Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Quer trair seu namorado ou esposo? Faça sexo casual e sem compromisso. Temos vários homens cadastrados querendo te conhecer. Ninguém precisa saber, nem sua melhor amiga.

Às voltas com meu vizinho


Enviado por Maninha Asssanhada em 07/12/2016
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Héteros | Visitas: 58454
Avaliação: [Votar]
154 Comentários [Comentar]

Pensei muito na forma de começar este relato. Resolvi, então, começar pelo dia em que vi meu vizinho pela primeira vez. Era uma tarde chuvosa quando a família dele chegou de mudança para uma casa recém construída ligada à casa da minha irmã.

Em dias chuvosos eu gostava de ficar na janela vendo a chuva cair e era onde eu estava quando eles chegaram. Ele foi a primeira pessoa a descer do carro. Que garoto mais lindo: moreno, lábios carnudos, braços fortes, cabelos e olhos castanhos.

Eu tinha completado 14 anos e até já tinha namorado alguns garotos. Eu ainda não tinha transado, mas tinha muita vontade mesmo, sobretudo quando eu estava dando uns amassos, ou quando eu ouvia os gemidos, nada sutís, da minha irmã engatada na rola do meu cunhado.

Tão logo desceu do carro, ele correu direto para onde eu estava, já que era a casa mais próxima, acompanhado pelos pais e a irmãzinha dele.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Depois da chuva, todos da rua ajudaram na mudança, inclusive minha irmã e meu cunhado. A partir daí os pais dele se tornaram grandes amigos da minha irmã e do e do meu cunhado e nós dois também, já que eu morava com minha irmã desde que ela começou a trabalhar fora e precisou de alguém pra ficar com a filha dela, minha sobrinha.



Como identificação vou chamar minha irmã de Laura, meu vizinho de Luan e a mãe dele de Sara. Então, como a Sara e a minha irmã ficaram amigas, elas gostavam de partilhar a comida que preparavam, e era eu quem sempre ia buscar e deixar essas partilhas, de forma que eu e Luan estávamos sempre em contato.

Eu estava louca pra dar uns beijos nele e ele demonstrava estar a fim também. Mas não passava de olhares e insinuações.

É importante frisar que a Laura notou meu interesse por ele e me dava conselhos para não namorar. Ela falava que ele era um desocupado, que não queria nada da vida e tal. Realmente ele sempre estava em casa vendo TV. Eu, de minha parte, adorava, porque sempre que eu ia em sua casa ele estava lá pra eu admirar aquela gostosura.

A Sara, ao contrário da Laura, quando percebeu que a gente estava se querendo, passou a criar situações para que nós dois ficássemos sozinhos. Ela me chamava lá pra ajudar em uma coisa qualquer e logo me deixava fazendo essa coisa qualquer e dizia que precisava sair e nos deixava sozinhos.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

No começo o Luan só ficava conversando, mas pouco tempo depois ele começou a me elogiar, pegar minha mão, alisar meus cabelos e coisas assim. Eu fingia que não ligava, mas ficava louca pra ele me beijar.

Até que em um domingo, quando estávamos de saída pra casa do nosso pai, a Sara chamou a Laura e perguntou se eu podia ficar com ela pra ajudar com uns doces que ela estava fazendo, já que ela fazia encomendas para festas. A minha irmã concordou e eu fiquei.



Quando cheguei na cozinha, que surpresa! A Sara já estava com todos os doces prontos. Ela disse que, na verdade, só precisava que eu ajudasse o Luan a mexer os doces de vez em quando até que esfriassem, pois ela precisava sair e só ia voltar na hora do almoço, e a gente precisava mexer as panelas de meia em meia hora pra não criar rapa. Em seguida ela saiu, nos deixando de boca aberta.

Ficamos olhando um pro outro, parecendo dois patetas.
- E agora, Melissa... o que a gente faz? - ele me perguntou tentando quebrar o gelo.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

- Não sei! O que você acha? - respondi, um pouco sem graça.

- Vamos ver TV então... vem! - ele disse e, me pegando pela mão, me levou para a sala. Ficamos sentados no sofá. Mas não estávamos à vontade, ali, sozinhos. A tensão e o desejo era quase palpável.

Eu queria muito que ele me beijasse. Só de olhar pra ele eu já estava de calcinha melada. Minha bucetinha latejava de tesão e ele já estava de pau duro. Dava pra ver pelo volume do short. Tentei puxar um papo, mas não foi muito longe e voltamos a atenção pra TV.

Foi aí que veio a propaganda de uma novela, onde as personagens se beijavam. Imediatamente nos olhamos.
- A gente pode se beijar também, não pode? - ele dise e eu não esperei ele mudar de ideia. Colei minha boca na dele e ficamos num beijo molhado e sensual.

O Luan já tinha quase 17 anos, mas era um pouco tímido. Eu, por minha vez, estava era querendo ir além de um beijo. Comecei a me aproximar mais dele, até que encostei meus seios em seu peito. Fiquei esfregando meus peitinhos durinhos nele, gemendo, enquanto beijava a sua boca.

Nessa hora ele começou a se soltar. Rapidamente ele desceu a mão até a minha bunda e cravou os dedos, apertando minhas nádegas e aumentando ainda mais o meu tesão.

- Ohhhhhhhhhhhh... meu deussssss...!! - gemi e me deitei no sofá, puxando ele pra cima de mim. Assim que ele se deitou em cima do meu corpo eu senti o pau dele durinho na minha bucetinha virgem.

A vontade de ter aquele pau dentro de mim era enorme. Mexi meus quadris pra sentir mais um pouco, esfregando minha xoxotinha bem em cima da pica dele. Que delícia a sensação de ter um pau quase me fodendo.

- Nossaaaaaaa!! Os doces, Juan!! - me lembrei dos doces e dei um pulo do sofá. Corremos pra mexer e logo voltamos pra sala, recomeçando nosso amasso, agora, muito mais ousado.

As mãos dele começaram a passear no meu corpo. Dessa vez não nos sentamos. Ele me encostou nas costas do sofá, de frente pra ele, e se encaixou no meio das minhas pernas.

- Ohhhhhhhhhh... issoo... não pára, tá?...!! - gemi quando ele subiu minha blusa, até deixar meus peitinhos de fora. Em seguida ele fechou as mãos neles, massageando de uma forma tão perfeita que fiquei de pernas bambas. Nessa hora minha perereca estava babando tanto que eu sentia o fundo da minha calcinha ensopar.

Empurrei mais os seios nas mãos dele, gemendo e dizendo o quanto eu estava gostando daquilo. Aquela era uma situação nova para mim. Mas, nossa! Como aquilo era bom, ver o quanto eu deixava ele excitado, como ele queria meu corpo. Eu já não aguentava mais de tanta vontade de foder.

De repente ele olhou meus seios.
- Hummmmm... que peitinhos mais lindos, Melissa! - ele falou e colou a boca neles, chupando bem forte mesmo. Parecia que eu ia pegar fogo, de tão excitada que eu fiquei. Era a primeira vez que um garoto colocava a boca nos biquinhos dos meus seios.

- Aiii... que delícia, meu gostosoooooo... fode minha bucetinha, fode ela, Luan... não aguento mais... me come, vem... transa comigo, transa? - eu disse, cheia de desejo.

Depois que eu falei isso eu imaginei que o Luan já ia tirar o pau pra fora e metê-lo todinho em mim, mas ele continuou lambendo e chupando meus peitos, e isso estava me deixando louca. Logo ele desceu a mão até minhas coxas e depois subiu, só que agora por baixo de minha saia, indo direto pra minha buceta.

- Ahhhhhhhhhhh... Luannnnn... Luannnnn...!! - gemi deliciosamente quando ele meteu os dedos no elástico da minha calcinha, afastou ela um pouco pro lado e passou o dedo no meu grelinho durinho de tanto tesão. Fechei os olhos e mordi meu lábio inferior, me segurando para não soltar uns gritinhos de prazer.

Nossaaaa!! O garoto sabia mesmo como tratar uma garota. Enquanto ele beijava minha boca, uma de suas mãos apertava meus seios, a outra massageava minha bucetinha e ele ainda esfregava o pau nas minhas coxas.

Vou confessar pra vocês que eu estava pra não aguentar de pé de tanto prazer. Fiquei com muita vontade de pegar naquele pau, e foi o que eu fiz.
Enfiei a mão no short dele, que era de elástico, e massageei o pau durinho. Pela primeira vez eu estava segurando uma rola, e a sensação foi tão gostosa que me arrepiei todinha.

Nossa! Como a gente gemia. Eu queria muito que ele me fodesse. Eu não entendia porque ele não fazia isso logo, porque ele não metia logo, já que a minha bucetinha estava ali prontinha pra ele, toda lubrificada. Minha saia já estava levantada na minha cintura. Ele só tinha que baixar minha calcinha e enfiar o pau.

Resolvi tomar a iniciativa.
- Vem... senta aqui... rápido! - falei e puxei ele pro sofá, fazendo ele se sentar. Em seguida tirei minha calcinha e montei nele. Quando eu peguei no pau dele para encaixá-lo na minha entradinha, ele recuou.

- Nãooooooo, Melissa... a gente não pode transar aqui... minha mãe vai chegar!! - ele falou e fiz cara feia. - Além disso, quando eu enfiei o dedo em você eu senti que você é virgem... acertei?
- Sim, eu sou, Luan... mas eu quero deixar de ser... e quero hoje... agora!

- Não... apressado assim não vai funcionar... tem que ser em um lugar mais tranquilo... foda rápida com menina virgem o pau nem entra! - ele falou e fiquei muito chateada. Foi um balde de água fria no meu tesão. Mas não pude fazer nada.

Pelo menos ficamos ali nos esfregando, os dedos dele na minha buceta, minha mão em seu pau, beijos e abraços apertadinhos, até que a mãe dele voltou, o que não demorou muito. Se tivéssemos engatado uma foda, talvez ela tivesse nós pegado no flagra. Mesmo assim ela ficou desconfiada, pois a sala dela ficou o puro cheiro de buceta e pica.

Depois desse dia, eu e o Luan não perdíamos uma oportunidade de dar uns amassos. Todas as vezes que eu ia na casa dele eu botava uma saia, às vezes sem calcinha e sempre dava pra ficar com mais tesão do que eu já estava. Ele me pegava por trás, mordendo minha orelha, com uma mão nos meus peitinhos e a outra na minha buceta lisinha e toda lambuzuda de tanta vontade de dar.

O pau dele ficava muito duro e ele o esfregava na minha bunda. Outras vezes ele me jogava na parede, de costas pra ele e ficava me encoxando, enfiando a língua na minha boca.
- Abre as pernas... vai! Deixa eu botar a cabecinha no seu buraquinho! - ele falava e eu me abria toda, ficando bem arreganhada pra ele.

Ele vinha e enchia a mão de boceta, mexendo no meu grelo e escorregando um dedo na minha abertura. Uiiiiiii!!! Fico com muito tesão, só de lembrar essas coisas. Então ele passava a cabecinha na minha racha e eu ficava toda empinadinha, abrindo bem as minhas nádegas e deixando ele brincar com minha buceta e com o meu cuzinho.

Eu já estava ficando impaciente com aquilo, e não queria esperar mais. Às vezes a gente tentava meter, mas o pau dele era grosso e grande e como eu disse, minha bocetinha ainda não tinha levado pica, e era toda pequenina e apertada. Pra meter nela ele ia precisar ir com muita calma mesmo.

Mas eu gostava muito desses momentos. Minha calcinha ficava molhadinha e pegajosa e, na maioria das vezes, eu ficava nessa pegação com o Luan e depois corria pra casa pra me masturbar. Como era gostoso gozar sozinha no meu quarto, pensando naquele garoto me fodendo em todas as posições possíveis.

Morávamos em uma cidade pequena no interior do Maranhão. Para quem não conhece, em cidades desse tipo, todo mundo se conhece, se fala, enfim, interage entre si. Outra coisa bem comum em cidades pequenas é faltar energia elétrica. Sempre que isso acontecia à noite, as pessoas da rua se reuniam em frente à uma casa e começavam a contar todo tipo de estórias.

As crianças e adolescentes amavam ouvir tais estórias, inclusive eu. Mas depois da chegada do Luan passei a gostar ainda mais. Levávamos uma lona, espalhávamos no escurinho e ficávamos na maior safadeza.

Eu pegava no pau dele e ele enfiava a mão na minha calcinha e ficava mexendo na minha bocetinha, metia o dedo, fodia ela com os dedos e eu ficava louca. Às vezes a gente não aguentava e dava uns gemidinhos. Quando nossos colegas olhavam a gente disfarçava.

- A gente precisa foder, Melissa! Não aguento mais ficar só me esfregando em você! - ele falou no meu ouvido em uma ocasião dessas. - Amanhã minha mãe vai sair cedo... Vai lá em casa pra gente meter bem gostoso, vai!

Eu não disse nada, só dei um sorrisinho inocente. Mas já fiquei pensando como eu ia fazer pra ir ficar com ele. O dia seguinte seria domingo e quase todos os domingos minha irmã ia passar o dia na casa do nosso pai. Nesse domingo não foi diferente.

Acordei com ela me chamando, já arrumada pra sair.
- Melissa... já estou indo lá pro pai! Arruma a casa e depois vá também! - ela falou e eu nem ouvi direito, pois minha bucetinha já começou a palpitar só em pensar que eu ia finalmente foder com meu vizinho.

Nossaaaa!! Fiquei muito ansiosa. Tão logo minha irmã saiu, eu me levantei, corri pro banheiro, escovei meus dentes, tomei um banho rápido e vesti uma calcinha bem pequena. Eu queria um fio dental, mas eu não tinha nenhum, então vesti a menor que eu tinha, com um vestidinho curto, colado no corpo e meio solto na bunda.

Dei uma olhada no espelho e me achei bem gostosinha. Nunca fui muito alta, mas na época eu já tinha uma bundinha empinada, coxas grossas e peitos médios. Eu não era gorda nem magra, e estava na medida certa. Um tesão, como diziam os meninos. Aliás, os meninos andavam atrás de mim igual cachorro perseguindo uma cachorrinha no cio, mas eu queria era o Luan mesmo.

Saí na rua e dei uma olhada. Como ainda era muito cedo, não vi ninguém e as casas estavam todas fechadas. Fechei a porta e fui quase correndo pra casa dele. Nossaaaa! Aquela adrenalina toda aumentava ainda mais minha vontade de foder.

Pensei em bater, mas ia fazer barulho e chamar a atenção dos vizinhos. Peguei no trinco e girei. "Ufa! Que bom que está aberta!", pensei toda alegre. Fui direto pro quarto dele. O Luan estava saindo do banho, lindo e cheiroso. Ele era muito gostoso, aliás, ele ainda é.

Meu coração disparou quando eu o vi só de toalha, mostrando seu peitoral delicioso. Ele me olhou, deu meio sorriso e já veio direto pra mim. Nos abraços loucamente.

- Meu deusssssss... Luan... estou com tanta vontade...!! - gemi quando ele agarrou minha bunda com as duas mãos, apertando forte, me colando nele pra eu sentir o tamanho do seu pau, que já estava tinindo de duro. Em seguida ele me beijou profundamente, enfiando a língua na minha boca.

A toalha dele se soltou de seu corpo e deslizou para o chão. Nessa hora eu pude sentir a pica na minha barriga, pressionando.
- Melissa... minha deliciazinha... você é muito gostosinha! - ele falou e, tirando as mãos da minha bunda, ele as levou para os lados do meu rosto.

Ficamos vários segundos nos olhando, no fundo dos olhos. Eu suspirava, sentindo meu coração bater cada vez mais acelerado, mas o Luan tinha mais controle da situação. Provavelmente ele, novo na cidade, já tinha comido várias outras meninas antes de mim. E ainda bem que ele não era o tipo de menino que saia contando pra todo mundo.

- Ohhhhhhhhhh...!! - deixei escapar um gemido quando o Luan levou uma mão na minha nuca e agarrou meus cabelos com força, enrolando na mão dele. Em seguida ele foi abaixando meu rosto até seu pau. Nossaaa!! Quando meu nariz chegou perto da pica dele eu senti um cheiro super delicioso. Que pau mais cheiroso.

Mas eu nunca tinha fodido, quanto mais chupado uma rola. Fiquei muito nervosa na hora.
- Chupa, delícia... é gostoso... você vai gostar! Vai, chupa, gostosa! - ele ficou pedindo, todo carinhoso, e isso me deu coragem.

Fechei minha mão no meio do pau dele, punhetei um pouco e botei na boca. Chupei timidamente no início, mas depois achei gostoso e me animei. Chupei forte, sempre punhetando e pegando nas bolas dele.

- Ahhhhh, Melissa... que delícia, gatinha... vai, safada... chupa seu macho, chupa...!! - ele ficava falando isso e me segurando firme pelos cabelos. De repente ele começou a mover os quadris, metendo e tirando a picona da minha boca. É isso mesmo. Ele estava fodendo minha boca, enfiando até minha garganta.

