Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais

Quer dar sua buceta para homens safados e pauzudos aí na sua cidade? Faça sexo sem compromisso com milhares de homens cadastrados. Quer trair seu esposo ou namorado? Basta acessar nosso site.

Vendi meu cú a um velho nojento e descarado - Parte 2 - Final


Enviado por Safadinha de Goiânia em 16/10/2016
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Anal / Sexo Anal | Visitas: 48421
Avaliação: [Votar]
44 Comentários [Comentar]

O Sr. Nilson chegou ao local combinado na hora marcada. Entrei no carro dele e de imediato ele arrancou.
- Pensei que você ia se vestir de uma forma mais sexy! - ele falou, como se estivesse me dando uma bronca.

- No, seu Nilson... por favor... isso não estava no trato! - falei em voz baixa, sem encará-lo.
- Claro que estava, Núbia! E imaginei que você fosse deduzir isso ao ver a roupa íntima que comprei pra você. Eu te queria mais sexy, mais provocativa! Não com essa calça jeans que você veste o tempo todo!

Enquanto ele falava isso eu fiquei calada. E ele continuou:
- Quero beber um pouco com você antes de irmos para o motel! Vamos resolver o problema da roupa primeiro! - o Sr. Nilson falou e paramos em um shopping. Entramos e ele me fez acompanhá-lo em umas quatro lojas até encontrarmos um vestidinho preto muito curto e com um decote bem generoso.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana


Tive que experimentar o vestido na loja e sair vestida nele. Eu me sentia como uma puta, e eu estava vestida como a mais puta de todas. O vestido era realmente muito curtinho e apertado. Por onde passávamos eu sentia os olhares dos homens me desejando, me comendo com seus olhares gulosos.




Descemos até o estacionamento subterrâneo e, assim que chegamos ao carro, o Sr. Nilson me empurrou gentilmente, me fazendo apoiar as mãos no carro e de costas pra ele. Mas que ousadia! Na hora imaginei que ele ia querer meter em mim ali mesmo, no estacionamento.

- Eiiii!! O Sr. ficou doido?!?! Alguém pode nos ver... - tentei protestar.
- Shhhhh... fica quieta! Quero ver se você está vestindo a calcinha que lhe dei! - ele falou isso e enfiou a mão por debaixo do meu vestido. Senti o safado passando o dedo na racha da minha bunda, até encontrar o fio dental que ele tinha pedido pra eu vestir.

Meu deussss!! Enquanto o Sr. Nilson passava os dedos por cima da minha buceta, se certificando de que eu estava mesmo usando o minúsculo fio dental, eu estava morta de vergonha, e não sabia onde enfiar a minha cara. Ele estava me bolinando em pleno estacionamento do shopping. O que minha família ia pensar de mim?


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Depois de brincar um pouco com minha minúscula calcinha, o Sr. Nilson a puxou para cima, fazendo ela entrar um pouco mais na racha da minha bunda e separar mais ainda os lábios da minha perereca. Eu queria morrer de tanta raiva que fiquei.

- Entra no carro agora... vamos! - ele falou, abriu minha porta e me fez sentar no banco do passageiro. Nem tive a chance de arrumar minha calcinha, que estava me incomodando demais, pois eu nunca tinha usado um fio dental igual àquele antes.



Saímos do shopping e paramos no primeiro bar que ele encontrou. Por sugestão minha, nos sentamos em uma mesa bem afastada das demais. Eu estava tentando de todas as formas evitar ser reconhecida por um de meus amigos ou alguém da empresa.

O Sr. Nilson pediu uma bebidas e ficamos em silêncio, apenas olhando o movimento.
- Sempre tive a fantasia de ter uma puta à minha disposição! - ele falou finalmente.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

- Mas eu não sou puta... O sr. sabe muito bem porque estou fazendo isso! - respondi secamente.

- Hoje você é uma puta, Núbia! Você está aqui por dinheiro, e é assim que as putas fazem... quero que se comporte como uma! Nada de fingimento nem de decência. Hoje quero você bem solta mesmo! - ele falou e não entendi muito bem, até sentir a mão dele pousar na minha coxa.

Deus do céu! Que situação mais complicada! Eu queria sumir daquele bar, mas eu precisava do dinheiro. Logo a mão dele estava apertando a minha coxa delicadamente e foi subindo pouco a pouco o meu vestido, aproximando cada vez mais da minha virilha.

- Não faça isso! Estamos em público... as pessoas estão olhando! - falei, um pouco incomodada.
- E daí? O que você acha que as pessoas que estão te vendo sentada aqui com essa roupa e com um velho da minha idade estão pensando? Elas sabem que vou te comer esta noite, Núbia! - o Sr. Nilson falou e caiu na risada.

- Meu deusssss... eu nunca fiz isso! Que vergonha! - falei com a voz trêmula, talvez pensando que ele fosse ficar com pena de mim e me levar logo pra minha casa.
- Deixa de bancar a inocente, Núbia! Você não é nenhuma virgem. Abra logo essas pernas que já faz muito tempo que tenho vontade de tocar nessa sua buceta!

Eu estava me sentindo humilhada. Mas eu tinha aceitado a proposta dele e agora eu iria até o fim. Abri minhas pernas levemente e a mão do velho safado foi até a minha buceta. Nossaaaa!! Senti os dedos dele apertando minha xoxota, percorrendo toda a região, como se estivesse medindo seu tamanho.

A mesa ajudava a ocultar os movimentos de sua mão, mas eu me sentia como se todos ao redor estivessem vendo minha buceta enquanto o Sr. Nilson me bolinava.
- Ohhhhhhhhhhh... fazia tanto tempo que eu não tocava uma buceta tão grande, Núbia... que xoxota mais gordinha você tem! - ele falou e fiquei ainda mais sem graça.

O dedo do Sr. Nilson começou a subir e descer pela racha da minha buceta, separando meus lábios vaginais e apertando de vez em quando o meu clitóris. Já fazia um bom tempo que nenhum homem tocava minha xoxota daquela forma, e, sem querer, comecei a ficar meladinha.

Ele percebeu minha buceta ficando molhadinha e começou a mover o dedo mais rápido, me deixando muito excitada. Sem perceber fui abrindo mais as minhas pernas e mexendo meus quadris lentamente, procurando o dedo dele com a minha buceta já em chamas. O safado aproveitou e enfiou mais um dedo.

- Aiiiiiiiiiii... - deixei escapar e abaixei a minha cabeça na mesa, tentando disfarçar o prazer que eu estava sentindo. Por uns cinco minutos o Sr. Nilson ficou girando os dedos dentro da minha xoxota, parando somente quando o garçom se aproximava da nossa mesa. Ele parava com o movimento da mão, mas não tirava os dedos da minha rachinha.

- Goza no meu dedo, putinha safada! - o Sr. Nilson aproximou a boca do meu ouvido e falou bem baixinho. Nessa hora me descontrolei e comecei a gozar na mão dele, soltando gemidos contidos e me tremendo todinha. Olhei ao redor desesperada, pra ver se alguém estava nos observando.

- Isso, menina gostosa... viu como foi fácil? - ele falou com um sorriso no canto da boca. Meu deussssss!! Eu tinha tido um orgasmo ali, na mesa de um bar, com um velho safado e tarado. Molhei os dedos dele por completo, e senti minha buceta pulsar, querendo mais um pouco daquele atrevimento.

- Chupa! - o Sr. Nilson tirou os dedos melados da minha xoxota e os levou até a minha boca. Aceitei a minha condição de puta daquele safado maluco e lambi os dedos dele, disfarçamente, até deixá-los bem limpos. Ele sorria, todo satisfeito por estar realizando sua fantasia indecente.

- Já é hora da gente ir, Núbia... acho que você já entendeu o seu papel desta noite, né? - ele falou e fiquei morrendo de vergonha. Sem ser explícito, ele tinha acabado de falar que eu tinha realmente me comportado como uma puta barata na mesa daquele bar.

Depois que ele pagou a conta nos levantamos e fomos em direção ao estacionamento. De mãos dadas com o Sr. Nilson eu ficava imaginando o que mais estava reservado para mim naquela noite. Entramos no carro e saimos em direção ao motel.

Ficamos mudos durante todo o trajeto, o que me deixou ainda mais agoniada. Ao chegarmos ele pediu uma suite, entramos na garagem e ele me entregou a chave para que eu abrisse a porta do quarto. Enquanto eu o fazia, ele veio por trás de mim novamente e enfiou a mão por baixo do meu vestido.

Fiquei imóvel e nem terminei de abrir a porta. Deixei ele fazer o que ele queria. Senti seus dedos afastando as minhas nádegas e se enfiando dentro do meu fio deltal. Um frio percorreu minha espinha. Ele estava procurando o meu cú e, ao encontrá-lo, encostou um dedo e o empurrou suavemente, fazendo a ponta entrar um pouquinho.

- Ahhhhhhhhhhh! - não aguentei e gemi bem baixinho, para não chamar muito a atenção.
- Que delíciaaaaa!! - o Sr. Nilson falou com uma risadinha - Esse cuzinho está apertado demais, menina! Vou me acabar nele... termina de abrir a porta! - ele falou e tirou o dedo do meu cuzinho.

Terminei de abrir a porta e entramos na suíte do motel. Ele não esperou nem um segundo e já foi me abraçando por trás, começando a tocar meus seios por cima do meu vestido, apertando e massageando com força mesmo.

- Você está linda, Núbia... tira o vestido, tira... quero ver a roupa íntima que comprei pra você! - ele falou e obedeci de imediato. Tirei o vestido e percebi que a tanguinha estava toda fora do lugar. Minha buceta estava toda à mostra, já que a tanguinha estava de lado e o fio passava por cima de uma das bandas da minha bunda.

Eu não sabia se ria ou chorava me vendo naquela situação. Meu deusssss!!
- Essa sua buceta é tão grande que nem cabe na tanguinha, heim? - ele falou e minha cara rachou de tanta vergonha. Fiz menção de arrumar mas ele não deixou.

- Não, não... deixa assim! Que gostoso ver essa buceta apertada nesse fio dental! - o Sr. Nilson falou e puxou uma cadeira, se sentando bem na minha frente. Fiquei em pé e ele começou a brincar com a minha tanguinha, enfiando ela na racha da minha bunda e às vezes entre os lábios da minha xoxota.

- Tira essa calcinha agora! - ele falou e obedeci, baixando a tanguinha lentamente - Até aqui! Só até aqui! - ele disse quando a viu na altura das minhas coxas. Ele sabia o que estava fazendo. Ele queria fazer com que eu me sentisse humilhada, e me senti, com a tanguinha daquele jeito, baixado só até onde eu pudesse mostrar a ele minha buceta já bem inchadinha.

- Vem aqui, menina! Vem ver como sua xoxota está gostosa! - ele me segurou pelo braço e me colocou de frente ao espelho. Fiquei surpresa ao ver minha perereca, toda depiladinha e com os lábios inchados das brincadeiras que ele estava fazendo com a minha calcinha.

- Abre sua buceta! Abre pra você ver como ela está! - ele me ordenou e eu o fiz, mas foi mais por curiosidade em ver como a minha buceta estava por dentro do que para lhe dar essa satisfação. Meu clitóris também estava inchadinho e a entrada da minha xoxota estava toda melada.

- Agora brinque com ela! Quero que se masturbe em frente ao espelho! Quero ver e quero que você também se veja fazendo isso!
- Não... não quero! Não gosto de fazer isso! - protestei e tentei sair da frente do espelho.

- Vai fazer sim... volta aqui e se masturbe pra eu ver! - ele falou e me puxou para a frente do espelho novamente. Timidamente eu voltei a separar meus lábios vaginais e com um dedo eu busquei meu grelinho. Eu sentia muita vergonha de ter o Sr. Nilson atrás de mim, olhando pelo espelho como o meu dedo tocava o meu clitóris.

Mas, ao mesmo tempo, essa vergonha me excitava. Comecei suavemente e pouco a pouco fui melhorando, apertando o meu botãozinho e acariciando a minha rachinha cada vez mais forte.
- Ohhhhhh... ahhhhh... meu deussss... que loucuraaaaaaa!!! - comecei a gemer de prazer, involuntariamente.

- Você gosta, não gosta?... você é uma putinha safada, Núbia! Eu sabia que você era! Enfia os dedos nessa buceta... um por um... até enfiar três dedos nessa buceta de puta que você tem! - o safado e tarado falava e meu corpo se arrepiava todinho.

As palavras dele, em vez de me deixar com raiva, estavam me deixando cada vez mais excitada. Ele estava me chamando de puta, de safada, me tratando como uma prostituta barata e eu estava adorando. Enquanto eu me tocava pela frente, senti os dedos dele por trás de mim, massageando minha xoxota.

- Vou g-g-g-gozarrrr... ahhhhhh... a-a-acho que vou gozarrrr... - gemi e falei, com três dedos enfiados bem fundo na minha perereca. Por trás eu sentia os dedos dele disputando espaço com os meus.

- Não goze ainda, sua safadinha! - ele falou bem sério - Nós estamos apenas começando!
Parei de mover os meus dedos mas sem tirá-los da minha rachinha. Ele então tirou a mão dele e ficou passando os dedos ao redor do meu cuzinho.

Eu estava tão concentrada no tesão que eu estava sentindo que nem percebi a intenção dele.
- Aiiiiiiii... meu deussssss... tiraaaaa... tiraaaaa... por favor...!! - soltei um grito quando senti uma dor aguda e terrível no meu cú. O Sr. Nilson aproveitou meu momento de distração e enfiou o dedo todinho no meu cuzinho, até o talo.

Nossaaaaa!! Eu nunca tinha sentido tanta dor na minha vida. Mas acho que foi mais uma dor psicológica, por ter um corpo estranho, nesse caso o dedo dele, dentro de mim. Tentei me livrar mas ele me segurou forte pela cintura, com o dedo engatado no meu buraquinho apertado.

- Fica quieta... e continue com os dedos na sua buceta... não quero que pare! - ele falou e me desesperei.
- Tá... eu continuo... m-m-mas por favor, tira o dedo daí... está doendo!

- Deixa de frescura, menina!! Brinca logo com essa buceta! - ele falou e seu dedo começou a girar dentro do meu cú. Voltei a levar minha mão até a minha xoxota e tentei enfiar os dedos em mim novamente, mas eu não conseguia parar de tentar escapar do dedo dele, que estava entrando cada vez mais fundo no meu ânus.

- Vamos!! Fique se masturbando pra eu ver! - o velho gritou e tirou seu dedo. Soltei um suspiro de alívio mas nem pude comemorar, pois ele voltou a enfiar, e dessa vez foram dois dedos.

- Aiiiiii... meu deusssss... pára, pára... está machucando!!! - comecei a me masturbar pra ele ver e pensei que se eu o obedecesse, ele não enfiaria outro dedo no meu cuzinho já bastante castigado. Me concentrei na minha buceta mas continuei me mexendo e reclamando a cada vez que os dedos dele iam muito fundo.

Com jeitinho o Sr. Nilson empurrou meu corpo de encontro a uma mesa que estava em frente ao espelho. Fiquei deitada de bruços nela, com a bunda empinada. Nessa hora meti meus dedos na minha buceta com muita vontade mesmo. Minha idéia era fazê-lo ficar com tesão a ponto de gozar sem meter em mim.

Mas não adiantou. O terceiro dedo veio junto com os outros dois e senti o meu cú se abrir ao máximo.
- Ahhhhhh... ahhhhhh... ahhhh... por favor, seu Nilson... está doendo muito... tiraaaaaa!!! - gemi e pedi a ele.

Nesse momento ele tirou os dedos do meu cú e se agachou atrás de mim. Senti as mãos dele abrindo as minhas nádegas e sua boca chupando o meu cuzinho com muita maestria. Meu deusssss!!! Meus gemidos agora eram de puro prazer. Que delícia sentir a lingua daquele tarado no meu buraquinho apertado, lambendo, chupando e beijando.

Rebolei minha bunda rapidamente, mas agora não era para escapar dos dedos nele no meu ânus, mas sim para sentir a sua língua mais dentro de mim, entrando e saindo do anelzinho do meu cú. Levei minha mão novamente na minha xoxota e me masturbei loucamente.

- Ahhhhhhhhh... que delíciaaaaaa... vou gozarrrrr... vou g-g-g-gozarrrrr... - falei e comecei a soltar uns gritinhos de puro tesão. Eu estava gozando com o Sr. Nilson lambendo e chupando o meu cú. Gozei deliciosamente e ele chupou todo o caldinho que saiu da minha xoxota.

Minhas pernas ficaram fracas e soltei todo o meu corpo em cima da mesa, ficando com a bunda empinada, toda exposta pra ele. Enquanto eu tentava recuperar a minha respiração ele veio e enfiou os dedos de novo no meu cuzinho. Desta vez não doeu quase nada, e não fiz o mínimo esforço para pará-lo.

Senti os dedos dele entrarem e sairem do meu buraquinho, girando e tentando abrí-lo um pouco mais. Fechei os olhos e respirei profundamente, começando a gostar do que ele estava fazendo comigo. Não demorou muito e percebi que algo mais grosso estava empurrando a argolinha do meu cú.

- Ahhhhhhhhhh... meu deussssss... devagarrrrr... por favorrrrr... - gemi quando o Sr. Nilson me segurou firme pela cintura, me imobilizando, e seu pau foi entrando lentamente pra dentro de mim, me abrindo centímetro por centímetro. A sensação era que ele estava partindo meu ânus em dois.

Comecei a chorar bem baixinho, torcendo para aquela agonia acabar logo. A dor era agudo e muito incômoda, mas eu não pedi pra ele parar, afinal o Sr. Nilson tinha me levado até aquele motel para tirar a virgindade do meu cú, e era exatamente o que ele estava fazendo.

- Ohhhhhhh... está indo muito fundo... nossaaaaaaaa... não enfia tão fundo... por favor... - eu gemia e falava. Mas não adiantava nada. O pau dele estava engatado no meu rabo até o talo. Primeiro ele ficou enfiando e tirando bem lentamente, mas logo aumentou o rítmo, indo mais fundo a cada metida.

Além da dor eu sentia uma vontade imensa de fazer cocô, minha pele estava toda arrepiada e parecia que alguma coisa ia sair de dentro de mim. Mas isso não aconteceu. À medida que ele ia metendo, meu buraquinho ia dilatando cada vez mais e ficando menos doloroso. Mas ainda ardia muito.

- Gostossaaaaaaa... que cuzinho mais delicioso, Núbia... você agora é uma putinha completaaaa... - o safado falava no pé do meu ouvido, enquanto bombava como um louco, batendo o saco nas minhas nádegas. Para minha sorte, a respiração dele aumentou e vi que ele ia gozar.

- Ohhhhhhhhhhhhh... deussssssss... - gemi desesperada quando ele deu uma bombada bem profunda e seu pau cuspiu uma imensa quantidade de porra bem quente bem no fundo do meu cú. Novamente senti uma vontade louca de ir ao banheiro. Por vários segundos a pica dele ficou pulsando dentro de mim, soltando o restinho de esperma.

Quando parou de gozar, o Sr. Nilson ficou imóvel dentro de mim, beijando minha nuca e me falando umas besteiras. Finalmente o pau dele foi amolescendo e eu mesma a expulsei do meu cuzinho. Senti a porra dele descer pelas minhas coxas e saí correndo para o banheiro me limpar, morrendo de vergonha.

Quando saí do banheiro ele entrou e tomou um rápido banho também. Depois de bebermos umas duas cervejas ele fez um cheque com o triplo do dinheiro que eu necessitava para os medicamentos do meu filho. Fiquei tão feliz que me ofereci para dormir com ele naquela noite, e ele meteu na minha buceta e no meu cú novamente. E não reclamei nadinha.

Hoje meu filho está muito bem de saúde e meu chefe me promoveu a um cargo melhor. Agora eu sou gerente da loja, ganho um pouco melhor e o meu cú está à disposição dele todas as vezes que ele quiser me usar. Meus problemas econômicos se acabaram. Podem me criticar, mas cresci profissionalmente usando minha bunda em vez do meu cérebro.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Você gostou do conto erótico que acabou de ler? Faça uma doação de qualquer quantia e me ajude a manter este site no ar, pois estou tendo dificuldades em arcar com todas as despesas. Clique aqui e saiba como fazer sua doação. Ficarei eternamente grata pela sua constribuição.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Ronaldo
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 17/10/2016
Meo zap Me chama [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Mell
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 18/10/2016
Hum que delicia.
Eu adoro um velho bem tarado.
Saio com o prefeito da minha cidade, com um taxista e agora com meu vizinho que cuido qd a filha vai trabalhar.
Eles tem entre 62 e 68 anos.
Adoro.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Rosy
E-Mail: anonimo
Data: 18/10/2016
adoro homem mais velho,deliciaaaa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Fogoso
E-Mail: Ronaldo.05@hotmail.com
Data: 19/10/2016
Deliciosamente gostosa vc gata como quero uma putinha assim mulheres que estejam afim de sexo aventuras dominações muito sexo e porra neu zap e([somente e-mail permitido agora] posso viajar

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: jbnatal
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 19/10/2016
Oi rosy, sou um coroa muito safado me chama no zap, [somente e-mail permitido agora] vamos gozar.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anonimo
E-Mail: Anonimo
Data: 20/10/2016
Bom dia Rosy e Mell.
Tenho 53 anos, moreno, olhos, azuis, magro,1.65.
Caso queiram conversar e me conhecer melhor para quem sabe se possa acontecer algo entre nós.
Por favor se houver interesse da parte de vcs ou de alguma outra mulher que goste de homens maduros, deixem seus e-mails ou telefones para contato.


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Nelson
E-Mail: nelson0153@hotmail.com
Data: 21/10/2016
Linda adorei a sua história, aprendi durante a vida que devemos fazer tudo o que desejamos sem se preocupar com as pessoas da sociedade, se críticas fossem construtivas políticos seriam todos honestos e não teríamos um país em crise! Parabéns...

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Duarte
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 21/10/2016
Sou um coroão dotado de Minas Gerais com estórias de incestos, afim de mulheres novas lindas e taradas, que queiram se melar toda. Whatsapp [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gata
E-Mail: anonima
Data: 22/10/2016
Oi procuro homens mais velhos coroas q gostem de sexo moro no interior de sp quem quiser deixa o contato

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimmo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Oi Gata.
Podemos conversar.
Tenho 50 anos, discreto, divorciado.
Me passa um E-mail ou fone para contato.
De onde vc é.
Bjs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Gata.
Estou aguardando vc me passar o seu contato.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gata
E-Mail: anonima
Data: 22/10/2016
oi anonimo sou do vale do paraiba conhece? Deixe seu contato

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Oi Gata.
Que coincidência, tbm sou do. Vale do Paraiba.
De que cidade vc é ?
Sua idade?
Estado civil?
O que procura no site?
Sera que pisso confiar em vc realmente?
Já vi e vivenciei mt coisa errada aqui.
Me passa o seu E-mail que te envio um número para contato.
Caso o contrário esqueça que tentei falar com vc.
Bjs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Oi gata.
Tbm sou do Vale do Paraiba.
De qual cidade vc é?
Seu estado civil?
Idade?
O que busca aqui no site?
Prefiro que vc me passe o seu E-mail para contato, ai te envii o meu telefone através dele.
Caso vc esteja com medo de mim ou de me passar o seu E-mail..
Prefiro que deixe quieto então e esqueça que trocamos estas nsns.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gata
E-Mail: anonima
Data: 22/10/2016
Adorei o conto tb morro de vontade de dar meu cu ainda virgem p um coroa bem gostoso quem quiser deixa o whatss mor em jacarei SP

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: gata
E-Mail: anonima
Data: 22/10/2016
Oi anonimo sou de jacarei tenho 37 anos estou em processo de divorcio nao tenho filhos trabalho procuro amizades ou algo mais pode confiar em mim sim se colocar meu email aqui todos vao ver

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Oi gata.
Meu e-mail.
Me passa i seu número pelo meu e-mail que entro em contato.
Sou de São José dos Campos.
O E-mail é:
celsinho[somente e-mail permitido agora]@gmail.com
Me diiga que é vc no E-nail e com o seu telefone.
Fico no aguardo.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonima
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
adorei

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anônimo(a)
E-Mail: celsinho[somente e-mail permitido agora]@gmail.com
Data: 22/10/2016
Pra vc gata.
Sou de Sao Jose dos Campos.
Me passa o seu. EhatsApp pelo meu E-mail que entro em contato com vc.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonima
E-Mail: anonima
Data: 22/10/2016
delicia de conto

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: anonimo
Data: 22/10/2016
Boal noite gata.
Deixiei o meu WhatsApp no seu. E-mail.
Aguardo o seu contato.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonima
E-Mail: anonimo
Data: 23/10/2016
que tesao


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Kiko
E-Mail: [somente e-mail permitido agora]
Data: 24/10/2016
Adoro mulher


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: leandro
E-Mail: leandrofeijo86@gmail.com
Data: 27/10/2016
adorei o conto muito bom vou deixa meu zap se alguma mulher tiver afim

([somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Leila
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 28/10/2016
Meu cuzinho tá piscando, doido pra levar uma pica e muitas gozadas até arrombar....

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Coroa Carente
E-Mail: Anonimo
Data: 29/10/2016
Boa tarde Leila.
Poderíamos conversar e nos conhecer,os/
Se sim deixe o um contato.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anonimo
E-Mail: Anonimo
Data: 31/10/2016
Bom dia GATA.
Deixei umas mensagens na sua caixa de E-mail.
bjus

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Dante Gavazzoni
E-Mail: dantegavazzoni@gmail.com
Data: 03/11/2016
Otima história e muito bem contada. Parabéns!!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: lidio
E-Mail: lidio1995@gmail.com
Data: 06/11/2016
Adorei esse conto quem quiser um novinho de 20 anos deixe seu contato


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Anonima
E-Mail: Ferrariellis@gmail.com
Data: 08/11/2016
Nossa que delicia de conto, Tbm procuro um suggardaddy que queira uma putinha gostoso em troca de grana! Sou de Vila Velha ES, contato pelo e-mail ferrariellis@gmail.com bjux

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: EOxNaQeDd5
E-Mail: kerpayrx6sf@mail.com
Data: 19/11/2016
Wenn du so gerne eine Neue hättest, dann macht doch... meine Mama, die komplett gegen leasen und auf Raten kaufen etc. ist, least zwei Sachen seit Jahren: Trockner und Wacacmsshhine. Wir haben es ihr in diesem Falle dann mal nachgetan und eine neue Maschine sowie ein guter Trockner sind echt goldwert. Und wir haben ja sogar weniger Wäsche als ihr Vier :D

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Gui
E-Mail: gaivota_mello@outloock.com
Data: 28/04/2017
Alguém aí pra chutar minha bucetinha. Ela tá toda babada louca pra ser chupada. aí que tesão caralho. Quero ser chupada pra depois meter rola nessa bucetinha melada e gozar igual cadeia no cio. adoroooo


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Gui
E-Mail: gaivota_mello@outloock.com
Data: 28/04/2017
Algum homem pra mamar minha bucetinha? Tô molhadinha.quem quiser manda fotos de picas. Pra minha xana ficar mais babada. Mostra sua pica que eu te mostro minha bucetinha

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Samara
E-Mail: Samaramaria1403@gmail.com
Data: 20/05/2017
Nossa fiquei toda gozada
Louca pra sair com um senhor coroao adoro
Principalmente porque tem uns coroa com um pau exagerado grosso adoroooo
Senhor me ajude q eu te ajudo com bastante amor
Sou de BH.
Adoroooo q brinca com meu grelinho chupando meus seios fico louca de tesaaaooo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

O melhor boquete da minha vida
Novinha safada chupa meu pau bem devagar e pede pra eu gozar em sua boquinha linda
Novinha mostrou o cuzinho
Gatinha com sede de pica tira o short e a calcinha e faz um vídeo mostrando a bucetinha e o cuzinho todo depilado
Comendo a namorada
Sem minha namorada perceber eu coloquei uma câmera escondida e filmei ela gemendo bem gostoso na minha rola até gozar
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Marquinha de biquíni no WhatsApp
Safadinha linda mostra a marquinha de bikini nos seios e traseiro e depois abre a bunda para vermos seu cuzinho
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

Minha primeira experiência homossexual [Conto erótico de gays] [Ver Vídeo Pornô]
Homem disse:
Sou Heterossexual ,mais tenho vontade de Chupar uma Piroca Grande ,Grossa e Gostosa. .✌

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Dando para o vizinho [Ver Vídeo Pornô]
aafnedgo disse:
";print(md5(acunetix_wvs_security_test));$a="

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././windows/win.ini

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
../..//../..//../..//../..//../..//../..//../..//../..//windows/win.ini

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯À®À®À¯windowsÀ¯win.ini

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
../../../../../../../../../../windows/win.ini.jpg

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
../../../../../../../../../../windows/win.ini

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
invalid../../../../../../../../../../etc/passwd/././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././././.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
..À¯..À¯..À¯..À¯..À¯..À¯..À¯..À¯etc/passwd

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
csdvbqnn disse:
../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././../.../.././etc/passwd

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia