Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais

O conto erótico está logo abaixo dos anúncios

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Meu namorado negro


Facebook

Enviado por Assanhada em 15/11/2016
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Héteros | Visitas: 25414
Avaliação: [Votar]
11 Comentários [Comentar]

Sou uma mulher de 30 anos, muito liberal e sem nenhum tipo de preconceito racial. Falo isso porque tenho um namorado afro descendente. Ele não gosta de ser chamado assim e prefere que todos o chamem de negro, nego, negão ou preto mesmo. Mas para mim estas palavras soam muito mal, como um insulto racista.

Então, este rapaz se chama Adila e veio da Nigéria. Quando eu o conheci, ele ganhava a vida como entregador de jornais. Um dia ele foi ao supermercado onde eu trabalhava como caixa. Gostei dele desde o príncipio, já na primeira vez que eu o vi entrar no estabelecimento. Me lembro como se fosse ontem.

Ele comprou um pacote de arroz, um frango e uma lata de sardinha. Cobrei e devolvi a ele o troco e um sorriso. Ele sempre ia ao supermercado às terças e comprava poucas coisas. Puder notar que o dinheiro que ele ganhava não era mesmo suficiente para comprar tudo o que ele necessitava.

Aos poucos fui percebendo que o Adila passava por dificuldades, em todos os aspectos, principalmente no aspecto sexual. Um dia perguntei a ele como ele se chamava e tentei iniciar uma conversa. Duas semanas depois ele aceitou meu convite para bebermos algo. Fomos para a lanchonete do supermercado, no meu horário livre, e ficamos um tempão conversando.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

- Quer jantar comigo esta noite, Adila? - perguntei quando ele voltou ao supermercado uns três dias depois.
- ...Sim, claro... acho que vai ser bom! - ele me respondeu com a voz baixa e um pouco sem graça, já que havia dois outros clientes por perto e ele ficou um pouco tímido.




Dei a ele o meu endereço e combinamos de nos encontrar às 9:00hs da noite. Como tenho fama, na minha família, de ser uma excelente cozinheira, decidi preparar um jantar bem especial para ele: uma boa salada, arroz, maionese, peixe cozido e como sobremesa uma torta de chocolate.

Depois de preparar o jantar eu tomei um banho, fiquei bem cheirosa, fiz uma trança nos cabelos, vesti uma camiseta bem folgada, sem sutiã, saia bem curtinha, com uma minúscula calcinha e fiquei esperando por ele. Aquele negão não ia me escapar de forma alguma.

O Adila chegou, conversamos um pouco e comemos. Nessa hora eu vi como o apetite do rapaz era voraz. Da salada ele não deixou nem o cheiro das azeitonas, e repetiu várias vezes, até ficar completamente satisfeito. Eu ficava olhando ele comer e ficava imaginando se ele ia me foder com a mesma disposição que ele apreciou o meu jantar.

Depois de comermos, nos sentamos no sofá, dispostos a assistir um filme. Antes que eu pudesse pegar o controle da TV, o Adila me surpreendeu com um beijo nos lábios, primeiro timidamente, e depois colando sua boca à minha e chupando e brincando com a minha língua. Nossaaaa!! Perdi meu fôlego e me entreguei ao seu beijo quente e molhado.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana


Enquanto nos beijávamos, suas mãos percorriam meu corpo, apertando delicadamente a minha cintura e massageando as minhas costas. Sem querer, querendo, deixei meu braço deslizar e rocei o volume de seu pau em sua calça folgada. Meu deusss!!! Ele estava muito excitado, e sua pica estava enorme e dura.

- Ohhhhhhhhhhhhh... Adila... que delíciaaaaaa...!! - falei e me abracei a ele com todas as minhas forças. Toquei suas costas, os ombros, sua cintura, e o agarrei forte pelo pescoço. Ah, que macho mais gostoso. Minha buceta piscava e já estava toda meladinha, pronta pra receber o cacetão dele.




Continuamos nos beijando e trocando carícias, e logo levei minha mão até seu pau. Abri sua calça lentamente e agarrei sua pica, tirando-a para fora. Que coisa mais linda. Era um pau preto, longo, grosso, e muito quente. E estava duro como uma barra de ferro. Apertei ele carinhosamente e o Adila soltou um gemido de prazer.

Calculei que o pau dele não tinha menos que uns 20cm. "Esse negócio vai me matar!", pensei enquanto alisava aquele mastro e ficava imaginando se eu o aguentaria em mim, pelo menos até a metade. Sou uma mulher muito estreita e até aquele dia eu ainda não tinha tido o prazer de experimentar uma rola tão grande e grossa.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana


- Deixa eu chupar... pode? - perguntei com uma cara de pidona, já com água na boca de tanto vontade que eu estava de saborear aquele pauzão preto e brilhante. O Adila não falou nada, apenas balançou a cabeça com um sorriso de satisfação nos lábios.

- Hummmmm... hummmmm... adoro esse cheiro... - falei e comecei a esfregar a pica dele no meu rosto e nariz. Ele se deitou no sofá e terminou de tirar sua calça e cueca. Me ajeitei entre suas pernas e comecei a beijar, lamber e chupar sua pica, que não parava de crescer.

- Ohhhhhhhhhhhhh... Joyce... você é boa nisso... que boca gostosa... - ele gemia e falava, com seu sotaque nigeriano, e eu adorei ouví-lo gemer. Com minhas duas mãos eu punhetava o pau dele e ficava chupando a cabeça, que já começava a liberar seu líquido delicioso. Enfiei a pontinha da minha língua na abertura da cabeça da rola dele e o rapaz deu umas tremidas que parecia que estava gozando.

- Você gosta assim... gosta?
- ...Sim... desse jeito... chupa mais... isso!!!
Mamei muito o pau dele, sempre punhetando e massageando o saco. Tentei enfiar na boca mas não consegui muita coisa, já que tenho a boca pequena. Minhas amigas me chamam de boquinha de veludo, e o Adila estava comprovando justamente isso.

Enquanto eu chupava seu pirulitão de chocolate, o Adila tirou sua blusa e pude ver seu peitoral todo trabalhado, com seu abdômen retinho e sem qualquer gordura. Meu deusssss!! Que nego mais delicioso! Passei as pontas dos meus dedos em seus mamilos e eles ficaram muito duros e espetados.

- Vem aqui, vem! - ele falou de repente e veio pra cima de mim, arrancando minha saia e minha calcinha com uma certa violência. Em seguida ele pegou minha calcinha e a levou ao rosto, dando umas boas cheiradas, com os olhos cheios de tesão. Eu já estava tão molhadinha. Que delícia vê-lo fazer isso na minha frente.

Depois ele tirou minha blusa rapidamente e meus seios ficaram à sua disposição.
- Ahhhhhhhhhhhh... meu safado gostoso... - gemi quando suas mãos fortes seguraram meus peitos e o apertaram. Puxei a cabeça dele.
- Chupaaaaaa... chupa eles... pode chupar!

O Adila começou a chupar os bicos dos meus seios com tanta vontade, como se fosse um bezerrão faminto. Enquanto isso eu não parava de punhetar o pau dele com uma de minhas mãos. Logo voltamos a nos beijar e rolar pelo sofá, completamente nus.

- Espera só um pouquinho!! - falei, peguei o controle remoto e aumentei o volume da TV. Eu morava em uma kitnet, dessas que se ouve tudo o que os vizinhos estão fazendo. O barulho da TV seria um disfarce para os gritinhos que o Adila ia me arrancar com o seu pauzão.

Voltamos a nos agarrar, e logo ele estava por cima de mim. Nos beijamos como loucos e fui abrindo minhas pernas aos poucos, deixando ele se encaixar bem entre elas. Não demorou e senti um enorme cilindro de carne empurrando a entrada da minha racha.

- Ohhhhhhhhhh... meu bem... você vai me matar com essa pica, não vai? - falei e, com uma mão, o ajudei a enfiar a cabeça da pica, que entrou me rasgando. As paredes da minha xoxota estavam bem lubrificadas. Mesmo assim o pau dele não entrava de jeito nenhum, e ele ficou ali, metendo só a cabeça por vários segundos.

- Ahhhhhhhhh... você é muito apertada, Joyce... acho que não vai dar certo! - ele falou e começamos a rir.
- Mas eu quero, amor... não pára... fica fazendo assim que logo entra! - falei toda dengosa e passei mais um pouquinho de cuspe na minha entradinha.

Ele veio novamente e ficou socando a cabeça da rola de novo, e minha buceta resistindo. Passei mais cuspe e tentamos novamente, e dessa vez deu certo.
- Aiiiiiiiiiiii... meu deussssssss... é grande demaissssssss!! - mordi o ombro dele para abafar meus gritos. Seu pau entrou mais da metade, e eu me senti como se estivesse sendo rasgada ao meio.

Nosssaaaaa!!! Já fazia muito tempo que eu tinha perdido a virgindade, mas ter o Adila daquele jeito em cima de mim, enfiando aquela pirocona na minha xoxota, bem devagar, mexendo os quadris para encaixar tudo. Tive a sensação de estar sendo desvirginada novamente.

- Mete, amor... mete ele todinho em mim... enfia esse pau todo na sua mulherzinha!! - gemi no ouvido dele e ele ficou todo animado. Abri minhas coxas ao máximo para facilitar a penetração. Logo fiz uma tesoura com minhas pernas em volta de sua cintura. "Esse negão é todo meu agora!", pensei.

- Você é muito gostosa, Joyce... ainda está doendo? - ele me perguntou e interrompeu as metidas.
- Está doendo não, amor... pode continuar... continua... me fode bem gostoso! - sussurrei e o beijei novamente. Eu queria experimentar aquele pau todo. Eu queria ver até onde eu ia aguentar.

Levei minha mão até a minha buceta e tive uma surpresa ao perceber que ainda restava muito pau para entrar. Meu deusssss!! Pela primeira vez na vida eu estava me sentindo como uma franguinha no espeto, atravessada de um lado para o outro.

Mas eu não ia desistir fácil. Coloquei minhas mãos na bunda do Adila e o puxei mais para mim, rebolando meu quadril debaixo dele. Fui me mexendo e ele gemendo cada vez mais gostoso. O pau foi entrando mais um pouquinho, até que senti o saco dele encostar em minha bunda. Que alegria!!!

- Ohhhhhhhhhh... amorrrrrr... está tão gostosooooo, meu macho...!! - gemi no ouvido do Adila. Finalmente eu tinha conseguido engolir toda a rolona dele com a minha bucetinha gulosa. Eu estava toda cheia, até a tampa, mas muito satisfeita. Aquela penetração bem funda estava me proporciando um gozo e prazer que até então eu desconhecia completamente.

No vai-e-vem próprio de uma foda papai-e-mamãe, o pau do Adila roçava o meu clitóris, que estava ereto e pontiagudo.
- Ahhhhhh... ohhhhhhhhh... hummmmm... amorrrrrr... ahhhhhh... - gemi e ele iniciou um mete-e-tira muito rápido, com o mesmo apetite que ele demonstrou durante o jantar.

A pica dele, monstruosa se comparada ao tamanho da minha buceta, entrava e saia com muita facilidade, toda melada dos meus fluídos vaginais. Quanto mais ele metia, mais escorregadia eu ficava. Perdi a conta de quantas vezes eu gozei no pau dele, mas eu ainda queria mais, queria aproveitar bem aquela noite.

Saí de baixo dele e fui por cima. Me sentei em seu pau e minha perereca o engoliu de uma só vez. O coitado ficava me olhando, assustado, sem acreditar como que eu, branquinha, pequena, magrinha e toda frágil, conseguia encarar uma pica daquelas.

- Hummmmmmm... ohhhhhhhhhhh... que delíciaaaaaa...!! - eu gemia e subia e descia na pica dele, rebolando, pra frente e pra trás, me esfregando todinha nele.
- Você toma remédio? - ele me perguntou de repente.
- Sim... eu tomo!!

- Pode gozar dentro?
- Não... quero que goze nos meus seios... quero ver você gozar neles!
- Ahhhhhhhhh... então é agoraaaaa... vou gozarrrr!!
O Adila falou isso e saí de cima dele rapidamente. Em seguida fiquei de joelhos no carpete e ele ficou em pé na minha frente.

- Ohhhhhhhhhh... - ele gemeu e punhetou seu pau mais umas cinco vezes. Nossaaaaa!! Os jatos de porra sairam com tanta potência que me atingiram nos seios, onde queríamos, mas também no rosto e nos meus cabelos. Que loucura!! Pela quantidade de esperma pude perceber que já fazia muito tempo que ele não transava ou sequer batia um punheta.

Fiquei toda coberta de porra e começamos a rir. Peguei o pau dele e comecei a lamber e chupar, até conseguir beber todo o restinho que saía. Em seguida fomos correndo para o banheiro nos limpar. Enquanto nos ensaboávamos um ao outro, o pau do Adila voltou a ficar duro.

Não resisti e pedi pra ele me foder de novo, agora de pé, no banheiro. Fiquei de costas pra ele, encostada na parede e ele veio por trás. Meu deusssss!!! Ele meteu em mim por quase 10 minutos, até que nossas pernas ficaram bambas e caímos no chão, onde terminei por cima dele e gozamos novamente.

Depois do banho fomos para a cama, onde dormimos como um casal de namorados. Eu estava exausta por causa do trabalho e também pelas nossas duas trepadas. Dormi como uma pedra. De madrugada acordei com a buceta cheia de porra. Não acreditei. Ele tinha me comido de novo e gozado dentro. Tomei um novo banho e voltei a dormir, grudadinha no meu novo macho.

No dia seguinte, ao acordar, o Adila me surpreendeu com um delicioso café da manhã, que ele havia preparado para nós dois. Depois disso ele não mais saiu da minha casa. Até hoje namoramos e sou muito ciumenta. Não divido o meu negão, quero dizer, meu afro descendente com ninguém.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Você gostou do conto erótico que acabou de ler? Faça uma doação de qualquer quantia e me ajude a manter este site no ar, pois estou tendo dificuldades em arcar com todas as despesas. Clique aqui e saiba como fazer sua doação. Ficarei eternamente grata pela sua constribuição.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Facebook

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: ROBSON
E-Mail: ROBIE1766@GMAIL.COM.BR
Data: 15/11/2016
SE VC FOR LINDA COMO SEU NOME,QUERO FAZER AMOR BEM GOSTOSO COM VC,E O SOBRENOME DE MINHA MAE QUERIDA BEIJOS

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: ROBSON
E-Mail: ROBIE1766@GMAIL.COM
Data: 15/11/2016
QUERO SUA FOTO,NOME LINDO BEIJOS

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Cuiabano
E-Mail: Anônimo
Data: 15/11/2016
Nossa q conto maravilhoso
As gatas q gostam de pau pretô
Meu zap e [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Onesimo
Data: 20/11/2016
Minha esposa deu pra um negão que ela conheceu no baile e levou ele pra dormir com ela na minha cama eu adorei ver ela geme e gos com ele

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Corrêa
E-Mail: lcorrea2010@ig.com.br
Data: 23/11/2016
Parabéns adorei seu conto fiquei com muitíssimo tesão me chamem no mail lcorrea2010@ig.com.br casais e casadas carentes.Sigilo absoluto

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Beneditomarcorosa
E-Mail: Beneditomarcos32@gmal.com
Data: 23/11/2016
Adoro contos mulheres que quiser me chamar no watts e [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Francisco
E-Mail: Fran.neurismar.odk@gmail.com
Data: 24/11/2016
Quero trocar ideias e fotos

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Beneditomarcorosa
E-Mail: Beneditomarcos32@gmal.com
Data: 25/11/2016
Mulheres safadas que gosta de sexo pelo zap ou pessoalmente entre em contato [somente e-mail permitido agora] coroas casadas etc......

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: jose carvalho
E-Mail: carvalho1969@gmail.com
Data: 26/11/2016
bom dia
adorei o conto.
fiquei até com tesão... já que sou negro e adoro sexo...

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Matheus
E-Mail: [somente e-mail permitido agora]@whatsapp.com
Data: 29/11/2016
Me chamem no whatsapp, sou bem novinho quero conversar com mulheres whats [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 30/11/2016
Fico louco de tesão ao ler.. e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada que gosta de ser bem fodida, ou fogosa, mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo, adoraria ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. até ajudando a conhecer esses desejos e vontades whats. [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Novinha mostrou o cuzinho
Gatinha com sede de pica tira o short e a calcinha e faz um vídeo mostrando a bucetinha e o cuzinho todo depilado
Comendo o cú da amiga da namorada
Minha namorada caiu na besteira de me apresentar a sua amiga gostosa. Não deu outra. Levei a safada para o motel e comi o cú dela
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Novinha filmada usando o toilet
Garota vai ao banheiro e não sabe que está sendo filmada
Fodendo a safadinha no banheiro da festa
Novinha putinha queria mesmo uma pica bem grossa na xoxotinha. Depois de beijar o cara eles foram para o banheiro meter

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Bate-Papo Estórias de Sexo

Últimos Comentários dos Leitores

Amarrada e comida aos 16 anos [Ver Vídeo Pornô]
Claudinho disse:
Olá Rafaela
Gostaria de saber mais sobre você
Manda mensagem no meu email

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui mais cedo para a faculdade e o porteiro comeu o meu cú [Ver Vídeo Pornô]
Kelly disse:
Oi Bruna meu nome é Kelly hoje tenho 22 anos e me identifiquei muito com você, pois acho que temos vários pontos em comum em matéria de sexo, perdi a minha virgindade cedo quando tinha 15 anos, adoro fazer sexo anal e também já tive uma experiência dessas quando estava no quarto semestre da faculdade de Biologia transei com um colega no banheiro feminino da minha faculdade, foi uma experiência incomum e muito excitante, também me acho muito fogosa, adorei o seu conto, com muitos detalhes e bem excitante o único senão que eu tenho é com relação ao Sr. Alberto acho que ele não deveria ter contado para ninguém o que aconteceu entre vocês dois. Quanto a você dar uma chance para seu professor, se você acha que ele é confiável e vai manter em sigilo tudo o que acontecer entre vocês dois não vejo porque não dar uma chance para ele, se você quiser escrever para mim ficarei muito feliz em ouvir a suas estórias e contar as minhas, boa sorte. Beijos

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

A novinha que adorava dar o rabinho [Ver Vídeo Pornô]
RAIMUNDO CALCADA disse:
Jatos de esperma quente enchiam o cuzinho da putinha,. As mesmas besterias de sempre. E aidna aparece uma Teresa cuzeira. kkkk Nota seis,

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Incesto: minha experiência de vida com meu filho [Ver Vídeo Pornô]
MulatoGGG disse:
Mulheres e meninas mande msg meu zap ehh ddd (onze)nove.sete. um.tres.meia.setenta. dezoito sou negro 23cm bem grosso

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu irmão foi meu professor [Ver Vídeo Pornô]
casadoquer disse:
Não vivi esta experiencia mais procuro mulheres para sexo sem.compromisso

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Eu e meu filho no banheiro [Ver Vídeo Pornô]
machoalfasorocabasp disse:
Que delicia, adorei ler os comentários, fiquei tesudo
Eu vivo pensando em sexo, adoro longas preliminares e demoradas penetrações, tudo bem feito, com higiene e sigilo
machoalfasorocaba@bol.com.br
Contato inicial pelo e mail acima
Tenho excelente nível

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Sendo fodida por dois [Ver Vídeo Pornô]
machoalfasorocabasp disse:
Li seu relato e fiquei tesudo
Eu vivo pensando em sexo, adoro longas preliminares e demoradas penetrações, tudo bem feito, com higiene e sigilo
machoalfasorocaba@bol.com.br
Contato inicial pelo e mail acima
Tenho excelente nível

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Virgindade rompida [Ver Vídeo Pornô]
machoalfasorocabasp disse:
Li seu relato e fiquei tesudo, quero te fazer gozar gosotoso
Eu vivo pensando em sexo, adoro longas preliminares e demoradas penetrações, tudo bem feito, com higiene e sigilo
machoalfasorocaba@bol.com.br
Contato inicial pelo e mail acima
Tenho excelente nível

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contei a verdade e meu marido me deixou levar pica [Ver Vídeo Pornô]
machoalfasorocabasp disse:
Quero transar gostoso com mulher fogosa
Eu vivo pensando em sexo, adoro longas preliminares e demoradas penetrações, tudo bem feito, com higiene e sigilo
machoalfasorocaba@bol.com.br
Contato inicial pelo e mail acima
Tenho excelente nível

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia