Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

A coleguinha inocente


Facebook

Enviado por Diamante negro em 05/12/2015
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Héteros | Visitas: 29878
Avaliação: [Votar]
12 Comentários [Comentar]

Ju era minha colega de serviço. Ela trabalhava na recepção da empresa e atendia diretamente à chefia na parte de correspondências e relações públicas. Sempre foi a garota mais assediada pela turma.

E não poderia ser diferente: morena cor de jambo, 22 anos, cabelão até a cintura, preto, levemente avermelhado, todinho cacheado. Dona de um par de pernas longas, coxudas e de uma BUNDA que tirava qualquer um do sério.

Um popozão grande, largo, redondo e, acima de tudo, empinado. Parecia o da Sheila Carvalho, mas bem mais arrebitado. A galera brincava que ela conseguia carregar uma xícara de café em cima do traseiro sem deixar cair.

Exageros à parte, o seu bumbum era famoso em toda a empresa. Não tinha um homem sequer que não virava para o lado para dar uma "olhadinha".


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

E para sacanear ainda mais, ela usava o clássico uniforme de recepcionista: blusa branca e calça de tergal azul-marinho bem justa que desenhava direitinho a calcinha dela. Eu disse calcinha? Na verdade, ela só vestia tanguinha tipo asa delta que formava um minúsculo triângulo na frente e atrás.



Não tinha coisa mais excitante do que ver aquela marquinha afundada no meio do seu popozão. A vontade era cair de boca, colocá-la de quatro e chupá-la toda.

Sempre fui um dos mais judiados pelo traseiro da Ju. Como minha mesa ficava de frente à da chefe, quando ela vinha trazer os documentos para que ela assinasse, a Ju ficava de costas, bem no meu rumo, rebolando aquela bunda maravilhosa.

Ao inclinar o corpo para frente para ajudar a separar os papéis, o bumbum dela dava uma levantada que me deixava maluco. O jeito era disfarçar, colocando uma pasta em cima da calça para esconder a barraca.

Às vezes, acho que a Ju fazia de sacanagem, mas na verdade ela era um pouco ingênua, pois quando a turma ficava agitada diante daquela visão deslumbrante, ela, com a cara mais inocente do mundo, perguntava o que estava acontecendo.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Obviamente, todos, na maior cara-de-pau, respondiam:
- É o calor, Ju!!!
Éramos mesmo um bando de tarados!!!



Infelizmente, a Ju tinha namorado. Um sujeito tipo mauricinho, metido à besta que costumava tratá-la mal na frente dos outros. Se dependesse da vontade da turma, ele levaria a maior surra, pois a Jú era uma gracinha, educada, super carinhosa, incapaz de tratar qualquer um com grosseria.

Acho que a empresa toda era apaixonada por ela, especialmente pela sua bunda.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Como não podia ser diferente, nas conversas entre os colegas de trabalho, o assunto preferido era SEXO. Como o tema mais discutido atualmente é o tamanho do pênis, a mulherada, principalmente, ficava questionando se tamanho é documento ou não.

Um dia desses, fizemos uma brincadeira, onde todos tinham que revelar o tamanho da sua "ferramenta". As medidas giravam em torno de 15, 16, 17 e até 20 cm! A verdade é que pesquisas mostram que a medida média do pênis do brasileiro é cerca de 14cm e por isso, com certeza, todos procuravam aumentar um pouquinho o comprimento do próprio pau para não fazer feio no meio da turma.

Quando chegou minha vez, eu disse a verdade, sem o objetivo de aparecer e sem saber as consequências disso:
- O meu deve ter uns 20cm de comprimento por 10 de circunferência.
Inesperadamente, a Ju, que até então participava calada da conversa, inocentemente, soltou um sonoro "Nooossa!!!".

O pessoal não perdoou:
- Gostou, Ju? O do seu namorado é pequenininho?
Imediatamente, o rosto dela ficou vermelho feito pimentão. Morta de vergonha, ela se levantou e saiu toda emburrada.

- Vocês são todos uns bobos - ela disse, enquanto se retirava.
Eu já tinha percebido que sempre que rolava assunto sobre sexo, a Ju nunca falava nada. Ficava só escutando, com os olhos baixos, demonstrando que, apesar de sua idade, era pouco experiente na área.

Na minha opinião, o namorado dela não passava de um babaca que não sabia dar o trato necessário naquela gostosura toda e, além disso, devia ter o pinto pequeno.

Na última sexta-feira do mês, a firma sempre promovia uma reunião de confraternização, no salão de reuniões, para todos os funcionários e a
Jú era a responsável por organizar o evento.

Em um desses encontros, ela veio super gatinha, bem maquiada, com o cabelo escovado, vestindo uma sainha azul-marinho, um palmo acima do joelho e com sua inseparável tanguinha asa-delta enterrada no traseiro.
Nesse dia, o bumbum dela parecia maior ainda do que de costume e mal cabia na sainha. Volumoso, empinado, redondinho, uma delícia.

Enquanto ela andava apressada, para lá e para cá, preocupada com os detalhes da reunião, eu a observava, doido de vontade de agarrá-la.
De repente, ela deixou cair um monte de papéis no chão. Sem perceber que eu estava na sala, abaixou-se para apanhá-los.

Fiquei louco quando vi aquele bundão empinando para o alto, deixando à mostra sua buceta coberta por uma calcinha branca. A Jú ficou nessa posição alguns segundos, o suficiente para que o meu pênis assumisse a posição de ataque. Cresceu uma enormidade debaixo da cueca e, como já falei, ele é um pouco avantajado.

Quando a Ju se levantou, ela levou o maior susto:
- Desculpe, Jefferson! Eu não tinha visto você aqui. Eu sou mesmo desastrada! Deixei tudo cair no chão.
- Não se preocupe! Se quiser eu ajudo você - respondi.

Percebi claramente que, por mais que ela tentasse fingir, seu olhar apontava para a minha calça.
Enquanto conversávamos, notei os bicos dos seus seios despontarem na blusa. Sem querer deixá-la mais envergonhada ainda, apanhei o restante dos documentos e entreguei nas suas mãos.

Só nessa hora, percebi o quanto ela estava cheirosa. Aquele aroma natural misturado com um perfume suave me deixou ainda mais excitado. Percebendo que estava pintando um clima entre nós, ela agradeceu e se despediu agitada, sempre encarando o meu pinto.

Ao final da reunião, encontrei a Ju sozinha no canto do corredor com uma carinha triste de dar dó. Perguntei o que tinha acontecido. Ela explicou que o namorado dela havia ligado dizendo que não poderia vir apanhá-la porque o carro dele havia estragado.

- Já é quase meia-noite e morro de medo de ficar no ponto de ônibus a essa hora. Acho que vou chamar um táxi. - ela reclamou.
Sem imaginar o que poderia rolar, ofereci uma carona até a casa dela, apesar de ficar do outro lado da cidade, bem fora de mão para mim.

- Mas eu moro longe! - ela disse. - Aposto que sua namorada vai achar ruim! - ela finalizou, dando a entender que a carona poderia trazer algum problema para mim.

- Quem disse que eu tenho namorada? Mas mesmo se tivesse, não deixaria uma gatinha como você ir sozinha para casa a essa hora! - eu falei, para valorizar a carona.

- Então, se é assim, eu aceito! Minha mãe morre de medo que eu ande à noite sozinha e justamente hoje ela viajou para visitar meu tio que está doente. - ela falou enquanto caminhávamos até o meu carro.

Durante o caminho (longe pacas) conversamos e rimos muito e percebi que crescera uma intimidade que até então nunca existiu entre nós.
Apesar de nos vermos todos os dias, não sobrava oportunidade para conversarmos mais reservadamente.

Depois de quase uma hora de viagem, finalmente chegamos à casa dela.
Já era quase 1:00hs da madrugada. Ficamos alguns minutos parados dentro do carro nos despedindo e relembrando alguns momentos da reunião, quando ela olhou o relógio e perguntou:

- Nossa, já está tarde! É perigoso ficar aqui fora! Você não quer entrar um pouquinho? Minha mãe, antes de viajar, fez um bolo muito gostoso.
Sem pensar duas vezes, aceitei o convite.
A Ju era filha única e morava sozinha com a mãe, que era viúva.

Educadamente, ela resolveu me mostrar a casa, pedindo desculpas pela bagunça. Começou logo pelo seu quarto. Parecia quarto de adolescente, cheio de bichinhos de pelúcia. Foi aí que ela percebeu que havia esquecido a gaveta de lingeries aberta onde estavam as várias tanguinhas que ela costumava usar.

Na hora me deu um tesão enorme em imaginar cada peça daquelas enfiada no seu bumbum delicioso. Perguntei qual modelo ela gostava mais.
- Gosto mais dessa aqui! - ela disse e me mostrou um modelo todo furadinho, com um coraçãozinho no centro.

Fiquei imaginando como uma calcinha tão pequenininha poderia caber naquele corpão todo. Decidi desafiá-la:

- Duvido que você caiba nessa tanguinha.
- Você está me chamando de gorda? Se quiser eu a visto agora mesmo para te provar que ela cabe em mim - ela reclamou, ao mesmo tempo que parou na minha frente, pondo as mãos na cintura, com um olhar de menina sapeca.

Aquela cena me deixou cheio de desejo em agarrá-la, mas resolvi ir com jeito e a desafiei novamente:
- Não acredito! Você tem um bumbum muito grande e essa calcinha não entra em você de jeito nenhum. Só acredito vendo.

Imediatamente, ela pegou aquela minúscula tanguinha e correu para o banheiro.
Cinco minutos depois, apareceu apenas de sutiã e vestida com a calcinha de coraçãozinho.

Meu pinto deu um pulo na cueca quando vi seu corpo por inteiro. Um quadril largo e cheio de curvas cercado por um paninho que mal tapava a frente. A calcinha tinha apenas uma tirinha que cercava sua cintura.

- Viu? Não falei que cabia? - ela disse em tom de vitória, virando de costas e balançando aquela bunda maravilhosa.
Eu nunca tinha visto um bumbum tão farto e tão bem desenhado. Lisinho, enorme, dividido no meio por um triângulo de pano que quase não se via de tão escondido no meio daquela protuberância toda.

Doido de tesão, meu pênis começou a forçar passagem e a essa altura já não havia como disfarçar meu desejo por ela.
Ao observar a minha calça que estava marcada pelo desenho do meu pau, ela olhou para mim e perguntou, toda encabulada:

- Jefferson, desculpe a indiscrição! Mas é verdade que o seu pênis mede mesmo 20cm? Aquele dia que você contou para todo mundo eu fiquei imaginando um homem com um pau tão grande assim.

- Agora é a minha vez! Você está duvidando de mim? Se quiser eu mostro para você - eu disse em tom de brincadeira, sem acreditar que ela toparia a parada.
- Se eu te pedir, você mostra? Você pode até pensar mal de mim, mas eu morro de curiosidade. - ela disse, um pouco sem jeito.

Sem esperar outra chance, tirei o cinto, desabotoei a calça e finalmente pus para fora meu membro.
Modéstia a parte, tenho belo cacete, comprido, grosso e de cor avermelhada que a esta altura já tinha atingido seu tamanho todo.

A Ju arregalou os olhos e ficou estática admirando meu cacete. Vi quando o bico dos seus seios despontaram através do sutiã.
- Jefferson, mas é muito grande! Mulher nenhuma aguenta isso. E eu que pensei que o do meu namorado era grande. O seu pênis deve ser quase o dobro do dele.

- Quer pegá-lo? - perguntei.
- Nada feito. Afinal de contas, você nem é meu namorado! - ela tentou disfarçar sua vontade.
- Segura só um pouquinho, para você sentir bem o tamanho! - insisti.

Ela então se aproximou de mim e com um jeitinho malicioso, agachou-se e segurou levemente no meu cacete, não acreditando no que estava vendo.
Ao sentir sua mãozinha tentando cercar o meu pau quase morri de tesão.
A Ju ficou apertando e alisando o meu pau por algum tempo, admirada com o tamanho e a forma.

Com o pinto apontado para o seu rosto, perguntei se não gostaria de chupá-lo.
Receosa, ela respondeu:
- Nunca fiz isso, não sei se devo.
- Experimente, menina! Você vai gostar! - sugeri.

Ela, meio sem jeito, colocou um pau pela primeira vez na boca.
À princípio, ela estranhou o gosto salgado, mas aos poucos passou a sugá-lo com vigor. Não forcei contra a garganta dela para não assustá-la e deixei que ela brincasse à vontade com ele.

Aos poucos ela foi perdendo o pudor. Enquanto o chupava, Ju o punhetava levemente para cima e para baixo. Nesse ritmo, sua saliva escorria pela base do meu pênis. Profundamente excitada com o seu novo "brinquedinho", por momentos, ela tirava meu pau de sua boca e, com um olhar guloso, ficava admirando-o, balançado-o para os lados, como que sem acreditar no que via.

- Eu quero você! - ela sussurrou de olhos fechados. - Promete que vai ser carinhoso comigo, promete?
Aquele pedido tão carinhoso soou como uma ordem. Decidi refrear meus instintos selvagens e procurei usar meu "instrumento" o mais cuidadosamente possível para não machucar sua bucetinha.

Dei um beijo em sua boca e a carreguei para a cama. Tirei seu sutiã e passei a beijar seus seios que não eram grandes, porém bem durinhos. Ju tremia de prazer e se contorcia toda.

Minha boca, então, passou a escorregar pelo seu corpo e demorou um longo tempo em torno de sua barriguinha, perfeitamente trabalhada à custa de muitas horas de academia. A cada lambida em seu umbigo, Jú soltava um gemido, enquanto segurava minha cabeça, alisando meus cabelos.

Cheguei, então, onde tanto queria. Com a boca tentei puxar sua calcinha, mas em vão. Estava fortemente apertada em torno de suas vigorosas coxas.
Percebendo minha dificuldade, Ju ajudou a tirá-la. Para facilitar a retirada de sua tanguinha, ela balançava sensualmente os quadris.

Pedi a ela, então, que deixasse eu completar o serviço. Cada centímetro para baixo, descobria sua bucetinha que para o meu prazer estava toda depilada nas laterais, com uma pequena faixa de pelinhos acima de sua racha.

Apesar de coxuda, Ju tinha uma bucetinha pequena e gordinha. Sua racha fazia um riozinho bem desenhado que desaguava no seu ânus, este cercado por alguns cabelinhos.

Suspendi as pernas da Ju para melhor observar seu rabinho. Que cuzinho mais saboroso. Passei a pincelá-lo com a língua. A cada lambida, ela dava uma tremidinha, talvez pouco habituada a uma lambida no rabo.

Senti que ela já era todinha minha. Eu tinha nas mãos um tesouro que merecia um tratamento todo especial.
Quando comecei a chupar sua bucetinha, ela soltou um delicioso gemido e apertou fortemente minha cabeça contra o seu corpo. Que bucetinha linda e cheirosinha. Tão delicada e ao mesmo tempo tão suculenta.

Descobri o quanto Ju era inexperiente em matéria de sexo. Ao chupá-la, ela confessou que seu namorado nunca tinha feito sexo oral com ela.
- Ele acha nojento. - ela disse.

"Que babaca", pensei, "como um homem pode deixar de gostar de chupar uma perereca tão gostosinha como essa". Para não chateá-la, evitei comentar sobre o assunto e continuei a chupá-la.

Preparando-a para a etapa seguinte, passei a esfregar meu pau contra o clitóris dela, procurando estimulá-la ao máximo. Quanto mais eu esfregava, um suco escorria de sua buceta, provando o quanto Ju estava excitada.

Eu dava também leves tapinhas com a cabeça do meu cacete na entrada da bucetinha dela. Já não aguentando mais de vontade de meter nela, levantei-me e tirei uma camisinha da minha carteira.

Deitei-me novamente sobre ela e enfiei suavemente a cabeçona de minha pica na sua bucetinha. Nessa hora, ela deu um grito e cravou as unhas nas minhas costas, abrindo o máximo possível as pernas para que eu pudesse penetrá-la.

Quanto mais eu afundava meu mastro na sua bucetinha, sua respiração se tornava mais ofegante. Apesar de totalmente lubrificada, meu pau sentia uma resistência para avançar na sua gruta. A Ju tinha uma buceta bem apertadinha e não estava acostumada a cacete de calibre maior.

Passei a penetrá-la com mais vigor, procurando não enfiar tudo para não feri-la. A Ju gemia e sussurrava palavras desconexas. De vez em quando, soltava um repentino "ai", deixando a entender que eu atingira o ponto máximo que meu pênis podia ir. Não forcei além disso, pois como disse, sua bucetinha não estava preparada ainda para encarar uma rola muito grande.

Nesse compasso frenético de ir e vir, meu pênis ia aos poucos alargando sua xoxotinha. E ela soltava gritos de prazer:
- Ai, que delícia, que delícia...

Cada vez mais, ela tremia sob a ação de meu pinto. Finalmente, ela teve o primeiro orgasmo que meu pênis presenciou ao sentir as contrações fortes de sua vagina. Por uns instantes, seu corpo desfaleceu e sua respiração ficou trêmula.

Resolvi provar para ela o quanto o babaca do namorado dela não passava de um banana. Delicadamente, a coloquei de lado, dobrei levemente uma de suas pernas e agachado nas minhas próprias pernas a penetrei de ladinho, uma das minhas posições preferidas. Ainda não havia gozado e tinha certeza que dava para proporcionar a ela mais um orgasmo.

A Ju, naquela hora, se mostrava totalmente dominada. Quanto mais eu bombava mais ela gemia e delirava.
- Você é gostoso demais, nunca senti o que estou sentindo. Me ame, me ame, por favor...

Suas palavras me deixavam mais excitado ainda a ponto de não aguentar mais e assim gozei pela primeira vez na sua bucetinha. Já sem forças, a Ju gozou também mais uma vez.

Depois de tanto esforço, abracei seu corpo suado e fiquei respirando o doce perfume de seus cabelos que invadia o quarto. Ficamos grudadinhos um no outro por vários minutos.

A Ju ainda estava relaxando, quando meu pinto começou a dar sinal de vida novamente.
A visão do seu enorme bumbum, que eu alisava com as duas mãos, me deixou seco para comer o cuzinho dela.

Coloquei-a sobre mim e, num tradicional 69, voltei a chupar a sua bucetinha. A essa hora, a Ju já tinha perdido a vergonha e mamava gulosamente o meu cacetão. Por vezes, chegava a mordê-lo de tanta ânsia em colocá-lo todo na boca.

Cuidadosamente, molhei meu dedo na saliva e enfiei um dedo no seu ânus.
Imaginei que era virgem. Enquanto rosqueava, a Ju balançava o bumbum, dando a entender que estava gostando.

Meti o segundo dedo e continuei a alargar seu cuzinho, preparando para a hora de enfiar minha pistola.
Quando coloquei o terceiro dedo, ela deu um gritinho e falou que estava doendo. Deduzi que sem creme, não ia rolar nada.

Perguntei se ela não guardava algum tipo de creme no quarto dela.
- Para que? - perguntou inocentemente.
- É que para fazer sexo anal é preciso lubrificar um pouquinho para facilitar a penetração. - expliquei.

A Ju, então, surpresa com resposta, indagou:
- Mas eu nunca fiz atrás, me disseram que dói muito.
- Eu te juro que se doer demais eu paro. Pode ficar tranquila que vou fazer a coisa bem devagarinho! - tentei acalmá-la.

- Mas, Jefferson, a gente mal se conhece. Não sei se devo. - ela disse com uma vozinha dengosa.
- Experimente, você vai gostar! - insisti novamente, com medo de que a Ju não deixasse eu realizar minha grande fantasia: comer o bumbum dela!

Enquanto acariciava meus cabelos, ela ficou pensativa, até que abriu um sorriso e disse.
- Tá legal, eu deixo, mas jura que se doer você tira? Seu pinto é muito grande!
- Negócio fechado. Juro! - comemorei.

Enquanto decidíamos se ia rolar ou não um sexo anal, meu pinto amoleceu.
Pedi a ela, que voltasse a chupá-lo novamente.
Depois que ele voltou a ficar duro, coloquei a Ju de quatro na cama e iniciei uma chupada no seu rabinho.

Para melhorar a visão de sua imensa bunda pedi que abaixasse o máximo possível os ombros sobre a cama.
É difícil descrever com precisão a sensação provocada pela imagem daqueles dois montes arredondados separados em leste e oeste por um profundo canal anal.

Que bunda mais gostosa tinha aquela menina. Preocupado que ela desistisse da ideia, apressei-me em colocar outra camisinha e lambuzei bastante creme Nívea ao longo dos 20cm de minha pica para iniciar o serviço o mais rápido possível.

Com muito jeitinho, comecei a introduzir meu pênis no seu ânus. a Jú, no início, refugou, mas procurei tranquilizá-la.
- Não se preocupe. Eu juro que só faço aquilo que você quiser. Jamais machucaria uma garota tão linda como você.

Minhas palavras soaram como um tranquilizante para ela e aos poucos foi relaxando o traseiro.
O início foi o mais difícil. A cabeça da pica leva um tempinho para entrar, mas, depois é só seguir devagarinho. Não deu outra.

Com a ajuda do creme - aliás, que santo creme - a cabeça passou pela entrada do seu cuzinho. Depois de alguns instantes de medo, a Jú passou a demonstrar que estava gostando:
- Devagarinho, amor, vai, vai...

De repente, a Ju soltou um urro de prazer que ecoou em todo o quarto.
- Ai, bem, que pinto gostoso, vai...vai...
Se na frente, a bucetinha não aguentava a tora toda, atrás a história era diferente. Seu popozão gigante engolia meu cacete com vontade.
Agradeci novamente ao "cremezinho salvador".

Enfiei até o último centímetro disponível. Acho que se tivesse mais, entrava tudo.

Que rabão maravilhoso, que cuzão enorme tinha a Ju! Comi sua bunda como sempre sonhara. O espelho da parede refletia aquela cena fantástica do meu cacete enterrado na bunda dela. Quanto mais eu socava, mais ela gritava e gritava até que, finalmente, ela sentiu seu primeiro orgasmo anal.

Suas pernas bambearam e seu corpo tombou para frente. Continuei a meter rapidamente no seu rabo, deitado sobre a sua bunda. Já sentido o pau esfolado, também gozei alucinadamente.

Preciso confessar, comer um rabo como o da Ju foi a coisa mais sensacional de toda a minha vida. Ao final, eu e ela estávamos completamente exaustos. Permaneci naquela posição, deitado sobre o corpo dela, até que ela virou-se e me deu um longo beijo na boca, certa de que tinha se apaixonado por mim.

Sobre o namorado dela, posso dizer uma coisa: ele dançou!
Quem quiser falar comigo para trocarmos experiências, meu Skype é: n.expedito

TAGS: Comendo a colega de trabalho, Fodi a minha colega de trabalho, Comi minha companheira de trabalho, Fodendo o cuzinho da secretária, Comendo a colega tímida, Dei para o meu companheiro de trabalho, Ninguém sabe que dou para os homens da empresa, Todo mundo na empresa quer me comer, Dou para todos os machos onde trabalho, Trepei com um rapaz do meu trabalho, Minha colega de trabalho quer dar pra mim, Meti muito no cuzinho da minha colega de trabalho, Gosto de provocar os homens no meu trabalho, Comendo a cuzinho da gostosinha da empresa, Fodi a bunda da minha colega de trabalho, Todos no meu trabalho querem comer minha bunda, Comendo a bunda gostosa da secretária.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Você gostou do conto erótico que acabou de ler? Faça uma doação de qualquer quantia e me ajude a manter este site no ar, pois estou tendo dificuldades em arcar com todas as despesas. Clique aqui e saiba como fazer sua doação. Ficarei eternamente grata pela sua constribuição.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Facebook

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Gostozo
E-Mail: cerado7@hotmail
Data: 26/12/2015
Liga no meu no meu zap dua gostosa [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Ana Júlia
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 03/01/2016
Ai sonho da minha vida ter um homem como este do conto.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: lolita36
E-Mail: fenix
Data: 10/01/2016
Preciso de um amigo assim pra trabalhar feliz.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: anonimo
E-Mail: betobolero2014@hotmail.com
Data: 10/01/2016
Vem trabalha comigo lolita vc vai ter um pauzao todos dias me chama no zap[somente e-mail permitido agora] beijos

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Paulo Duarte
E-Mail: josewdcabral@bol.com.br
Data: 29/01/2016
Se tiver mulher interessada em conversas sobre sexo, meu e-mail e meu whatsapp estão aqui [somente e-mail permitido agora].

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: bIPfTlhV
E-Mail: 1swv7yr9r@gmail.com
Data: 07/02/2016
In awe of that anrswe! Really cool!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: fernando cottard
E-Mail: fcottard4@gmail.com
Data: 18/03/2016
maravilhoso 0melhor conto que já li na minha vida ótimo quem quiser um kct ggg me manda msg whatsapp [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Moreno 23
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 06/05/2016
Só de imaginar o tamanho q deve ser esse rabão fikei de pau duro ...
Safadas me chamem whats [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Régis
E-Mail: regisdoqueijo@yahoo.com.br
Data: 18/07/2016
As q quiserem gozar gostoso meu zap 77.99199.6363 casadas sej bem vindas

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Sthefan
E-Mail: sthefanm@hotmail.com
Data: 05/08/2016
Mulheres que queiram alguem pra conversar e contar suas aventuras, me adc no whats, [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Matheus
E-Mail: [somente e-mail permitido agora]@whatsapp.com
Data: 29/11/2016
Me chamem no whatsapp, sou bem novinho quero conversar com mulheres whats, que está no meu email

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Matheus
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 29/11/2016
Me chamem no whatsapp, sou bem novinho quero conversar com mulheres whats [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?
Loirinha delícia desfilando na praia
Vejam que bundinha mais gostosa, balançando de um lado para o outro. Na hora já imaginei a bucetinha dela no meu pau
Fodendo a safadinha no banheiro da festa
Novinha putinha queria mesmo uma pica bem grossa na xoxotinha. Depois de beijar o cara eles foram para o banheiro meter
O melhor boquete da minha vida
Novinha safada chupa meu pau bem devagar e pede pra eu gozar em sua boquinha linda
Marquinha de biquíni no WhatsApp
Safadinha linda mostra a marquinha de bikini nos seios e traseiro e depois abre a bunda para vermos seu cuzinho
Comendo a namorada
Sem minha namorada perceber eu coloquei uma câmera escondida e filmei ela gemendo bem gostoso na minha rola até gozar

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Bate-Papo Estórias de Sexo

Últimos Comentários dos Leitores

Minha primeira vez com meu marido e outro homem [Ver Vídeo Pornô]
Alessandro disse:
Delicia de conto, sou moreno 1,83. 37 anos, discreto se algum casal está afim me chama no e-mail, podemos trocar telefone moro em São Bernardo do Campo São Paulo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Ajudando o casal (ménage) - Parte 2 - Final [Ver Vídeo Pornô]
Alessandro disse:
Delicia de conto, sou moreno 1,83. 37 anos, discreto se algum casal está afim me chama no e-mail, podemos trocar telefone moro em São Bernardo do Campo São Paulo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui a putinha de três homens ao mesmo tempo [Ver Vídeo Pornô]
Alessandro disse:
Delicia de conto, sou moreno 1,83 discreto se algum casal está afim me chama no e-mail, podemos trocar telefone moro em São Bernardo do Campo São Paulo

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu marido virou corno [Ver Vídeo Pornô]
sergio disse:
adora sair com casal sou ativo para os dois sem enrolacao sou caminhoneiro e posso ir ate o casal em qualquer parte do pais e so me convidare eu branco 1,94m 95kg Discreto e tarado por casal

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Vendi meu cú a um velho nojento e descarado - Parte 1 [Ver Vídeo Pornô]
King disse:
Diariamente dou meu cu para um vizinho meu que tem 71 anos, além disso chupo sua rola e chupo seu cuzinho sujo também. É tão gostoso lamber um buraquinho de peidar.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fudidinha com o irmão gato da amiga tonta [Ver Vídeo Pornô]
Paulo Mineiro disse:
Sou um coroão dotado e adoro as mulheres novinhas, safadas, taradas e putinhas. 031.988.99.22.10

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu cunhado me fodeu no mato [Ver Vídeo Pornô]
Dotado Safado disse:
ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos e vontades...whats (47).9212.6411.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui comida pelo pai da minha amiga [Ver Vídeo Pornô]
Dotado Safado disse:
ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos e vontades...whats (47).9212.6411.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Corno realizado [Ver Vídeo Pornô]
Dotado Safado disse:
ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos e vontades...whats (quatro, sete) nove, dois, doze, meia, quatro, onze.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu sogro meteu em mim no dia do meu aniversário [Ver Vídeo Pornô]
Dotado Safado disse:
ótimo conto..sempre que leio fico puto de tesão e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada, as vezes sendo uma evangélica, mãe, dona de casa..crente..comprometida enfim mulher que gosta de ser bem fodida, ou tenha fantasias e desejos mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,quero até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos e vontades...whats (47).[Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Às voltas com meu vizinho [Ver Vídeo Pornô]
Marcio disse:
Gostei do seu conto sou do maranhao tambem vamos conversar....um abraço princesa

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Corno realizado [Ver Vídeo Pornô]
ley disse:
nossa q delicia fiquei c o pau durinho mai faz ela da para outro ja sua frente .pois eu ja fiz sexo a tres e foi muito bom

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui mais cedo para a faculdade e o porteiro comeu o meu cú [Ver Vídeo Pornô]
Marcio disse:
Amo mamar numa buceta e num cuzinho(de mulher,que fique claro)e ver a mulher se torcer de tezão, tenho curiosidade quanto ao sexo anal,sou da zl de sp meu email é suckass.xx@gmail.com sou moreno, alto,magro, tenho 26 anos curto mulher mais velha.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Deflorando a enteada gostosa [Ver Vídeo Pornô]
Paulo Mineiro disse:
Sou um coroão dotado e adoro as mulheres novinhas, safadas, taradas e putinhas. 031.988.99.22.10

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha primeira experiência homossexual [Conto erótico de gays] [Ver Vídeo Pornô]
Marlon disse:
Sou um coroa de 52 anos 19cm de pika sou vidrado numa bunda carnuda de Vc quiser ser enrabado gostoso e tbm gosta de beber um leitinho quente no Add qui vou esta te esperando pra fude gostoso a sua bunda preferência da zl ou zs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui mais cedo para a faculdade e o porteiro comeu o meu cú [Ver Vídeo Pornô]
Benedito Marcos rosa disse:
Mulheres que gosta de sexo virtual falar putarias enviar vídeos e mudes watts [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fui mais cedo para a faculdade e o porteiro comeu o meu cú [Ver Vídeo Pornô]
Benedito Marcos rosa disse:
Mulheres que gosta de sexo virtual falar putarias enviar vídeos e mudes watts [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Provoquei meu pai e ele me fodeu [Ver Vídeo Pornô]
Humberto Alves lima disse:
Se vc tiver vontade de dar u cu de novo eu sou todo seu gata! Adoro passar horas chupando um cu e uma boceta! É depois comer os lindos burakinhos! Amo comer cu de mulher casada! Zerotreze noventaenove duzentos cecentaecinco noventaequatro me liga meu amor curando puder!bejo na bunda!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha mãe traiu meu pai, e eu fui a culpada [Ver Vídeo Pornô]
Humberto Alves lima disse:
Zerotreze noventaenove duzentos cecentaecinco noventaequatro amei vcs! Mero passar uma noite chupando e comendo esses dois lindos céus! Amo vcs gatas corajosas!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia