Estórias de Sexo - Contos Eróticos e Experiências Sexuais


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Quer dar sua buceta para homens safados e pauzudos aí na sua cidade? Faça sexo sem compromisso com milhares de homens cadastrados. Quer trair seu esposo ou namorado? Basta acessar nosso site.

Isso nunca podia ter acontecido - Parte 3


Enviado por Mulher Séria em 25/11/2015
Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto

Categoria: Incesto | Visitas: 52212
Avaliação: [Votar]
9 Comentários [Comentar]

Me Levantei, saí do meu quarto e caminhei até o quarto do meu filho, abri a porta e ele estava dormindo. Caminhei até sua cama, me sentei ao seu lado e comecei a acariciar seus cabelos. Logo ele acordou com uma cara de sono e ficou me olhando sem entender.

Olhei nos olhos dele e levei uma mão por baixo da coberta até seu pau. Ele estava somente de camiseta e cueca. Botei a mão no seu pau, por cima da cueca, e perguntei, sem tirar os olhos dos olhos dele:
- Você não quer dormir com a mamãe hoje?

Ele me olhou um tempo sem entender e depois balançou a cabeça afirmativamente. Peguei na sua mão e caminhei com ele até meu quarto. Deitamos na cama e eu me aproximei dele, abraçando-o. Sua cabeça ficou enterrada no meio dos meus seios, ainda por cima da minha camisola.

Logo abaixei minha mão e passei sobre seu pau por cima da cueca e em seguida enfiei dentro da cueca, segurando seu pau e iniciando uma leve punheta. Ele levantou sua cabeça e me olhou maravilhado, parecia não acreditar que aquilo estava acontecendo. Depois de um tempo masturbando-o peguei sua cueca e baixei até retirá-la por completo.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana


Me livrei da minha camisola e da minha calcinha, tirei sua camiseta e me abaixei até o meio das suas pernas. Peguei no seu pau e comecei a masturbá-lo de novo. Estava muito duro e quente. Ele respirava forte e parecia estar adorando aquilo.




- Mãe, faz um pouco com a boca... faz! - ele me pediu, com a voz bem baixinha.
- Você quer?
- Quero, mãe!! Põe a boca um pouquinho nele.
- Tá bom, mas não vai gozar na minha boca. - falei, toda sorridente.

Em seguida fui abaixando meu rosto até me aproximar do seu pau, pus a língua pra fora e lambi a glande, lambi seu saco e fui lambendo até a cabeça novamente. Botei a glande na boca e chupei um pouco, fui abaixando até colocar o pau inteiro na minha boca, e senti a cabeça da pica na minha garganta.


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Fiquei um tempo assim parada, com o pau dele todinho na minha boca, e fui subindo para tomar ar. Em seguida fui chupando novamente, pondo e tirando da minha boca e sempre passando a língua sobre a cabeça. Nooossaaaa!! Eu não podia acreditar que eu estava ali sugando e engolindo o pau do meu próprio filho.

Logo senti que sua respiração se intensificou. Ele iria gozar. Parei na hora com a chupada e subi meu rosto até o rosto dele. Olhei nos seus olhos e disse:
- Vem comer a mamãe... vem, querido... sobe aqui em cima de mim.




Fui puxando-o para cima de mim enquanto ele sugava meus seios. Assim que ele se posicionou no meio das minhas pernas eu levei uma mão até seu pau e fui guiando até a entrada da minha boceta. Assim que a cabeça passou, eu o abracei forte, abri bem minhas pernas, levantei-as o mais que pude e passei por cima dele, enlaçando sua cintura.

Ele me comia muito gostoso, beijando meu pescoço enquanto eu acariciava seus cabelos. Eu sentia seu peito nu pressionando meus seios e isso me dava um tesão enorme. Logo aproximei minha boca da sua orelha e disse baixinho:


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

- Vai, filhinho!! Come a mamãe gostoso assim... enfia esse pau na minha boceta... ahhhhhh... vai, querido... ohhhhh... assim, filho... fode a mamãe, fode.

Isso deve ter excitado ele muito, pois em seguida ele começou a socar seu pau dentro de mim com força e velocidade, o que me fez gemer de prazer. Peguei um pedaço do lençol e botei na minha boca, mordendo forte para abafar meus gemidos. Meu filho me comia alucinado e sugava meu pescoço.

De repente ele levou uma das mãos e colocou nos meus seios, apertando. Depois retirou sua mão e levou suas duas mãos até minha cintura, me fazendo levantar um pouco a bunda para que ele pudesse colocar uma mão em cada parte da minha bunda apertando e abrindo minhas nádegas, esticando a pele do meu cuzinho, e me levando à loucura.

Depois de um tempo assim senti suas investidas se intensificarem. Ele começou a me comer com muita força, e eu ouvia o barulho do seu pau melado invadindo minha boceta lambuzada. Estava muito bom. Percebi que ele iria gozar logo e me preparei para gozar junto com ele.

Fui gemendo cada vez mais rápido na medida em que suas estocadas se intensificavam. Aproximei novamente minha boca do seu ouvido e disse:
- Vai, meu filho... fode com força minha boceta que eu vou gozar... vem, querido... goza comigo, goza... goza na minha bocetinha... vai, goza tudo dentro de mim... acaba com essa boceta que você tanto adora comer.

- Vou gozar, mãe... vou gozar dentro de você. - ele falou, enquanto nós dois tremíamos muito, de tanto prazer e satisfação que estávamos sentindo.
Em seguida eu comecei a gozar como uma louca. Uma gozada maravilhosa e, segundos depois, senti meu filho despejando todo seu esperma dentro de mim, alagando minha bocetinha.

- Isso, filho... goza assim... isso... ahhhhhh... goza na mamãe, querido... ah, que delicia, meu filho... eu tô gozando também, meu lindo... ahhhh... sua mãezinha está gozando no seu pau... ohhhhhhhhhhh!! - eu falava no ouvido dele, me deliciando com aquela foda gostosa.

Depois que ele terminou de gozar ele ainda ficou um tempo em cima de mim, mexendo seu pau já meio mole bem devagarinho dentro da minha boceta. Eu ficava rebolando suavemente embaixo dele e acariciando os seus cabelos. Eu não podia acreditar que tinha gozado com meu filho me comendo e que, além disso, tinha sido uma transa maravilhosa.

Depois de um tempo ele tirou seu pau de dentro de mim e se deitou ao meu lado, olhou pra mim e disse:
- Adorei isso, mãe! Foi muito bom! Obrigado.
Eu sorri e respondi:
- Eu também adorei, querido.

Ele veio e me abraçou, colocando sua coxa no meio das minhas pernas, encostada na minha boceta encharcada de porra. Eu o abracei também e assim ficamos. Depois de um tempo eu disse:
- Tudo isso tem que ficar só entre a gente, filho.
- Claro, mãe! Eu sei.

Nesse dia não somente ele dormiu agarrado em mim como eu também dormi agarrada nele, sentindo sua cara afundada nos meus seios. No outro dia acordei, preparei o café da manhã e, depois dele e da Nádia tomarem café, eu os levei para a escola.

Apesar de sentir um pouco de remorso, depois desse dia minha vida mudou. Passamos a transar em vários lugares e de diferentes formas. Um dia a Nádia estava doente e não foi para a escola. Eu fui buscar meu filho na escola e no caminho para casa ele enfiou sua mão por debaixo da minha saia, colocou dentro da minha calcinha e foi me masturbando até chegar em casa.

Quando estacionei o carro, ainda na garagem, ele começou a beijar meu pescoço. Transamos ali mesmo no carro, e foi uma loucura.
Outra vez a Nádia estava estudando no quarto dela. Era sábado pela manhã. Eu estava na cozinha preparando o almoço e ele apareceu me encoxando. Eu disse para ele parar pois a Nádia poderia aparecer.

Mas ele nem deu ouvidos, levantou minha saia, afastou minha calcinha de lado e meteu seu pau dentro da minha boceta. Me fodeu ali na cozinha, comigo debruçada na pia, como um animal, e gozou no fundo da minha boceta.

Uma vez ele estava me comendo de quatro na minha cama e começou a passar um dedo no meu cuzinho. Eu fiquei um pouco nervosa. Logo ele me pediu para comer minha bunda mas eu não deixei. Ele insistiu muito mas eu disse que tinha medo, que uma vez o pai dele tinha tentado e doeu muito e que eu não queria.

Ele entendeu mas fez uma carinha triste. Quem sabe um dia eu tomo coragem e dou minha bunda para ele.

Eu passei a gozar várias vezes com o meu filho. Algumas vezes me batia um grande remorso e eu ficava meio angustiada, mas depois passava. Outras vezes eu não conseguia relaxar e não me excitava, mas mesmo assim deixava ele se divertir comigo. Ele subia em cima de mim e me comia com vontade.

Nessas vezes doía um pouco, pois eu ficava seca. Mas eu mordia a coberta para não gritar e rebolava bastante, falando coisas no seu ouvido com a intenção de fazê-lo gozar rápido.

Um dia aconteceu uma coisa que me fez rever tudo que vinha acontecendo na minha vida, uma coisa que me fez temer pela minha família e pela relação entre eu e meus filhos. Era um sábado, por volta das duas da manhã. Meu filho já tinha me comido no inicio da noite. A essa hora mais ou menos, eu acordei com ele enfiando um dedo na minha bocetinha e querendo me comer de novo.

Eu fiquei muito excitada e deixei. Ele estava em cima de mim me fodendo com força e velocidade, com o rosto afundado no travesseiro, ao lado do meu e beijando meu pescoço. Eu estava tão excitada que gemia que nem uma vadia e falava coisas do tipo:

- Vai, filho... fode a mamãe gostoso... arregaça minha bocetinha... vai, querido.
Ele estava beijando meu pescoço e metendo em mim. Do lado oposto eu percebi a porta se abrindo e tomei um susto. Logo vi minha filha, que ficou ali parada, estática.

Com os olhos arregalados ela não acreditava no que estava vendo. Meu filho com a cara enfiada no meu pescoço nem percebeu e continuou socando dentro de mim. Eu gelei, perdi toda minha excitação na mesma hora e sequei por dentro. Eu olhava minha filha e não sabia o que fazer, não conseguia falar nada, apenas balançava muito e gemia de dor a cada estocada que meu filho dava.

Logo ele aumentou a velocidade e começou a me comer violentamente, o que fez meus gemidos aumentarem ainda mais. Em seguida senti ele despejando toda sua porra na minha boceta e foi parando os movimentos.

A Nádia não falou nada, só deu meia volta e foi para o seu quarto, deixando a porta do meu quarto aberta. Quando meu filho levantou a cabeça ele tomou um susto e perguntou por que a porta estava aberta. Eu não consegui falar a verdade pra ele, estava com muito medo do que poderia acontecer.

Eu apenas disse que o vento tinha aberto a porta. Ele se agarrou em mim, acariciou meus seios um pouco, falou algumas coisas que eu nem prestei atenção no que era e logo já estava dormindo de novo. Essa noite eu passei em claro, sem saber o que fazer e nem o que falar para a Nádia.

No outro dia eu nem conseguia olhar na cara dela e nos dias seguintes não deixei o Júnior dormir no meu quarto. Ele não entendeu a mudança e ficou bastante triste, e eu sentia um enorme remorso por tudo e não sabia o que fazer.

Um dia ele tentou me comer no sofá da sala enquanto eu estava vendo televisão e sua irmã estava no quarto dela. E eu não deixei. Briguei com ele como jamais havia brigado. Eu disse que a irmã poderia aparecer e que isso tinha que acabar. Ele foi para o quarto dele chorando.

Outro dia eu levei ele no dentista e quando voltávamos ele tentou me comer na garagem de novo. Eu briguei com ele e não deixei. Mas ele insistiu tanto que eu tive que convencê-lo em aceitar apenas um boquete. Chupei ele ali no carro mesmo, mas não conseguia me concentrar no que estava fazendo, pela minha cabeça passavam milhões de coisas.

Eu estava tão distraída que nem percebi quando ele estava prestes a gozar. Logo senti uma enorme quantidade de esperma invadindo minha boca. Quando ele parou de gozar eu levantei minha cabeça e olhei para ele brava, com a boca cheia de porra, ali no carro. Sem saber o que fazer com toda aquele esperma, tomei coragem e, com muito nojo, engoli tudo. Em seguida encarei-o muito brava e disse:

- Por que você não disse que ia gozar? Não era pra gozar na minha boca, meu filho.
Ele olhou pra baixo e disse baixinho:
- Desculpa, mãe! É que estava tão gostoso que eu nem percebi que ia gozar! Me desculpa.

Eu senti uma tremenda pena dele. Passei a mão nos seus cabelos e disse:
– Tudo bem, filho! Eu que te devo desculpas! Não devia ter ficado brava assim, afinal, é apenas seu esperma! Que mal tem, né?

Ele deu um sorriso lindo e me abraçou. Subimos e eu fui preparar o almoço. Uns dias depois eu estava no meu quarto quando a Nádia veio me pedir ajuda para estudar para uma prova que ela ia ter na outra semana. Desde que ela tinha flagrado eu e o Júnior transando, ela não tinha quase falado nada comigo. Me senti um pouco aliviada, sorri para ela e fui para o quarto dela ajudá-la.

Neste dia passamos um bom tempo juntas e ela agiu normalmente, como se nada tivesse acontecido. Nos dias seguintes o mesmo se repetiu e parecia que nossas vidas tinham voltado ao normal. Isso me tranquilizou bastante, mas outros dois assuntos ainda ficavam pendentes a resolver.

O primeiro era que eu não sabia o que fazer com o Júnior e, mais cedo ou mais tarde, eu sabia que ele tentaria me comer de novo. O segundo é que eu tinha que conversar com a Nádia sobre o acontecido e não imaginava como tocar no assunto com minha filha. E assim o tempo foi passando.

Num sábado pela manhã, eu estava lendo o jornal na sala quando minha filha apareceu me pedindo para ir num churrasco com suas amigas pela tarde. Eu disse que ela podia ir com a condição de que eu a levasse e depois fosse buscá-la. Ela me disse que a mãe de uma amiga dela iria levá-las, mas que eu podia buscá-las. Eu não vi nenhum problema e concordei.

Nesta mesma manhã, depois de lavar a louça do café, fui para o meu quarto pra tomar um bom banho. Tirei toda minha roupa e separei a roupa que iria colocar depois do banho, deixando em cima da cama. Quando eu ia caminhar ao banheiro, senti dois braços me enlaçando pela cintura e alguém me encoxando. Logo percebi que era o meu filho. Olhei pra trás com cara brava e disse:

- Júnior, não começa, filho.
Ele nem me deu ouvidos. Logo senti sua boca beijando meu pescoço e suas mãos apertando meus seios. Eu tentei me afastar, mas ele me abraçou forte. Em seguida tirou uma das mãos dos meus seios, levou até minha boceta, me penetrando com dois dedos e ficou mexendo lá dentro. Desesperada eu exclamei:

- Pára, Junior!! Por favor, filho!!
- Por que você não gosta mais de fazer isso comigo, mãe? O que eu fiz?
- Você não fez nada, filho! Mas é que tua irmã tá em casa.
- Mas eu tô tão excitado! Deixa, vai! É rapidinho! Ela não vai aparecer.

Sem saber o que fazer eu lhe disse que a Nádia iria a um churrasco pela tarde e ele podia fazer o que quisesse depois que ela saísse. Ele sorriu e concordou, ficando bastante contente com a notícia. Então ele me soltou e foi para o seu quarto enquanto eu fui tomar meu banho.

Aquilo me aliviou um pouco. Mas eu sabia que assim que a Nádia saísse, ele iria atrás de mim e desta vez eu não escaparia. Eu pensava em acabar com tudo aquilo dizendo para ele que a Nádia tinha visto a gente transando e que isso não iria mais se repetir. Mas eu não sabia como conversar sobre isso com ele. Eu tinha medo do que isso fosse causar na mente dele.

Às duas horas da tarde o interfone tocou. Era a mãe da amiga da minha filha que iria levá-las ao churrasco. Acompanhei minha filha até o elevador dizendo para ela se cuidar, não abusar da bebida e tal. Assim que entrei em casa e tranquei a porta, o Júnior já apareceu com aquela cara de safadinho. Eu fiquei um pouco nervosa e disse:

- Filho, você não quer deixar isso pra outro dia, querido?
Ele fez uma cara triste e me respondeu olhando pro chão:
- Mas você disse que depois que a Nádia saísse eu podia.
- Eu sei, filho! Mas não sei se é certo a gente continuar com isso! Eu sou sua mãe.

- Você não gosta mais de fazer sexo comigo.
Ele disse essa última frase com cara de triste e foi para o seu quarto. Eu fui atrás e quando entrei, ele estava sentado na cama de cabeça baixa. Eu sentei ao seu lado e passei a mão sobre seus cabelos dizendo:
– Filho, não fica assim.

- Mas você não gosta mais de mim.
- Claro que gosto, seu bobo! Eu sou sua mãe. Como não iria gostar?
- Mas você não quer mais brincar comigo e eu tô com tanta vontade.
- Vem aqui, meu querido! Deixa de ser bobo. Abraça a mamãe, abraça.

Continua em "Isso nunca podia ter acontecido - Parte 4 - Final".

TAGS: Mulher se masturbando pensando no próprio filho, Filho gozando na buceta da mãe, Mãe e filho transando, Penso em dar a buceta para meu filho, Gozei na rola do meu filhinho, Me masturbei pensando no meu filho, Sinto tesão pelo meu filho, Quero muito comer a minha mãe, Gozei na buceta da minha mãe, Comi a minha mãe de quatro no sofá, Enquanto minha mãe assistia a novela eu meti nela no sofá, Filho metendo na própria mãe no sofá, Mãe dando para o filho no sofá da sala, Meu filho socou o pau na minha buceta, Dei muito para o meu filho, Mãe trepando com o próprio filho, Meu filho tirou minha calcinha e me comeu enquanto eu dormia.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste conto


Masturbadores Masculinos | Estimulador Clitoriano | Vibradores | Anestésico Anal | Fantasias Femininas | Anel Companheiro | Anel Peniano | Anel Vibratório | Lubrificantes | Desenvolvedor Peniano e Bomba Peniana

Envie seu conto erótico ou estória verídica para publicarmos: Gostaria de publicar sua estória ou conto erótico em nosso site? Basta enviar para cintia_gomes@estoriasdesexo.com.br

Darei preferência aos contos inéditos, ou seja, que não foram publicados em outros sites do gênero. Também me reservo o direito de revisar seu texto (para deixar o português "tinindo" de bom).

Ao enviar o conto, não se esqueça de colocar um TÍTULO, CATEGORIA e o NOME DE USUÁRIO (aquele que aparece como a pessoa que publicou). O nome de usuário pode ser algo como "Menina Novinha", "Urso Carinhoso", "Pegador de Coroas", etc. No corpo do conto você poderá colocar seu e-mail para contato, se quiser, é claro.

Gostou Desta Estória? Compartilhe Com Seus Amigos

Dê sua nota para este conto erotico

Gostou deste conto erótico? Deixe sua nota:


Comentários

Nome: Paulo
E-Mail: paugostoso@hotmail.com
Data: 25/11/2015
confesso que e uma estoria bem intrigante....porem me encheu de tesao e nao deu pra me conter ...tive que bater uma punheta....escreve pra mim

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Redley-jr
E-Mail: Anônimo(a)
Data: 25/11/2015
So para casadas afim de de sair da rotina fora do casamento meu whats [somente e-mail permitido agora]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Mario
E-Mail: mariosergio58@hotmail.com
Data: 08/12/2015
Mulheres casadas que queiram ter a buceta bem chupada me escrevam ou me add no watzapp:[somente e-mail permitido agora].

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Junior
E-Mail: Filho_tarado
Data: 09/12/2015
To lendo essa história desde o começo e não tenho do que reclamar está deliciosa, aposto que vai rola um ménage incestuoso.Vou continuar gozando enquanto leio.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: ymEPY8NFP6a
E-Mail: n22gvy6gp@yahoo.com
Data: 07/02/2016
It`s much easier to unaerstdnd when you put it that way!

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: amancio
E-Mail: historinhaslegais@outlook.com
Data: 14/02/2016
uma delicia minha esposa vivendo essses contos assim eu adoro ler e imaginar isso com ela
historinhaslegais@outlook.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: Robson
E-Mail: tatooleo@hotmail.com
Data: 08/03/2016
Uauuuu....maravilha de conto ...rico, cheio de detalhes ..To de pau duro aqui.... [somente e-mail permitido agora](meu whats)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: fernando cottard
E-Mail: fcottard4@gmail.com
Data: 04/05/2016
conto muito bom e gostoso garotas que quiseres vamos trocar msg via whatsapp [somente e-mail permitido agora] / [somente e-mail permitido agora]600 Fernando cottard

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Nome: branquinho
E-Mail: cliwilw@bol.com.br
Data: 25/02/2017
Adorei o conto e quero deixar meu recado casadas que tiver vontade de transar comigo, chamar no e mail sou do sul de minas varginha.


Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário


Deixe um Comentário

Quem quiser entrar em contato pra conversamos um pouco sobre sexo ou quem sabe fazer uma boa amizade, deixe os seus dados nos comentários abaixo que entro em contato.

Importante: Devido à reclamação de várias pessoas de que seus números de telefone estavam sendo postados aqui sem o seu conhecimento, permitimos agora somente o endereço de e-mail.

Contos Eróticos Relacionados

Vídeos Recomendados do site videosdesexonovinhas.com.br

Comendo o cú da amiga da namorada
Minha namorada caiu na besteira de me apresentar a sua amiga gostosa. Não deu outra. Levei a safada para o motel e comi o cú dela
Novinha deliciosa dançando
Gatinha linda começa dançando de shortinho e depois tira a blusa e a calcinha, ficando completamente peladinha
Namorada dormindo
Enquanto minha namorada dormia eu filmei a bunda dela para mostrar aos meus amigos. Vocês concordam que ela é gostosinha?
Novinha mostrou o cuzinho
Gatinha com sede de pica tira o short e a calcinha e faz um vídeo mostrando a bucetinha e o cuzinho todo depilado
Novinha filmada usando o toilet
Garota vai ao banheiro e não sabe que está sendo filmada
Foram flagrados no banheiro da escola
Casal de novinhos estava tão concentrado na foda que não viram a câmera. Só depois de gozar é que a meninha percebeu

Veja mais vídeos pornô de novinhas

Consiga o WhatsApp de centenas de mulheres solteiras e casadas de todo o Brasil. Temos grupos de WhatsApp de putaria e muito mais. Cadastre-se gratuitamente

Alguns homens e mulheres recém-cadastrados no Classificados de Sexo
Quer conversar com eles? Basta enviar uma mensagem!

moreninhalinda
De: Porto Alegre - RS

Sou divertida sensual sexi e to aprocura de homens
Mensagem Chat
casalrp
De: Ribeirao Preto - SP

Olá SOMOS UM CASAL bem resolvidos e discretos, estamos a procura de uma mulher ou casal, que assim c
Mensagem Chat
deusasafada
De: Pedreiras - MA

Sou casada safadinha e adoro sexo, aventuras e novas experiências. me chama pra gente conversar.....
Mensagem Chat
menina_curiosa
De: Salvador - BA

Oi, pessoal, sou novinha e adoro sexo virtual. Fico toda meladinha quando estou conversando besteira
Mensagem Chat
negao_3535
De: Arcos - MG

super discreto a procura de aventura
Ver Perfil Chat
dorisly
De: Cabo Frio - RJ

Me acho uma mulher muito interessante e de dar inveja aos outros homens, pois sou liberal ao ponto d
Mensagem Chat

Veja mais usuários do sexo feminino e masculino

Últimos Comentários dos Leitores

O segredo da minha amiga Beatriz [Conto Erótico de Lésbicas] [Ver Vídeo Pornô]
Morena gostosa disse:
Adorei tenho tanta vontade de viver algo assim, só falta a oportunidade

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Adoro tomar no cú desde mocinha [Ver Vídeo Pornô]
Carlos disse:
Olá meninas chamem no email vamos conversar muita putaria

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Enquanto meu marido dormia [Ver Vídeo Pornô]
candial disse:
Como eu com meu 21x17 gostaria de comer um cuzinho desse basta dizer sim

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Meu marido virou corno [Ver Vídeo Pornô]
Geraldo disse:
Sou da zona sul de são Paulo gostaria de fazer amizade com algem da região do Grajaú santo Amaro que tem um pau grande para transa com minha me fazer de corno

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Fodendo com meus amigos (e com o meu irmão) - Parte 1 [Ver Vídeo Pornô]
Diogo disse:
Olá muito bom seu conto estou esperando o final, eu também passei por uma experiência parecida quando vi minha irmã e meu cunhado, (e depois transamos eu minha irmã, meu cunhado e a irmã dele) tentei contar essa estória aqui mas não foi publicada, se você quiser saber como foi veja no site "clímax contos eróticos" procure pelo autor Diogodioguito... bjs

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 5 - Final [Ver Vídeo Pornô]
Dotado Safado disse:
Ótimo conto.. fico puto de tesão ao ler.. e com vontade de conhecer esse tipo de mulher safada as vezes sendo uma evangelica, crente..comprometida ou mulher que gosta de ser bem fodida, mesmo que as vezes não tenha coragem pra falar mais morre de desejo,depois de algumas exp. passei a gostar demais de ficar cobiçando uma mulher safada, ou vela se exibindo, até mesmo ajuda-la a perder a timidez e mostrar todo desejo e vontade reprimida. quem sabe ajudando a conhecer esses desejos..e vontade.. whats (19,92.33.27.98)

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 5 - Final [Ver Vídeo Pornô]
luix disse:
eu esperei bastante pra ver o final dessa estoria gostei muito e teve um final feliz pro dois

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Adoro tomar no cú desde mocinha [Ver Vídeo Pornô]
barbara disse:
Olá meu nome é barbara sou estudante universitária . Amo ler contos amo viajar e viver aventuras , sou totalmente submissa.amo homens mais velhos .Se alguém quiser conversar ou até mesmo marcar algo. Mandem email q passo meu Whatts bijus.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha sobrinha universitária [Ver Vídeo Pornô]
barbara disse:
Olá meu nome é barbara sou estudante universitária . Amo ler contos amo viajar e viver aventuras , sou totalmente submissa.amo homens mais velhos .Se alguém quiser conversar ou até mesmo marcar algo. Mandem email q passo meu Whatts bijus.

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

O namorado da minha amiga arrombou o meu cuzinho [Ver Vídeo Pornô]
Santiago disse:
Adorei eu tambem adoro comer um Rabo e sou um Negão de pura safadeza adoroo uma boa safadeza pra essas deliciosas que adoram uma safadeza meu e-mail Pretinhocharmoso@yahoo.com.br meu zap [Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Flagrei minha esposa dando para o meu irmão [Ver Vídeo Pornô]
Negrão sp disse:
Bom dia adorei esse conto gostaria de participar mulheres queira contato vamos fazer amizade 019 9.71.41.45.55

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 5 - Final [Ver Vídeo Pornô]
Negrão sp disse:
Bom dia adorei seu conto gostaria de contato com mulheres que gostam de fazer amizade para poder falar de tudo que é gostoso 019 9.71.41.45.55

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Adoro tomar no cú desde mocinha [Ver Vídeo Pornô]
Gilson hostin disse:
Adorei tambem gosto de comer cu de mulher mas minha esposa n gosta

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Não mexa nas calcinhas da mamãe - Parte 5 - Final [Ver Vídeo Pornô]
jonathan disse:
Otimos contos os seus parabéns....espero que não pare de postar kkkk

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

O marido da minha amiga [Ver Vídeo Pornô]
Thiago disse:
Gostei do conto muito excitante
Você é bem safada quero comer sua buceta
Me chama no zap ([Ocultado. Clique e deixe uma mensagem]

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Tracei o marido da minha filha [Ver Vídeo Pornô]
Thiago disse:
Adorei seu conto fiquei com tesão
Quero comer sua buceta em gata

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Minha sobrinha universitária [Ver Vídeo Pornô]
Pedro disse:
Boa tarde Barbara, me passa seu contato no pedro.geromel.balbuena@gmail.com

Clique aqui e fale com o(a) autor(a) deste comentário

Contos Eróticos Sugeridos

Contos Eróticos Mais Vistos

Categorias de Contos Eróticos

Vídeos Pornô de Novinhas
Anal / Sexo Anal
Diversos
Em Público
Fantasias
Fetiches
Gatas/Gatos
Gays/Lésbicas
Héteros
Incesto
Jovens X Mais Velhos
Masturbação
No Emprego
Orgias
Sadomasoquismo
Teens - Jovens
Traições
Três ou Mais
Zoofilia