- Ohhhhhh... gatinha... que vontade de ficar metendo o dia todo nessa sua boquinha linda!
- Está gostoso, está?... você gosta da minha boca no seu pau, gosta? - eu falei e voltei a chupar com muita vontade. Minha boca começou a encher de saliva e escorrer pelo pau.

No início ele fodia lentamente, mas depois foi ficando rápido, enfiando até embaixo na minha garganta. Senti uma vontade forte de vomitar, mas consegui controlar. Com tanto pau na garganta eu comecei a sufocar, e meus olhos saiam água.

- Luan... Luan... meu deusssss... estou engasgando!! - tentei falar e minha voz ficou presa. Tentei empurrar ele mas não consegui. Nessa hora pensei que eu ia morrer, pois ele fodia minha boca e gemia alto, sem se preocupar comigo.

Comecei a me debater, quase sem fôlego, e felizmente ele percebeu o que estava fazendo e me largou. Minha garganta doía e as lágrimas desciam. Dei uns tapas nele, fingindo raiva, mas na verdade eu tinha gostado muito. Para me acalmar ele me beijou com ternura.

- Muito gostosa você, viu, Melissa?... deixa eu retribuir? - ele falou e tirou meu vestido gentilmente, me deixando apenas de calcinha. Em seguida ele me jogou na cama, puxou minha calcinha de ladinho e brincou com as nove beiradas da minha boceta.

- Ohhhhhhh... Luan... você faz tão gostoso... estou adorando... que delícia...! - sussurei cheia de tesão quando ele meteu o dedo na minha xoxota e o enfiou na boca, lambendo e chupando o dedo todo melado.

- Você é muito cheirosa, Melissa! - ele disse isso com o nariz entre minhas pernas. Quase me desmanchei quando ele passou a língua no meu grelo e depois chupou com tanta perfeição que eu não conseguia me controlar. Me perguntei onde aquele garoto tão novinho tinha aprendido aquelas coisas.

Comecei a gemer cada vez mais alto, puxando os cabelos dele e esfregando a cara dele na minha bucetinha. Nossaaa!! Eu estava muito ofegante, e nunca pensei que uma pessoa pudesse sentir tanto prazer. Se eu soubesse que aquilo era tão gostoso eu já tinha dado minha buceta há muito mais tempo.

Quando o Luan sentiu que eu ia gozar, ele me largou, tirou minha calcinha e a cheirou profundamente, dando uma lambidinha no fundinho dela e me olhando bem nos olhos. Em seguida ele abriu minhas pernas e ficou alisando meu grelo, metendo o dedo no meu buraquinho e punhetando o pau.

- Vou meter nela agora, tá? Você está pronta?
- Sim... e-e-eu acho! - falei e dei um sorrisinho todo sem graça. Eu sabia que eu ia sofrer um pouquinho na vara dele. Atualmente eu encaro paus muito maiores que o do Luan, mas naquele dia eu estava morrendo de medo.

Com jeitinho ele abriu minhas pernas e se deitou em cima de mim, bem devagar, beijando minha boca carinhosamente. Em seguida ele segurou o pau com uma mão e ficou esfregando a cabeça na minha racha, tentando encaixar na entrada.

Minha buceta estava toda melada, toda lisinho, pois eu tinha tirado todos os meus pelinhos. Mas o pau não entrou. Ele forçava e forçava mas a cabeça da rola não entrava. Meu deusss!! Doía muito, mas meu tesão era maior que a dor.

- Não vai entrar não, né? - eu falei e ele sorriu, me dando mais um beijo na boca.
- Vai sim... daqui a pouco entra, Melissa... primeira vez é assim mesmo! - ele falou com a voz bem calma, o que me deixou bem à vontade.

Eu estava muito excitada, e não aguentava mais tanto tesão. Levantei meus quadris pra ajudar. Fiquei rebolando e me esfregando no pau dele, até que a cabeça do pau encaixou e eu empurrei meu corpo.
- Ahhhhhhhhhhh... meu deusssss... entrou... está entrandoooo... nossaaaaa... uhhhhh... nossa senhoraaaaa... entrou... Luannnnnn!!!!

Entrei em desespero e comecei a chorar, e o Luan ali em cima de mim, enfiando cada vez mais. Senti minha bucetinha ser invadida sem dó por aquele cacetão dele. A dor era quase insuportável. Era a vara dele me fazendo mulher.

Fiquei quietinha, com as pernas bem abertas e ele começou a se movimentar dentro de mim. Minha vontade era sair correndo dali, mas aguentei firme, afinal, era aquilo que eu vinha querendo há muito tempo. Eu não queria dar uma de fresca, pois a maioria das minhas amigas tinha dado a buceta na minha idade.

No entanto, quando o Luan começou o vai-e-vem, entrando e saindo de dentro de mim, o negócio ficou insuportável. Coloquei minhas mãos nos quadris dele e comecei a empurrá-lo pra longe, mas ele não saiu. O pau entrou mais fundo ainda, rasgando minha frágil bucetinha.

- Aí, Luan... meu deusssss... tá doendo muito, amor... não quero mais... vamos continuar outro dia... por favor!
- Relaxa, minha gostosa... já vai parar de doer! - foi tudo o que ele me disse, e meteu em mim sem dó nem piedade.

Como aquilo doeu. Mas depois, como num passe de mágica, começou a ficar gostoso e eu aproveitei ao máximo aquela pica entrando e saindo, preparando minha xoxota pra mais foda. Ele me fodia, pegava nos meus peitinhos e me beijava.

- Ohhhhh... amor... está tão gostosooooo... mete mais... mete... enfia bem fundo... fala que sou sua mulherzinha, fala... quero ser sua mulherzinha agora... ahhhhhhhhhhh...!! - coloquei os braços ao redor do pescoço dele e fiquei falando isso. Em segundos eu gozei, quase desmaiando de tanto prazer.

Minha primeira gozadinha numa pica. Senti os músculos da minha xoxota se contraírem e depois relaxarem, apertando aquela vara grossa e dura dentro de mim. Sangue?!? Não saiu nada. Saiu foi muito gozo da minha bucetinha, lambuzando o pau do Luan por completo.

- Fica de quatro, Melissa! Quero gozar olhando esse teu rabo gostoso! - ele falou e fiquei de quatro na beirada da cama, com as pernas levemente abertas e minha bunda bem empinada. Ele veio por trás e me fodeu ainda mais gostoso.
- Ohhhhhhh... delíciaaaaa... vou gozarrrrr... vou gozarrrrr...!! - ele deu uns gemidos mais altos e vi que ele não ia aguentar segurar mais.

- Dentro não... não goza dentro, tá? - falei e joguei meu corpo pra frente, desengatando o pau dele da minha xoxota. A gente estava fazendo sem camisinha e eu não queria arriscar. Ele punhetou rapidinho e gozou, espalhando sua porra quentinha nas minhas costas. Que delícia!!!

Caímos na cama exaustos e ficamos ali durante vários minutos. Minha bocetinha estava ardendo muito, mas valeu a pena, porque foi muito bom. Logo que consegui comandar minhas pernas, eu me levantei e me vesti pra sair. Mas já tinha muita gente na rua. Se me vissem sair de lá seria uma fofoca só.

- Luan... meu deussss... eu não posso sair assim... o que vou fazer?!? - falei e ele sugeriu sair pelo quintal. Lá ele me ajudou a pular a cerca e fui correndo pra casa. Passei o dia inteiro lembrando da nossa foda e à noite eu não conseguia dormir. Além de eu estar agitada pelos acontecimentos do dia, fazia muito calor.

Resolvi então ir ao banheiro me refrescar. O banheiro era bem ao lado do quarto da minha irmã. Quando me aproximei ouvi ela gemer e o marido dela dizer "Vai, cachorra... rebola gostoso nessa pica!".

Fiquei curiosa e fui mais pra perto pra ver melhor, nas pontas do pés. A porta estava levamente aberta e, com a ajuda da luminosidade que entrava pela janela, eu pude ver meu cunhado deitado de barriga pra cima e minha irmã sentada no pau dele, subindo e descendo bem gostoso.

Uau! Que visão mais linda. Fiquei quase um minuto observando os dois treparem, e logo senti minha bucetinha palpitar. Não era possível! Eu estava ficando molhadinha e precisei enfiar a mão dentro da minha calcinha e me tocar, ali, escondida e vendo minha irmã rebolar e gemer como se o mundo fosse acabar.

Mas a melhor surpresa veio quando eles foram mudar de posição. Quando minha irmã saiu de cima do meu cunhado eu pude ver o pau dele, enorme, apontando para o teto. Me deu água na boca. A pica dele era bem maior que a do Luan.

Estava decidido. Eu ia dar para o meu cunhado. Se eu aguentei o pau do Luan, eu ia aguentar o dele. Ele não ia resistir à minha bucetinha novinha. Mas isso é uma outra história. Talvez eu conte ela a vocês. Enviem seus comentários e quem sabe eu volte mais vezes.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Maria luisa
E-Mail: jg[somente e-mail permitido agora]@gmail.com
Data: 08/12/2016
Amei sua historia. Bjs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Fabio
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 08/12/2016
Muito bom este conto!!
So falta encontrar uma m pra uma possivel realizacao !!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: jbnatal
E-Mail: jmbsantosster@gmail.com
Data: 09/12/2016
Delicia fiquei de pau duro.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: pedrao
E-Mail: pedraopolimentos@hotmail.com
Data: 23/12/2016
adorei seu conto deve ter cido maravilhoso! por favor poste outros se for possivel me add no face pedraopolimentos! vc deve ser lenda e deliciosa!


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Carlos Alberto
E-Mail: sdgjhszcvvcg
Data: 23/12/2016
Olha você deve ser muito gostosa viu!
Fiquei louco pra te conhecer .
Vamos entrar em contato flor
vou amar fazer sexo com você! !!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: MINEIRO
E-Mail: eros.mineiro@bol.com.br
Data: 24/12/2016
Fiquei com tezao eros.mineiro@bol.com.br

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Jefferson
E-Mail: Jefferson.jpr18@gmail.com
Data: 04/01/2017
Que puta gostosa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Thor_20cm
E-Mail: hierao@hotmail.com
Data: 10/01/2017
Boa noite. Tbm sou do Maranhão, fiquei a fim de ouvir seus contos pessoalmente ou até quem sabe, fazermos uma aventura para contarmos aqui. O que acha?

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Marcio
E-Mail: marcioguilhon@hotmail.com
Data: 23/02/2017
Gostei do seu conto sou do maranhao tambem vamos conversar....um abraço princesa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Falcon
E-Mail: aprendizecurioso@hotmail.com
Data: 27/02/2017
Oi Maria Luiza ( jg@gmail.com )!
Estou a disposição para bom papo, amizade e quem sabe algo mais.
Bjuu


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Kaah
E-Mail: KaahSantos@hotimail.com
Data: 17/03/2017
Nossa adorei.. Se for possível passa seu face, número sla.. Se você quiser experimentar com mulher, tô aqui ❤

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Safada
E-Mail: cristinagatinha615@gmail.com
Data: 05/04/2017
Oiii tesudos e tesudas to afim de um papo quente (sou bi) loca pra gozar chamem no zap (três um)(nove,nove, três, oito,quatro, seis, zero, dois, dois)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Safada
E-Mail: cristinagatinha615@gmail.com
Data: 05/04/2017
Oiii tesudos e tesudas to afim de um papo quente (sou bi) loca pra gozar chamem no zap (três um)(nove,nove, três, oito,quatro, seis, zero, dois, dois)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Mineiro
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 11/05/2017
Sou um coroão dotado de 55 anos e adoro as mulheres novas de até 30 anos, que sejam safadas, taradas e putinhas. 31.98899.2210

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Felipe
E-Mail: lipel@hotmail.com
Data: 11/05/2017
ae> .mallandrinhas.net

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: rogerio
E-Mail: rogerioavilles@gmail.com
Data: 07/07/2017
fiquei louco de tesão ,como queria deliciar com minha boca em uma buceta , e foder bombando muito até meu pinto explodir soltando todo meu esperma

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Loirinha delícia desfilando na praia
Vejam que bundinha mais gostosa, balançando de um lado para o outro. Na hora já imaginei a bucetinha dela no meu pau
Comendo o cú da amiga da namorada
Minha namorada caiu na besteira de me apresentar a sua amiga gostosa. Não deu outra. Levei a safada para o motel e comi o cú dela
O melhor boquete da minha vida
Novinha safada chupa meu pau bem devagar e pede pra eu gozar em sua boquinha linda
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?
Fodendo a safadinha no banheiro da festa
Novinha putinha queria mesmo uma pica bem grossa na xoxotinha. Depois de beijar o cara eles foram para o banheiro meter
Foram flagrados no banheiro da escola
Casal de novinhos estava tão concentrado na foda que não viram a câmera. Só depois de gozar é que a meninha percebeu

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Meus dois primos metendo na minha buceta e no meu cuzinho [Ver Vídeo Pornô]
Mario disse:
Muito gostoso o conto Carla, mulheres de fortaleza se quiserem entrar em contato, sou um homem maduro, que adora sexo, tenho um pau de 20x8 cm, e sei dar muito prazer a uma mulher que goste de ser bem fudida.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Flagrei minha irmã com um carinha e fiz ela dar pra mim [Ver Vídeo Pornô]
Paulo Mineiro disse:
Sou um coroa mineiro dotado e safado de 45 anos e adoro as mulheres novas de até 30 anos que sejam safadas, taradas e putinhas e que morem em Belo Horizonte ou próximo. 31.98899.2210

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Vida de lésbica - A amiguinha da faculdade [Ver Vídeo Pornô]
Anônimo disse:
Sou casada mais tenho um tesão enorme em experimentar uma bucetinha

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui a tia que ele sonhou - Parte II [Ver Vídeo Pornô]
fernando disse:
Parabens, foi o melhor conto que li até hj. Vc deveria escrever muitos outros como este. Tenho certeza que vc entende do que está escrevendo; riqueza de detalhes,sensações maravilhosas e muito sexo.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Espiando minha filha [Ver Vídeo Pornô]
Manu Silva disse:
cara eu sempre estou lendo contos, mais este eu amei estou de pau duro ate agora, sou louco pra comer minha filha, ja vi ela peladinha parada na porta do banheiro mais não tive coragem de investir, quando ela tinha 9 anos eu cheguei a gozar nas coxinhas dela, ela tinha uma bucetinha bem gordinha até chupei e vi ela ofergante tipo gozando na minha lingua, mais depois fiquei comedo e nunca mais tentei, hoje ela é casada mora no mesmo quintal, sabe que eu tenho tezão por ela mais nnnnão dá brexa já cheguei a falar alguma coisa mais ela corta meu barato mandando eu parar,

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Menina bobinha [Ver Vídeo Pornô]
Claudio disse:
Ola mulheres safadas de todas as idades quero muito chupar bucetas e sentir prazer, sou acad¨ºmico educado



Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu chefe me fode [Ver Vídeo Pornô]
Bigdick disse:
Bia tô batendo uma punheta gostosa nesse seu conto!! E seu vizinho então!!! Me chama (pjmaf01&yahoo,com)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A calcinha da minha enteada (com fotos) [Ver Vídeo Pornô]
Paulo Mineiro disse:
Sou um coroa mineiro dotado e safado de 45 anos e adoro as mulheres novas de até 30 anos que sejam safadas, taradas e putinhas e que morem em Belo Horizonte ou próximo. 31.98899.2210

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

No cuzinho da minha filhinha [Ver Vídeo Pornô]
Luma disse:
Sou assistente social e sempre procuro essas páginas pata denunciar. Pedofilia é crime. Estarão sujeitos à investigação.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui criada na rôla do meu padrasto [Ver Vídeo Pornô]
iuzektopa@hotmail.com disse:
adorei seu conto muito tesão quero ser padrasto kkkk;; adoro beijar lamber e chupar uma bucetinha é muito gostoso se não quiser perder a virgindade eu respeito e só chupo ou se quiser no cúzinho eu meto só com 18 anos pra cima;; escrever no assunto quero ser chupada;; sou de Curitiba

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virei puta do rapaz da academia [Ver Vídeo Pornô]
gostosa disse:
q coisa mais loka eu vis o mesmo com o meu cunhado gostoso q tem um pau muito grosso

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

De filhinha da mamãe a putinha de um coroa [Ver Vídeo Pornô]
Netto disse:
Tenho 24 anos e adoro sexo. Gosto de dominar uma novinha e amo ensinar tbm... Mas tenho uma vontade de pegar uma mulher mais velha, ainda não fui dominado por uma. Mandem e-mail para conversar um pouco. Tenho 22cm e sou carioca.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A novinha dando para o velho [Ver Vídeo Pornô]
Netto disse:
Tenho 24 anos e adoro sexo. Gosto de dominar uma novinha e amo ensinar tbm... Mas tenho uma vontade de pegar uma mulher mais velha, ainda não fui dominado por uma. Mandem e-mail para conversar um pouco. Tenho 22cm e sou carioca.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia