu cobertor e ver minha pica. E eu fazendo todo o possível para impedí-la. Minha cabeça estava rodando com todas as possibilidades. Afinal, pensei, era ela quem estava provocando tudo aquilo. Foi ela quem entrou no meu corpo no meio da noite e estava pedindo pra ver a minha rola.

Além disso, pensei, ela está um pouco bêbada e com certeza não vai se lembrar de nada amanhã. Que loucura! Enquanto estes pensamentos passavam pela minha cabeça eu não tive muito tempo para analisá-los, porque, com um puxão mais forte, minha irmã conseguiu arrancar todo o meu cobertor.

Meu pau ficou exposto. Minha pica de 19cm, grossa, cheia de veias e completamente ereta, apontando para o teto. De imediato peguei um travesseiro e o coloquei em cima da minha rola. Mas era tarde. A Bia já tinha visto meu membro e estava me olhando com uma cara muito safada.

- Nosssaaaaa!!... Bruno do céu...!! - minha irmã falou, uma mão indo automaticamente até os seus seios. - Esse é o pau mais lindo que já vi em toda a minha vida!
- Sério, Bia? - perguntei, com uma calma surpreendente.

- Sim...! - ela falou e se abaixou um pouco mais para olhar melhor. Era como se ela estivesse analisando uma obra de arte, e eu me diverti vendo ela apreciar minha rola daquele jeito, com um olhar crítico. - E é bem mais grossa que a pica do Paulo... e mais longa também! - ela falou finalmente.

Maldito Paulo! Eu não gostava dele de jeito nenhum. Todas as vezes que vínhamos passar as férias na casa dos meus pais, o Paulo dava um jeito de sair com a minha irmã. Eles não eram namorados fixos, mas estavam sempre juntos. E eu sabia que ele estava metendo nela. E agora a Bia tinha me confirmado isso.

- Uauuu!!... e olha essas bolas... são grandonas! - minha irmã falou e começamos a rir.
- Pára com isso, Bia... você fala como se eu fosse um daqueles bois premiados em uma exposição agropecuária! - reclamei.

- Bem, talvez eu esteja te vendo exatamente assim neste momento, Bruno! - ela falou e ficou pensativa, olhando fixamente para o meu pau. Em seguida ela pareceu se lembrar que ainda estava usando seu casaco de frio e o tirou rapidamente, me dando um daqueles olhares enigmáticos.

- O jogo tem que ser justo, não é, Bruno? - ela me perguntou, com a voz baixa e sensual.
- Eu... sim... claro! - respondi, sem entender bem o que ela queria dizer, mas fiquei quase sem fôlego quando ela tirou sua blusa e a jogou para o lado.

Meu tesão aumentou tanto que não me controlei. Levei a mão até o meu pau e comecei a me punhetar, enquanto a Bia tirava seu sutiã lentamente, sempre me olhando. Os seios dela saltaram para fora, livres, lindos, com aqueles biquinhos rosinhas e completamente eretos.

- Então, o que você achou? - minha irmã me perguntou, fazendo conchinhas com ambas as mãos e as colocando em seus peitos. Em seguida ela os levantou até o seu rosto. Meu pau deu umas pulsadas quando vi minha irmã lamber os biquinhos dos próprios seios e depois me olhar com um sorrisinho muito safado.

- Uauuu... Bia... - foi tudo o que eu consegui dizer. Mas a tortura ainda não estava completa. Enquanto a Bia olhava para a minha rola, ela começou a tirar sua saia lentamente, sem pressa nenhuma, me permitindo vê-la só de calcinha durante longos e deliciosos segundos.

Minha irmã estava muito safada mesmo. Só de calcinha ela continuou sentada na minha cama, me olhando e ficando em poses cada vez mais provocativas. Finalmente ela começou a acariciar sua buceta, por cima de sua calcinha, e tive que me controlar ao máximo para não gozar antes da hora.

- Está pronto pra ver ela? - a Bia me provocou, toda sorridente. Em seguida ela encaixou seus polegares na frente da calcinha e a puxou um pouquinho para baixo. Sua marquinha de bíquini apareceu e me deixou praticamente sem fôlego.
- Sim... e-e-estou... mostra mais! - falei, quase tremendo de tanto tesão.

Minha irmã então ficou em pé na minha cama e se apoiou na cabeceira, deixando sua buceta a apenas alguns centímetros do meu rosto. Eu pude sentir o cheiro de sua xoxota, e o aroma delicioso fez minha cabeça girar de desejo.
- Bia... que delícia... nunca imaginei que você era tão cheirosinha assim!

- Você gostou mesmo? - ela me perguntou e aproximou mais a xana do meu rosto. O cheiro de sua buceta estava realmente muito gostoso, e fui me aproximando mais, até esfregar meu nariz no fundo da calcinha dela.
- Ohhhhhhhhhhh... meu deussss... que loucura, Bruno!! - minha irmã sussurrou e segurou firme minha cabeça, enquanto rebolava e esfregava a buceta no meu rosto.

Fiquei alguns segundos lambendo o fundo da calcinha dela e fazendo pressão com a minha língua em seu clitóris, entre os grandes lábios e na entradinha de sua grutinha completada melada.
- Ahhhhhhhhh... isso, Bruno... bem aí... isso... nossaaaaaa... que delíciaaaaaa...!! - ela gemia baixinho, quase gozando.

Não consegui mas resistir àquele jogo de sedução e encaixei meus dedos nas laterais da calcinha dela. Lentamente eu a puxei para baixo, revelando um delicioso "V" de pêlos púbicos delicadamente desenhados. Finalmente sua calcinha chegou até seus joelhos e minha irmã, com um jogo de pernas cuidadosamente ensaiado, se livrou dela, jogando-a para o lado.

- Hummmmm... que buceta mais linda que você tem, Bia! - falei olhando para sua xoxota toda lisinha e delicada, e seu clitóris já bem durinho.
- E é todinha sua hoje, Bruno... aproveita dela... pode fazer o que você quiser, tá? - minha irmã sussurrou e não perdi tempo.

Agarrei a Bia firmemente pela bunda e a puxei para mais perto de mim. Ela abriu suas pernas para facilitar o acesso da minha boca à sua buceta e eu finalmente estava sentindo o gostinho da xoxotinha que eu tinha estado desejando há tanto tempo. Beijei a buceta dela lentamente e comecei a chupar seu grelo com muita vontade.

- Meu deusssssss... que delíciaaaaaaa... Bruno... que coisa mais gostosaaaa... chupa mais... chupaaaa... chupa bem gostoso essa bucetaaaaaa... ohhhhhh...! - minha irmã gemia e, me segurando firme na cabeça, empurrava sua pélvis contra minha boca, me deixando todo lambuzado com o melzinho de sua perereca.

Meu pau estava muito duro, e só de pensar em enfiá-lo todinho na buceta da minha irmã tesuda, eu já estava ficando louco. Continuei a chupar ela por mais alguns segundos, enquanto batia um deliciosa punheta, só esperando a hora de penetrá-la.

- Ohhhhhhh... eu juro que eu gozaria só com essa chupada, Bruno... - minha irmã falou finalmente. - Mas não é assim que eu quero gozar, tá?... ou você quer assim?

- Não... quero que você goze no meu pau, Bia... quero ver você gozar e gemer na minha rola...! - falei e parei de chupar sua buceta por alguns segundos. - Mas se você quiser gozar na minha boca, pode! - completei

- Eu quero gozar com você metendo em mim... bem gostoso... agora vem cá, vem! - minha irmã falou e se sentou na cama. - Deixa eu retribuir a chupadinha gostosa que você me deu, deixa?

Fiquei deitado de costas e minha irmã se ajoelhou entre as minhas pernas e começou a lamber meu pau e meu saco. Gemi de prazer e ela deu uma atenção toda especial às minhas bolas, comentando o tempo todo como elas eram grandes e tal.

Até então eu nunca tinha visto uma garota com tamanha afinidade para as bolas de um homem. Minha irmã parecia hipnopizada com o meu saco, e brincou com ele durante um bom tempo, enquanto eu ficava olhando pra ela e sentindo um prazer indescritível. Ela chupava uma bola e massageava a outra, depois trocava e repetia todo o processo.

- Ohhhhhhhhhhh... faz isso comigo não, Bia...!! - gemi e meu corpo se tremeu todo quando minha irmã tentou, sem sucesso, colocar minhas duas bolas em sua boca, de uma só vez. Que delícia vê-la nessa tarefa, me dando o máximo de prazer possível.

- Nosssaaaaaa... acho que não vai caber não...!! - ela falou rindo, ao perceber que não ia conseguir mesmo.
- Mas você tentou, Bia... e isso é o mais importante!
- Verdade...! - ela respondeu e continuou lambendo e dando beijinhos no meu saco.

- Ahhhhhhh... agora chupa o pau também... chupa... não estou aguentando mais de vontade de sentir sua boca nele... vem... chupa! - sussurrei, quase suplicando.
- Sim, senhor! - ela falou e me deu uma piscadinha. - Vou chupar essa pica como nenhuma menina chupou até hoje, Bruno... e isso é uma promessa!

- Uhhhhhhhh... que boca mais gostosaaaaaa...!! - gemi baixinho quando minha irmã abriu os lábios e engoliu metade da minha piroca. Ela não estava brincando. Ela sabia mesmo como chupar rola. Talvez ela aprendeu a fazer isso na pica daquele idiota do Paulo ou de outro safado qualquer.

- Está gostoso, está? - a Bia falou e ficou passando a ponta da língua na cabeça da minha pica. Logo ela cuspiu no meu pau e começou a lambê-lo todinho, desde o saco até a ponta. Eu já estava louco de tesão, e ela continuou, passando a língua ao redor da cabeça e me olhando com aquela cara de safada.

- Pronto! Chegou a hora! - minha irmã falou de repente.
- Hora de que? - perguntei assustado, com medo de ela falar que estava na hora de ela sair do meu quarto e me deixar dormir.
- Você está pronto pra enfiar esse seu pau todinho na buceta da sua irmã? - a Bia me perguntou, punhetando minha pica lentamente.

- Estou sim... você não faz nem idéia de como estou pronto, Bia! - falei e agarrei minha irmã com todas as minhas forças. Em segundos nossas bocas estavam coladas em um beijo delicioso. Não era mais o beijinho na testa ou na bochecha, trocado entre irmã e irmão. Era um beijo de língua, babado, apaixonado.

A língua da Bia brincava com a minha, em uma dança sensual e provocativa, enquanto nós dois rolávamos na cama, desesperadamente procurando a posição perfeita para a penetração, a posição mais adequada pra eu meter minha rola todinha na buceta da minha irmã.

- Assim, Bruno... vamos assim...! - minha irmã sussurrou e veio por cima de mim. Acabei deitado de costas e ela sentada na minha barriga. Enquanto nos beijávamos ela ficou esfregando os seios contra o meu peito e, com uma mão, segurou meu pau e o guiou em direção à sua xoxota.

Lentamente, sem qualquer pressa, a Bia levantou o quadril e ficou rebolando, pincelando a cabeça da minha rola em seu clitóris e grandes lábios. Senti meu corpo começar a tremer, de tanta vontade que eu estava de meter nela logo.

- Ahhhhhhhhhh...!! - deixei escapar um gemido quando, finalmente, a cabeça da pica encaixou na entrada toda melada de sua xoxota.

- Delíciaaaaa... Bruno... que delíciaaaaa...!
- Sim... é gostoso, não é?
- Muito... vamos bem devagar, tá?... quero aproveitar bastante...! - minha irmã disse e ficou alguns segundos parada, só com a cabeça do meu pau dentro, quietinha, sentindo nossas pulsações.

A Bia então começou a soltar o seu peso, deixando pica e buceta se encontrarem mais, em uma deliciosa agonia. Senti meu pau deslizar um pouquinho mais para dentro, depois mais um pouco, e a xoxota da minha irmã segurando e soltando, toda lambuzada, mas bem apertadinha.

Centímetro por centímetro eu fui preenchendo a buceta dela, e ela mesma se encarregava disso, movendo os quadris lentamente e soltando seu peso aos poucos. Seu olhar era de pura excitação, e seus gemidos baixinhos me mostravam o quanto ela estava curtindo aquela lenta penetração. Finalmente ela golpeou sua pélvis contra a minha e meu pau entrou até o talo.

- Ahhhhhhhhhhhhhh... meu deusssssss... Bruno... ohhhhhhhhhh...!! - minha irmã gemeu, um pouco mais alto do que eu esperava. E a única forma de evitar seu barulho era com a minha boca. Começamos novamente a nos beijar carinhosamente.
- Faz muito barulho não, Bia... vai acordar o pai e a mãe! - adverti.

Ficamos parados por vários minutos, nos beijando, aproveitando aquele delicioso momento, a primeira vez que estávamos juntos, tão conectados. Meu pau estava engatado todinho na xoxota dela e ela se mexia lentamente, só massageando e apertando. Eu nunca tinha sentindo minha rola tão grande igual senti nessa noite.

- Mete agora, Bruno... mete bem devagar, tá? - ela falou e comecei a me mexer, dando leves estocadas de baixo para cima. A buceta dela estava tão molhadinha que minha pica deslizava pra dentro e para fora, sem qualquer dificuldade.

- Nossaaaaaaaa... você está todinho dentro de mim, Bruno... e está tão gostoso! - a Bia suspirou e falou.
- Você gosta bem fundo, é? - perguntei a ela e dei uma enfiada mais forte, o que fez com ela deixasse escapar um gritinho.

- Sim... pode enfiar bem fundo mesmo... quero sentir ele bem lá dentro, tá? - ela falou baixinho no meu ouvido. - Chupa meus peitos enquanto me come, chupa... você gosta de mamar nos seios das meninas?
- Só quando eles são bonitos iguais os seus, Bia!

Quando eu falei isso minha irmã sorriu e se inclinou para a frente, deixando os seios bem ao alcance da minha boca. Abocanhei um de seus peitos e chupei bem gostoso, pressionando o biquinho com meus lábios. Enquanto isso minha mão massageava o outro seio. Depois troquei e fiquei um bom tempo nessa brincadeira.

A Bia gemia e movia o corpo para frente e para trás, fodendo meu pau bem devagar. Que foda mais gostosa, e que buceta mais meladinha.
- Bruno... eu nunca quis um cara dentro de mim igual eu estou te querendo agora... meu deusssss... isso é loucura, não é? - minha irmã sussurrou.

- E eu sempre te quis, Bia... você não faz nem idéia...! - admiti e olhei para o rosto dela. Que visão mais linda! Minha linda irmã ali comigo, na minha cama, subindo e descendo no meu pau com sua xoxota toda lambuzada e, mesmo assim, tão apertadinha.

E estávamos em perfeita sintonia. Quando eu metia de baixo pra cima, ela empurrava sua pélvis de encontro à minha, em um encontro de pica e buceta que não é possível descrever em palavras.
- Eu já sabia, seu bobo! - ela falou e deu uma risadinha.

- Você sabia? Como assim? - perguntei.
- Sim... eu percebia o jeito que você me olhava, Bruno... as mulheres percebem isso... porque você acha que eu deixava você ficar vendo minha calcinha?... eu queria te provocar... queria que você sentisse tesão por mim! - minha irmã falou e soltou um gemido tão profundo que pensei que ela ia gozar.

- Ohhhhhhhhh... meu deusssss... que pica mais gostosa... você não vai gozar não? - a Bia me perguntou de repente.
- Eu estava esperando por você! - respondi.
- Você estava? - ela me perguntou, com uma mistura de amor e sensualidade em sua voz.

- Sim... eu estava me segurando... somente porque...
- Não segure mais... ohhhhhhhhhh... não precisa esperar mais, Bruno... - ela falou baixinho e começou a cavalgar bem rápido no meu pau. - Não espere mais... ahhhhhhhhhh... não esperaaaaaaaaa... p-p-p-porque... eu... vou... gozarrrrrrrr... gozaaaaaaaaa... comigooooooooo...!!

- Ohhhhhhhh... Biaaaaaa... estou gozandoooooooo... estou gozandooooo também...!!! - gemi deliciosamente.
- Sim, Bruno... gozaaaaaaaa, meu irmão gostosooooo... goza dentro... goza na buceta da sua irmã... ahhhhhhhhhhhhhhh!!!!

Dei umas três bombadas bem fundas e comecei a gozar como louco, abraçando bem forte minha irmã.
- Nossaaaaaaaa... que delíciaaaaa... você está gozando tão gostosoooooo... estou sentindo sua porra bem quentinha dentro de mim, sabia?

- Sim, Bia... e essa porra é todinha sua... pra encher essa sua buceta gostosaaaaaa... ahhhhhhhhhhhh!!!
- Meu deusssssss... Bruno... estou gozando de novoooooooo... de novoooooo... ahhhhhhhhh... irmã e irmão gozando juntosssssss... que louco, não é? - ela gemeu e não sei ao certo se ainda era reflexo de seu primeiro orgasmo ou já era outro.

Depois que a Bia gozou ela ficou um tempão deitada em cima de mim, e meu pau continuou dentro de sua buceta, sentindo ela fazer umas deliciosas contrações.
- Bruno...?
- Sim...?

- Você sabe que isso é pecado, não sabe? - minha irmã finalmente falou, com a voz bem baixa, quase sussurrando.
- Eu sei, Bia... e acho que é por isso que eu queria tanto! - respondi.
- Você vai se lembrar dessa noite? - ela me perguntou e me deu um beijo na boca.

- Vou sim, Bia... para sempre!
- Eu também... mas... por favor... para o bem da nossa família... vamos ficar só nessa vez, tá?... gosto tanto de você... e sei que isso é errado... você se contenta em só bater punheta pensando em mim de agora em diante? - minha irmã perguntou com uma certa tristeza em seu rosto.

Balancei a cabeça afirmativamente e ela me deu um último beijo, antes de pegar sua roupa e sair do meu quarto. Fiquei um tempão pensando no que tinha acontecido e finalmente peguei no sono. No dia seguinte tive a impressão que ela estava mesmo bêbada na noite anterior, pois ela agiu como se nada tivesse acontecido.

Os dias foram passando e nem eu nem ela insinuamos qualquer coisa um para o outro. Mas eu percebia que, sempre que estávamos sozinhos em casa, ela se sentava ou se deitava de forma mais "distraída", deixando eu ver sua calcinha, todinha atolada na racha da bunda. É claro que eu não resistia a isso e batia altas punhetas em homenagem a ela.

Tudo parecia ter voltado ao normal, até que um dia estávamos de volta à casa dos meus pais, para passarmos as férias. Minha irmã novamente saiu com as amigas e eu saí com meus amigos. Na volta ainda conversamos um pouco no meu quarto antes de irmos dormir. Umas duas horas mais tarde veio a surpresa.

- Bruno de deusssssss... estou daquele jeito novamente... vamos fazer?... só mais um vez? - acordei com a Bia falando isso no meu ouvido, deitada do meu lado, na minha cama. E foi assim que meti nela novamente, e repetimos isso várias outras vezes, até que ela se casou e tivemos que nos afastar. Mas, confesso, até hoje eu ainda bato punhetas pensando na buceta fogosa da minha linda irmã.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Paulo Mineiro
E-Mail: josewdcabral@bol.com.br
Data: 03/01/2017
Sou um coroão dotado mesmo e adoro fazer uma novinha gosar gostoso mesmo a distancia. trinta e um-nove-oitenta e oito-oitenta e oito-vinte e dois-dez.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 12/01/2017
Tenho tesão enorme em mulher comprometida Delicia.. adoro ver como as mulheres podem ser safadas e gostosas quando são bem comidas, ou provocadas, fico com puta tesão...adoro cobiçar uma mulher safada,ver o olhar dela de quem sabe que está seduzindo.., tbm é bom ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe até mesmo ajudando a conhecer esses desejos.. whats (quatro, sete)nove, dois, doze, -meia, quatro, onze.... e o mais interessante é que muitos maridos tem esse sonho de ver ela assim...e só precisam de uma ajudinha.. rs rs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Homem carinhoso
E-Mail: maduro.homemcarinhoso@gmail.com
Data: 30/01/2017
Sou de Brasília
Se alguma gata tiver a afim de um coroa
Sou discretissimo
Deixe seu tel no meu email

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Ronaldo
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 06/02/2017
[somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: elias pauzudo
E-Mail: consultorbenvenuto@gmail.com
Data: 20/02/2017
As gatas de são Paulo que quiserem gozar muito e só me chamar no zap, nove, oito,três,dois,seis,. _ seis,seis,um,um

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Ronaldo l
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 24/02/2017
Lindo conto

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Coroa legal
E-Mail: Netemor1961@gmail.com
Data: 05/03/2017
Maravilhoso conto, faz lembrar algum lugar no passado

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Delicia
E-Mail: gaivota_mello@outloock.com
Data: 20/03/2017
Quero alguém que chupe minha buceta e me faça gozar como louca. Já estou com a minha bucetinha melada tá até escorrendo de tanto tesão. quero um pau pra meter bem gostoso. delicia!!!!!!!!!!!!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Surfista
E-Mail: silvaosurf@gmail.com
Data: 22/03/2017
Oi delícia. ..adoro chupar uma bucetinha bem gostosa... te colocar de quatro e chupar muito....me chame quatro zero quatro oito três quatro são paulo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Moreno são paulo
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 24/03/2017
Somente mulheres de São Paulo
Novinhas e sacadas afim de sexo sem compromisso e casual
11.98326.6611

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Princesa Fofinha
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 28/03/2017
Que conto Gostoso &#[somente e-mail permitido agora];
Tenho 19 Anos,Paraense,gordinha
Adoro homens mais velhos,que me fazem gozar....
whatsapp⤵
(NOVE UM) NOVE,OITO,NOVE,SETE,ZERO,SEIS,UM,SETE,SEIS...

AGUARDO VCS
BJS

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Ricardo
E-Mail: ricardo.goza.df@gmail.com
Data: 07/04/2017
PROCURO CASAIS DE BRASÍLIA-DF ou CASAIS QUE PROCURAM HOMEM EM BRASÍLIA-DF PARA SEXO A3 ESTOU DISPONÍVEL

>>> Procuro um casal sério que queira sexo A3 lembrando que sou hétero. Se der certo quero ser amante fixo da sua mulher.
>>> Dou preferência para casais, separadas, solteiras, noivas, viúvas carentes e safadinhas daqui de Brasilia-DF, cidades satélites (Ceilandia, Recanto, Taguatinga e etc) e entorno .

Fone: [somente e-mail permitido agora] TIM (whatsapp)
Fone: [somente e-mail permitido agora] Claro

e-mail: ricardo.goza.df@gmail.com
Brasil > Brasília-DF (Recanto das Emas)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Mineiro
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 11/05/2017
Sou um coroão dotado de 55 anos e adoro as mulheres novas de até 30 anos, que sejam safadas, taradas e putinhas. 31.98899.2210

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: bombom
E-Mail: ronilsonalmeida15@gmail.com
Data: 07/06/2017
olá tenho 27 anos adoro mulher q gosta de aventura coisas proibidas mulher casada meu maior tezão...

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Bruno
E-Mail: Brunooliveira5858@Outlook.com
Data: 19/06/2017
Delícia de conto

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Vanessa
E-Mail: vanessa04vidas@gmail.com
Data: 20/06/2017
Fico louca com esses contos safados

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Mineiro
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 11/07/2017
Sou um coroa mineiro dotado e safado e adoro mulheres que sejam safadas, taradas e putinhas e que morem perto de Belo horizonte. Comigo com certeza vc goza virtual e fica com o cú piscando. 31.98899.2210
Te espero mulher..


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Mineiro
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 15/07/2017
Sou um coroa mineiro dotado e safado de 45 anos e adoro as mulheres novas de até 30 anos que sejam safadas, taradas e putinhas e que morem em Belo Horizonte ou próximo. 31.98899.2210


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Gordinha Danadinha
E-Mail: gordinhadanadinha2017@gmail.com
Data: 15/08/2017
Adorei o conto sou doida pra acha alguém que me faça gozar , que me leve a loucura com uma bela chupada na minha xoxota gostosa e toda molhadinha.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo
E-Mail: pauloizisilva88@gmail.com
Data: 22/08/2017
Linda historia fiquei de pau duro

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Marquinha de biquíni no WhatsApp
Safadinha linda mostra a marquinha de bikini nos seios e traseiro e depois abre a bunda para vermos seu cuzinho
Fodendo a safadinha no banheiro da festa
Novinha putinha queria mesmo uma pica bem grossa na xoxotinha. Depois de beijar o cara eles foram para o banheiro meter
O melhor boquete da minha vida
Novinha safada chupa meu pau bem devagar e pede pra eu gozar em sua boquinha linda
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Comendo a namorada
Sem minha namorada perceber eu coloquei uma câmera escondida e filmei ela gemendo bem gostoso na minha rola até gozar
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Abusada pelo meu padrasto [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dei minha bucetinha e meu cuzinho para o amigo do meu marido [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha primeira vez com meu marido e outro homem [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu padrasto come minha buceta todos os dias [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Comida por dois cães [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Comendo a Gabi, minha filha caçula [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Na casa do meu tio [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

O pai da minha melhor amiga [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 4 [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Ajudei a trocar um pneu e fui recompensado com sexo [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu marido me entendeu [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Louquinha pra dar [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fazendo o dever de casa [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Eu e meu filho no banheiro [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Eu e minha mãe na fazenda do meu avô - Parte 1 [Ver Vídeo Pornô]
Paulo disse:
Busco relacionamento sério com moças que já praticaram incesto, mulheres que aceitem a ideia de ter filhos para incesto. Chama no Whats: 015.98182.1498

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Louquinha pra dar [Ver Vídeo Pornô]
Fudião Perito disse:
Minha Prima virou minha Puta - Olá, meu nome é Fudião Perito(Ficticio) tenho 21 anos, Baiano de Salvador, moreno escuro, cabelo liso, bem magrinho com 1,81cm de altura e com um pênis de 20cm, vou contar algo real do q rolou entre mim e a putinha da minha prima é uma história bem loga; mas vc ñ vai se arrepender se ler até o final. Tudo começou quando ainda eramos criança, bem novinhos, mas já brincavamos de casinha viviamos nos enconstando um no outro pegando nas partes intimas e tal, mas ñ passava disso até pq ñ sabiamos o q verdadeiramente era sexo; daí ficamos alguns anos sem nos ver direito, até q aos 17 anos passei a estar mais proximo da minha família onde ela mora, ela morena escura, magrinha, cabelos cacheados com uma bundinha empinadinha e peitos pequenos e ejá estava namorando, transando, e aquilo me chamou a atenção e aquilo q era brincadeira de criança agr era um tesão louco pra fuder ela; ela vivia com saias e shorts pequenos, eu ficava louco observando ela, ela por sua vez tbm ficou exitada ao me ver após tanto tempo o q eu tinha me tornado, então passamos a trocar olhares; ela sentava de perna aberta mostrando a calcinha, eu ficava maluco, e quando ela ia tomar banho eu ia até o cesto de roupa suja pegava aquela calcinha e cheirava, lambia e batia uma punheta com a calcinha dela enrolada em minha pica; ela tinha 17 anos tbm, mas o namorado dela era o primeiro dela então ela era fiel a ele, mas minha volta tinha mexido com ela, ela provocava e se esquivava por me querer mas ao msm tempo pensar no seu namorado; o q me deixava com raiva e ao msm tempo mais louco de tesão; mas um dia em q estavamos eu, ela e uma amiga em comum cvs o assunto veio a tona e td q eu falava despertou nela a curiosidade e o desejo louco tbm percebi no seu olhar; e eu q passei a saber q ela só tinha dado pra seu namorado era o único homem dela, e q seu cuzinho era virgem; então dps daquele dia comecei a sentar e esticar a bermuda desenhando minha rola dura; olhar ela equnto ela dormia eu olha sua bucetinha pequenininha com aquela calcinha toda dentro do cuzinho e me encostava nela ela despertava ao sentir minha vara quente nela e eu disfarçava pois nunca estavamos sozinhos; até q um final de semana o namorado dela q tinha se tornado meu amigo, mais uma vez traiu ela, e ela soube, ñ terminaram mas brigaram feio, ela ficou com raiva; ela estava bem alegre antes de acontecer isso amanheceu o dia cantando, ouvindo musicas e dançando, ai a tinha se produzido toda com um vestidinho ousado uma calcinha toda interrada e sem sutiã, cabelos soltos, toda cheirosa; ficquei louco e me masturbei pensando nela; mas quando ela soube o ocorrido foi pra casa irritada; então fui "consola-la" rs`; claro fazendo ela rir pra quebrar aquele clima; ai cvs comecei a provoca-la com os olhares; falando coisa; desenhando a pica na bermuda; ela por sua vez começou rir, abria as pernas com uma calcinha branca rendada na frente e socada no cú; isso na sala ela em um sofa e eu no outro de frente; e a sua mãe estava no quarto, então sua mãe saiu com o padrasto dela; então fui pro msm sofá q ela e assistindo coloquei a mão em sua coxa e dei um sorriso; ela mordeu os lábios; então a beijei calorosamente, com mordidas, chupões; levando a mão até aquela bucetinha quente de mais já bem meladinha, acariciando seu grelinho; ficamos assim alguns minutos; então comecei a chupa, beijar o pescoço dela levando a outra mão em cabelos segurando firme; mordi sua orelha e falei baixinho, “hj vc é minha”, ela só respirava bem fundo e dava uns gemidinhos bem baixinhos timidamente; então olhando em seus olhos fui descendo o vestido a sua cintura; e levei minha boca naqueles peitinhos quase cabiam todo em minha boca; labi o biquinho durinho, chupei, mordi, beijei, ela estava indo a loucura; então com minha língua deslizei até sua barriga e o msm q fiz em seu peito fiz em sua barriga; então tirei seu vestido por completo abrir bem as pernas dela e ainda com calcinha dei aquele cheiro(fungada) em sua buceta; Aaah esse cheiro de buceta! Q buceta cheirosa a dela; então com os dedos eu tirava a calcinha dela bem devagar, mas antes de sair de dentro do cuzinho eu tirei com a língua e puxei de dente até seu tornozelo, então tirei abri a calcinha e olhando em seus olhos eu lambi visgo q tinha ficado no fundo, cheirei e pus dentro das minhas calças; ai foi a hora de cair de boca naquela bucetinha q cabia toda em minha boca; enchi a boca de buceta; haa como amo chupar uma xana; chupei ela de frango assado, de ladinho quando ela gozou na minha boca me apertado ela gemia, ai chupei ela de quatro como um cachorro lambe uma cadela limpando o gozo dela, de brusso, ai emfim pus ela de joelhos em minha frente e tirei a bermuda, mandei ela aproximar o rosto e tirei a cueca então meu como um estilingue foi direto em seu rosto com sua calcinha enrolada nele, segurei seus cabelos e bate com a rola em seus lábios e suas bochechas, dps deixei ela mamar a vontade, soquei sua boca como se fosse uma xana ela quase engasga deixando meu pal todo babado; então sentei no sofá e mandei ela ficar de pé no sofá em minha frente e de costas botar seu rabo em cara, passei a língua na porta daquele cuzinho, e mandei ela se abaixar pra mamar na minha piroca ficamos naquele 69; dps coloquei ela de quatro e empurrei essa vara todinha nela bem devagar dps fui aumentando a sequencia ela gemia de prazer e dor um pouco, pois estava acostumada com a pica do seu namorado apenas; comi ela de todas as posições de qual eu chupei ela; até q dps ela cavalgou em mim e gozou em pau; eu q ainda ñ tinha gozado pois a poucas horas antes tinha me masturbado; então eu pensei nos momentos em q ela me negou aquela transa q realizava meu desejo mais ai faltava o da Riva q me fez passar todas as vezes q negou; ñ tinha o hábito mais nessa hora intimei aquele cuzinho: “ me da ele dá; ele(namorado dela) me contou q comeu o da mina lá; mereço o seu” ela então ficou de ladinho e disse: “come com carinho ta; é a primeira vez”; umas das poucas vezes q ela falou em meio a td isso; então comi aquele cuzinho e gozei La dentro deixando todo grudadinho; após essa foda; tomamos banho juntos; e daí ela virou minha puta, até hj como ela sempre q nos vemos ela ainda está com o msm rpz; mas o cuzinho é exclusividade do priminho aqui. Demorei escrevendo pois parava pra me masturbar pensando na siririca q as minas q estão lendo estão batendo agr; Hum; q Delicia!!!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu marido me entendeu [Ver Vídeo Pornô]
Nilson Santo disse:
Eu queria tanto ser corno mais jamais será realizado meu sonho pena q a minha nunca vai me dar esse prazer ela e evangélica e muito certinha

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Esposa crente e pastor safado [Ver Vídeo Pornô]
Prscila disse:
Adorei sou evangelica TB adoro e sou casada TB

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fodendo com meus amigos (e com o meu irmão) - Parte 1 [Ver Vídeo Pornô]
rola.media.e.grossa disse:
Adoro putaria
[Ocultado. Clique e deixe uma mensagem] 4
Numero.da oi
Ou se preferir me chama mo email
eder8l92@gmail.com
Venha mulheres safadas

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu marido me entendeu [Ver Vídeo Pornô]
Nilson Santos disse:
Eu queria tanto ser corno mais jamais será realizado meu sonho eu faria o mesmo que ele

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia